Últimas

Sábado, 23 de Junho de 2007, 08h:22 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

OPERAÇÃO NAVALHA

Foi violência o que fizeram comigo, diz prefeito

Leitão questiona o porquê de petistas como Sílvio Pereira, Delúbio e Valério não terem sido algemado

    "Não vou me posar de vítima, mas foi uma violência o que fizeram contra mim. O tempo vai mostrar que sou inocente. Erraram comigo e eu não errei". Foi o que disse o prefeito de Sinop (a 500 km ao Norte de Cuiabá), Nilson Leitão (PSDB), em entrevista nesta sexta (22) à noite ao Resumo do Dia, da TV Rondon (afiliada da Rede TV!), apresentado pelo deputado Roberto França.

     Leitão foi um dos 45 presos em 15 de maio na Operação Navalha, sob acusação de desvio de licitação para contemplar a empresa Gautama numa obra de esgotamento sanitário no município. Em moeda de troca, segundo a Polícia Federal, teria recebido R$ 200 mil de propina. O prefeito ficou preso por quatro dias.

   "Não tem acusação contra mim. Teve a operação na minha casa, me levaram (preso) e nem deixaram cópia do que levaram de casa. Não existe indiciamento. A forma como foi usado é errada", afirmou o prefeito sinopense, numa referência à operação da PF. De acordo com Nilson Leitão, "existe uma suposição, pressunção de coisas erradas de direcionamento de licitação e pedido de propina".

   Explicou que o financiamento para o projeto de rede de esgoto foi legítimo. Observa, porém, que os recursos nem foram liberados. Destaca que o Consórcio Xingu, do qual a empreiteira Gautama faz parte, ganhou a licitação numa concorrência com outras 16 empresas.

   Na avaliação do prefeito, que ainda não conseguiu superar o trauma de ter saído de sua residência algemado, o que aconteceu "não é normal". Insinuou perseguição política. Ele questionou o que chama de tratamento truculento e exposição pública de sua imagem.

     Questionou o porquê de, em casos de flagrante de corrupção, como nos episódios do dólar na cueca, caixa 2 do PT, mensalão e dossiê antitucanos, personagens centrais dos escândalos não foram presos e algemados, como os petistas Sílvio Pereira, Delúbio Soares e Marcos Valério. "Nesses casos não houve algema. No seu caso foi o contrário. Nos prenderam para perguntar. Não vou posar de vítima. Foi uma violência e só o tempo vai poder mostrar que eu estou certo e que sou inocente nessa história", enfatizou o prefeito tucano.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Jairo Prestes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    dessa prisão resta-nos fazer a seguinte pargunta:será que vale a pena prender e soltar dois espertalhões como Nilson e seu secretário Pessine? não seria melhoe deixá-los soltos para acabar de vez com o Município?
    a continuar como esteva, logo logo, seríamos transformados em "vinho". Ora, Ora... senhor Nilson. ,,,

  • Hélio Brandão | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A operação, da forma como foi realizada, especialmente com o Prefeito Nilson, foi de extrema violência moral. Deveras lamentável. Prove-se ou não sua culpa, foi mesmo deplorável. Pessoalmente acredito ser inocente o Prefeito e uma vez provada sua inocência como ficam os estragos já realizados?

  • ELIFAS JOSE RIBEIRO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Este é o preço de ser politico,o senhor viu o que aconteceu c/ a CPI da navalha? 4 deputados retiraram os nomes, garanto que sefossem politicos serios jamais fariam uma vergonha dessa

  • Julio Jacinto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Concordo com Nilson que a forma da "prisão" foi arbitrária, truculenta, não precisava ser preso, pois, se convidado, Nilson compareceria para prestar esclarecimentos. Agora, querer posar de "Santo" já é demais... todo mundo sabe das barbaridades que Nilson e sua truma vem fazendo em Sinop e só não cairam antes pelas verbas que precisavam gastar para comprar meio mundo.
    Algumas peguntas ao Nilsom:
    *Escola do Camping Club... superfaturada.
    *Obra do esgoto (canos)... superfaturada.
    *Posto dos freteiros... escandalosamente superfaturada.
    *Uniforme dos funcionários da obras... não entregue.
    *Compra da fazendo com Altair Cavaglieri...caixa 2.
    *Voto dos vereadores para mesa diretora... superfaturada.
    *Etc...
    *Etc...

4 fora da reeleição em Rondonópolis

jailton 400 vereador curtinha   Em Rondonópolis, quatro dos 21 vereadores não devem ir à reeleição, sendo eles Thiago Muniz (DEM), Rodrigo da Zaeli (PSDB), Hélio Pichioni (PSD) e Jailton do Pesque e Pague (foto), do PSDB. Thiago e Rodrigo têm esperanças de concorrer a...

Prefeito apoia vice à briga em Cáceres

eliene liberato 400 curtinha   Francis Maris vai mesmo declarar apoio oficial à pré-candidatura da empresária Eliene Liberato à sucessão em Cáceres. Em público, o prefeito faz mistério para não contrariar outros pretensos candidatos do grupo e que têm esperanças de receber...

Preparando um dos aliados a federal

mauro carvalho 400 curtinha   Embora não comente publicamente, o governador Mauro Mendes está "costurando" acordos políticos com líderes mais próximos, visando não só o pleito de 2020, mas também às eleições gerais de 2022. Em época de busca de projetos e de...

Salvando 1º ano de mandato no cargo

selma arruda 400 curtinha   Embora "sangrando" e com a imagem arranhada, a juíza aposentada e senadora cassada pelo TRE-MT Selma Arruda, que trocou o PSL pelo Podemos, consegue concluir este primeiro de oito anos de mandato. E vai se licenciar nos próximos dias para ceder espaço aquele que financiou a sua campanha,...

Barbudo é menos empreguista de MT

nelson barbudo 400 curtinha   Dos oito deputados federais de MT, o estreante Nelson Barbudo (foto) é o menos "empreguista". Nestes 10 primeiros meses de mandato, ele nomeou no gabinete em Brasília e no escritório político em Cuiabá apenas 15 assessores. Cada gabinete pode ter até 25 secretários...

Rossato quer "minar" reeleição de Ari

dilceu rossato 400 curtinha   Em Sorriso, a capital nacional do agronegócio, a tendência é da disputa à sucessão no próximo ano ficar polarizada entre o prefeito Ari Lafin, do PSDB, e seu antecessor, Dilceu Rossato (foto), hoje filiado ao PSL. Embora se movimente nos bastidores, o deputado Xuxu Dal Molin...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.