Últimas

Quinta-Feira, 03 de Dezembro de 2009, 13h:09 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

PALÁCIO PAIAGUÁS

Força-tarefa emite relatório de irregularidades em compra

  Um dia após publicar decreto onde oficializa a parceria entre a secretaria estadual de Administração, Auditoria-Geral, Polícia Judiciária e Casa Civil para fazer um “pente fino” nas compras e contratos do governo, o primeiro relatório entregue à Casa Civil, nesta quinta (3), já aponta a existência de irregularidades. No primeiro ato foram analisadas a compra de 9.187 caixas de papel A4, com 10 resmas ao preço de R$ 87,90 cada. Segundo avaliação dos delegados fazendários e auditores estaduais, foi constatado que o produto entregue pela empresa Leonora não atendia o que estava previsto na ata de registro de preço.

  Entre as irregularidades constatadas estavam a entrega de papéis A4 com 70mg/m², sendo que a compra especificava que a gramatura deveria ser de 75mg/m². Além disso, a marca entregue era diferente da contratada pelo governo. Ficou constatado também que a empresa vencedora do certame não possuía o estoque de papéis que se prontificou a entregar. Aliás, a marca sequer existia . “A APP trata-se de um grupo de indústria de celulose e papel da Ásia. No Brasil, o único papel A4 comercializado pela empresa APP é da marca Paper com caia de 5 resmas”, aponta o relatório.

  Diante da série de falhas, foi instaurado o Inquérito Policial nº 134/2009 para apurar a existência de fraude à licitação. Foram entregues 830 caixas de papel A4 diferentes dos contratados, 150 na secretaria de Administração, 60 na pasta de Trabalho Emprego e Cidadania (Setecs), 30 para a secretaria de Segurança Pública, 500 para a Saúde e 90 para o Hospital Regional de Rondonópolis.

------------------------------------
Clique aqui e veja a íntegra do relatório 
-------------------------------------

  A parceria entre as pastas e o apoio da Delegacia Fazendária tem como objetivo realizar ações para prevenir e detectar ilicitudes em compras, contratos e atos administrativos feitos dentro do governo de Mato Grosso. Pelo decreto fica estabelecido que não há datas para a realização das operações. Cabe ao grupo inspecionar o fornecimento de bens, examinar prática de sobrepreço ou superfaturamento, existência de cartel e analisar os projetos básicos que antecedem os editais de licitação. (Patrícia Sanches)

-------------------------------------------
Veja aqui o decreto que instituiu a força-tarefa

Postar um novo comentário

Comentários (19)

  • fabio arruda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    EU QUERO VER E SE ALGUEM TEM PEITO DE FISCALIZAR OS CONTRATOS DA EMPRESA MILAN MOVEIS E DA EMPRESA ABACO SISTEMAS DO MESMO GRUPO DE EMPRESARIOS QUE TODO MUNDO SABE QUE ESTÃO MAMANDO NA TETA DO GOVERNO A MUITOS ANOS, NO MINIMO A 15 ANOS.

  • Flavia Mesalves | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esta operação com certeza deve ter sido efetuada, por te a empresa vencedora ter ferido o interesse do pai de alguem importante.
    nos poximos dias mais procedimentos licitatorios derão questionados por tambem ferir interesses de peixes graudos.

    Que viver verá

  • Jacyara | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    To achando que isso tudo é jogo de cena, cortina de fumaça, se o senhor secretário tivesse mesmo interesse em resolver, limpar tudo colocaria o nome da empresa.

    Ou publicasse que aceita denuncias visando investigações, estou certo que surgiriam algumas.

    Alisar a caixa de pandoras é uma coisa, ABRIR é outra, e isso gostaria de ver.

  • ondino lima neto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    OPERACOES E FISCALIZACAO NO GOVERNO DEVERIAM SER DIARIAS EM NOME DA MORALIDADE.

  • Maria do Carmo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ìsso sim é exemplo de transparência no Governo!!! tem que fazer valer cada centavo pago por nós contribuintes!!! se formos analisar: ah, são só resmas de papel, mas e aí???? é dinheiro público e de grão em grão a galinha enche o papo!!! Parabéns à Casa Civil do Governo.

  • João Celestino | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Eita homem que não pára!!! Em fim de Governo quando as coisas poderiam estar mornas e as cordas frouxas vem uma lavada dessa!!!! Toma!!! Agora quero ver neguinho passando a mão no dinheiro público sem ninguém fiscalizando!!!!!! Um ótimo exemplo que Mato GRosso dá!

  • Jéssica Araújo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    sempre confiei nesse secretário Eumar NOvacki!!! Uma pena que vá sair da SECOM onde fez um excelente trabalho à altura do que desenvolve na Casa Civil. Infelizmente alguns secretários andam p trás...mas esse aí põe rédia curta na turma!!!! depois dizem que militar nas funções administrativas não dá certo, imagine se desse!! hehe

  • Joaquim | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Valdicéia Lopes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    isso aí deveria acontecer mesmo todos os dias. Porque tem genteque vai parar de mamar na teta do Governo. essa força-tarefa veio em boa hora, p mostrar que nesse Governo primou pela gestão transparente! Por isso Maggi será nosso senador!!!!! vai promover um limpa também no congresso!!!

  • Armando Galo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

Irmão de Riva está na disputa em Juara

priminho riva 400 curtinha   O irmão do ex-deputado José Riva, Priminho Riva (foto), filiado ao PL, será mesmo candidato a prefeito em Juara, posto já ocupado por ele por duas vezes (1997/2004). Priminho pertence a uma famíliade políticos. Além de Riva, que foi prefeito e deputado, é...

PSB deve ficar fora da aliança de EP

max russi curtinha 400   O PSB, presidido pelo deputado Max Russi (foto), pulou mesmo do barco de Emanuel Pinheiro. Deve formalizar apoio à candidatura de Roberto França ao Alencastro. O PSB não consta na lista oficial de siglas que estão com o prefeito, que busca à reeleição. Os 11 que estão...

Taisir coordena campanha de Eliene

taisir karim 400 curtinha   O ex-reitor da Unemat e uma das lideranças do PSD na região Oeste, Taisir Karim (foto), que chegou a se lançar de última hora como pré-candidato a prefeito de Cáceres, mas logo em seguida recuou, será o coordenador-geral da campanha de Eliene Liberato (PSB), atual...

Inaugurados 67 km de asfalto da 020

mauro mendes 400 curtinha   O governador Mauro Mendes (foto) inaugurou nesta 5ª a pavimentação de 67,5 km da MT-020, entre Paranatinga e Canarana. Essa estrada faz parte do pacote de obras que foi retomado e já concluído nesta gestão. Foram investidos R$ 45 milhões do governo estadual. O...

Saggin critica "ditadura" e apoia Raye

paulo raye 400 curtinha   O empresário e advogado Sandro Saggin, que desistiu da candidatura a prefeito de Barra do Garças e agora apoia Paulo Raye (foto), do Pros, explica que em nenhum momento os diretórios estadual e nacional do Podemos, de cujo partido é filiado, encaminharam qualquer orientação aos...

Pode abandona Raye e pune Saggin

sandro saggin curtinha 400   Sandro Saggin (foto) amargou outra derrota em Barra do Garças. Inicialmente, seria candidato a prefeito pelo Podemos. Mas resolveu, por conta própria, levar o partido para uma coligação com partidos de esquerda que lançaram o ex-prefeito Paulo Raye, apoiado pelo PC do B, PT e Pros. A...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.