Últimas

Domingo, 29 de Abril de 2007, 19h:02 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

VARIEDADES

Fracasso eleitoral motiva apelidos engraçados

    Vários políticos em Mato Grosso já receberam apelidos um tanto engraçados por conta do perfil de atuação na vida pública ou até mesmo em consequência do desempenho nas campanhas eleitorais. O prefeito de Várzea Grande, Murilo Domingos (PR), por exemplo, tem uma administração tão lenta e pifia que foi batizado pelo ex-senador Antero de Barros (PSDB) de "Murilo Dormindo".

 Nas eleições de 2004, o deputado Sérgio Ricardo, então no PPS e hoje no PR, disputou a Prefeitura de Cuiabá. Do seu palanque faziam parte várias lideranças, mas, no fundo, nem todos demonstraram empenho por sua candidatura, tanto que não passou do primeiro turno. À época, foi apelidado de "Sérgio Riscado".

  Em 1994, o petebista Oswaldo Sobrinho, atual secretário-adjunto de Estado de Educação, concorreu ao Palácio Paiaguás e perdeu feio para o pedetista Dante de Oliveira (então no PDT). Na reta final da campanha foi abandonado até pelo então governador Jaime Campos. Passou, então, a ser chamado de "Osvaldo Sozinho".

  O velho cacique do PMDB, deputado federal Carlos Bezerra perdeu para o Senado e também levou à derrota ao governo estadual Júlio Campos, em 98, e Antero de Barros, em 2002. Até então era adversário ferrenho dos dois e todos acabaram morrendo abraçados nas urnas. A partir daí, Bezerra recebeu o apelido de "Mão de Pilão". 

    Na disputa à presidência da Ordem dos Advogados do Brasil em MT, há quatro anos, João Celestino começou a campanha todo empolgado. Era tido como favorito numa corrida com cinco postulantes à cadeira ocupada hoje por Francisco Faiad. Sua candidatura não decolou. Saiu da campanha com o apelido de "João Sem Destino".

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Antonio Borges Neto(Netão) | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Discordo apenas do apelido do Deputado Carlos Bezerra. Aqui no Vale do Araguaia por exemplo, quando ele foi governador segundo o conceituado jornalista Wanderley Wasconcelos, ele recebeu o apelido de Carlos Preguiça. Imaginem o por que.

  • Jacyara | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    MÃO DE PILÃO , tambem é o nome da fazenda do pai do Deputado Carlos Bezerra, ARÃO BEZERRA, as margens do Rio da Casca.
    Fazenda esta que está sendo restaurada por Aécio Campos, fazendeiro e lider da festa de Ponte Alta.

    abraços a todos,

    Jacyara

EP vira "garoto propaganda" do HMC

emanuel hmc 400 curtinha   Emanuel Pinheiro (MDB) não se conteve e gravou um vídeo de um minuto e 35 segundos em que aparece em frente ao HMC. E, imitando a passagem de um repórter de TV, convida a população a conhecer o recém-inaugurado hospital. Enquanto fala, imagens mostram salas, equipamentos e a...

DEM "esconde" candidatos a vereador

beto 2 a 1 400 curtinha   O presidente do DEM em Cuiabá, Beto 2 a 1 (foto), secretário estadual de Governo, faz mistério sobre a chapa que está sendo montada para concorrer a vagas na Câmara de Cuiabá. Não esconde apenas o nome do vereador Marcelo Bussiki que, em março, deixa o PSB aproveitando...

Fávero e peso político em novo partido

silvio favero 400   A definição pelo presidente Jair Bolsonaro para que Silvio Fávero conduza a Comissão Provisória em MT da Aliança pelo Brasil, partido que só será criado oficialmente no próximo ano ou em 2021, representa peso político importante para o deputado de primeiro...

Prefeito estoura limite e TCE faz vetos

francis maris 400 curtinha   No sétimo e penúltimo ano de mandato, o prefeito cacerense Francis Maris (foto) segue na mesma toada, de que a administração precisa continuar "enxugando" a máquina, embora já tenha conseguido o equilíbrio fiscal e que quem o suceder receberá uma gestão...

Vice muda de partido e vai a prefeito

leandro felix 400 curtinha   O vice-prefeito de Nova Mutum e primeiro-suplente de deputado estadual, Leandro Félix (foto), pretende deixar o DC. Deve se filiar no Podemos ou no PRB. Vai depender da orientação política dos irmãos Adriano (Podemos) e Otaviano Pivetta (PDT), respectivamente, prefeito de Mutum e...

Câmara só regulamenta salário de EP

misael partido 400 curtinha   Ao fixar o salário do prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro em R$ 27 mil, a Câmara de Cuiabá, sob Misael Galvão (foto) não aumenta o subsídio de Emanuel de imediato, mas sim regulamenta o valor que já era pago desde dezembro de 2018. O imbróglio começou...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.