Últimas

Sábado, 15 de Agosto de 2009, 20h:58 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

PAC

Fraudes podem chegar a deputados; Eliene já se defende

  Uma nota de abertura da edição deste sábado da coluna Painel, da Folha de S. Paulo, o maior jornal impresso do país, surgiu como uma nova bomba sobre fraudes em obras do PAC em Cuiabá. Assinada pela jornalista Renata Lo Prete, a nota destaca que há deputados federais mato-grossenses suspeitos de envolvimento no esquema, especialmente do PP. Nesse caso, o alvo seriam Pedro Henry e Eliene Lima, únicos do partido entre os 8 federais de Mato Grosso. O Painel destaca ainda que a investigação teria chegado ao gabinete do secretário-executivo do Ministério das Cidades, Rodrigo Figueiredo, filho do ex-deputado estadual Milton Figueiredo. Rodrigo é mato-grossense. Sob sua articulação, o Estado já recebeu cerca de R$ 400 milhões em obras do Ministério das Cidades.

Eis, o que traz a nota no Painel da Folha deste sábado

"Padrão sanguessuga
"Inicialmente restrita às fronteiras de Mato Grosso, a Operação da Polícia Federal batizada de Pacenas, que no início desta semana prendeu 11 pessoas suspeitas de integrar um esquema de fraudes em licitações do PAC, avançará sobre deputados federais do Estado, especialmente do PP. A investigação também chegou à porta do gabinete do secretário-executivo do Ministério das Cidades, pasta controlada pelo PP. O matogrossense Rodrigo Figueiredo foi responsável por negociar recursos que Somam R$ 400milhões para obras no Estado. "Não é exagero dizer que, quando chegar a Brasília, a operação ganhará a dimensão da máfia dos sanguessugas", afirma um dos envolvidos na apuração do caso."


Eliene Lima afirma que articula recursos para MT e não considera que esse tipo de trabalho seja um erro e defende não só a bancada do PP, como o secretário-executivo do Ministério das Cidades, Rodrigo Figueiredo

   O deputado Eliene rechaçou a nota publicada pela Folha e saiu em defesa do secretário-executivo do Ministério das Cidades, Rodrigo Figueiredo. Segundo ele, nem a bancada do PP e muito menos Figueiredo, que é filiado ao partido, estão envolvimento em qualquer esquema de intermediação de recursos das obras do PAC de forma ilegal. Ele pondera que Figueiredo esteve presente nas discussões dos projetos em Cuiabá, pois trabalha no Ministério, gestor dos recursos. "E, como tal, é óbvio que o assunto passou por ele (Rodrigo Figueiredo). Não vejo sentido nesse estardalhaço todo”, ponderou Eliene, via assessoria.

     Ele defende a atuação de Figueiredo, que já chegou a comandar interinamente o Ministério das Cidades em várias ocasiões. “Rodrigo é de Mato Grosso e tem feito de tudo para fazer este Estado crescer. É uma injustiça insinuar que ele estaria tirando proveito desses recursos. Ao invés de criticá-lo, muitos de Mato Grosso deveriam é elogiá-lo por fazer com que MT receba finalmente uma grande fatia de recursos”.

    Quanto ao fato da coluna sugerir possível envolvimento dos deputados federais do PP na busca de verbas, que somariam R$ 400 milhões, Eliene Lima reage: “Onde está escrito que alavancar recursos para o Estado é crime? Não só os deputados do PP, como todos de Brasília peregrinam de ministério em ministério, em busca de verbas que visem beneficiar o Estado de origem”. Segundo ele, se esse tipo de articulação for visto como erro, ou seja, "um deputado lutar para ver recursos chegando ao seu Estado", pode considerá-lo como um parlamentar que cometeu falha. "Desde que assumi o cargo, o que mais faço é pedir verbas a Mato Grosso”.

   Sobre rumores de que também estaria envolvimento em fraudes, que levaram a Justiça Federal a decretar a prisão de 11 pessoas, entre elas políticos, empresários e advogados, Eliene Lima afirmou que não há o que temer. "Meus atos se baseiam na transparência. Sempre estive aberto a qualquer tipo de investigação. Querem me prejudicar, já que sou o único deputado de Mato Grosso citado na ONG Transparência Brasil por ter sido o mais assíduo e o que mais teve projetos de lei aprovados”. Ex-vereador por Cuiabá e ex-deputado estadual, Eliene exerce seu primeiro mandato de federal. Se elegeu eu 2006 nas asas do seu padrinho político, o presidente da Assembleia José Riva, outro cacique político do PP.

(16/ago - às 7h) - Rodrigo considera nota despropositada e nega qualquer irregularidade

   O mato-grossense Rodrigo Figueiredo, secretário-executivo do Ministério das Cidades, disse, em nota, que considera despropositada a nota na coluna Painel, da Folha de S. Paulo, que insinua que supostas irregularidades sobre obras do PAC em Cuiabá poderiam chegar a seu gabinete. Ele assegura que não praticou nenhuma ilegalidade e que seus atos obedeceram e obedecem rigorosamente a Lei e a boa técnica administrativa. "Qualquer ilação em torno do meu nome com o caso não passa de conjecturas irresponsáveis e com conotação política", reage o secretário-executivo.

Postar um novo comentário

Comentários (19)

  • devair valim de melo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    olgha disputar eleiçao contra o PP

  • devair valim de melo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    disputar eleiçao contra o PP tem que ser socio do banco central porque se nao perde feio,ou ate empata mas no final perde..........., estou ate pençando de filiar no PP..............

  • Maneporrete | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Wilson,Eliene,Edivá,Zé do Nordeste,Carlão diga-me a escola em que aprendes-tes e te direi quem sois.

  • MARCO ANTONIO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Mário Quidá | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    Alguém ainda tem dúvida de quem seja o nobre parlamentar que está envolvido até o pescoço em mais este esquema de corrupção?????

    Dica:
    01 - recebeu 200 mil reais via desvio de Furnas para votar reeleição do FHC (ainda era tucano essa época);

    02 - foi o operador da bancada do PP no esquema petista do mensalão (andava nos corredores do Congresso com as pastas de R$ 30.000,00);

    03 - Era sócio da família Vedoin no esquema sanguessuga (e como distribuiu ambulância no Estado junto com Lino Rossi!);

    04 - Foi cassado por compra de votos em 2006 (mas sabe lá como, conseguiu uma Liminar em Brasília que vergonhosamente o mantém no cargo até hoje);

    05 - O irmão dele foi cassado em 03 processos à unanimidade nas eleições ano passado, pela pratica dos mais variados crimes.

    Então, quem adivinha o nome deste nobre parlamentar?????????????

    Ahh.. é o padrinho político do Rodrigo Figueiredo e também carinhosamente chamado de Trintinha%!!

    Não é possível que ainda não conseguiram descobrir quem é!!!!

  • luis paulo ferreira de souza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    reparem a sensibilidade latente neste manéporrete. esse manéporrete tem tudo para ser um sensivel incrustrado mesmo, acho que ele têm fixação por professores, e só ligado ao psdb. cara, solte a franga, manooooooo!!!!!

  • João do Junco | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Mario que Dá, ou Mário Quidá, não se sabe o certo se dá ou se não dá, o fato é que vc é uma insignificãncia em pessoa. faz uma acusação desprovida de provas e não olha pro proprio umbigo.
    Mário, resuma-se a sua insignificância. bater no PH é uma tentativa de conseguir um lugar nos holofotes, vc e sua familia passaram a vida toda tentando conseguir uma cadeira no legislativo municipal, estadual e federal e sabe o que vcs conseguiram???? isso mesmo, nada.

  • joao antonio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Logo após o estouro do escandalo ¨Pacenas¨, Sanecap de tras p/ frente, as empreiteiras do Eliene, que ficam sediadas na beira do corrego do Areão, viraram uma correria só.
    Era só carrão chegando e saindo, inclusive alguns oficiais.
    2 advogados famosos pareciam até que estavam fazendo estágio por lá.

  • Eulindo Cruz | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Caro Romilsom,

    Porque nao colocou, que or. Eliene é dono da Minas Gerais Engenheira Ltda, porem no nome de seu irmao sr. Elivaldo, que estava executando obras od Pac em Varzea Grande, em meu comentário anterior nao tinha nenhuma expressao que nao fosse verdadeira.

    ATENÇAÕ DR. JULIER INVESTIGUE.....

  • leiteleite1@gmail.com | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Pois é seo Eliene, só cara de santo né.
    liberação de recursos sem procedencias né, Zé Riva fique alerta que este pode deixar respingar no senhor, em todo estado abandonou os colegas do PP, apenas alguns foram beneficiado, venha pedir voto agora, seu sem compromisso.

Niuan de fora da suplência ao Senado

niuan ribeiro 400 curtinha   O deputado federal José Medeiros não conseguiu segurar o vice-prefeito de Cuiabá, Niuan Ribeiro (foto), como primeiro-suplente de sua chapa ao Senado. Há alguns dias, o filho do ex-vice-governador e ex-deputado Osvaldo Sobrinho vinha demonstrando desejo de pular fora, em meio a...

Jayme incomodado com Flávio em VG

jayme campos 400 curtinha   A candidatura a prefeito de Várzea Grande do empresário Flávio Frical (PSB), principal aposta da oposição, passou a incomodar a família Campos, que apoia o ex-vereador Kalil Baracat, concorrente ao Executivo pelo MDB. Em uma noite que seria de festa, em comemoração...

Acordo com Euclides partiu de Allan

allan kardec 400   Otaviano Pivetta, vice-governador licenciado por 30 dias para cuidar de problemas de saúde, disse que nada tem a ver com o tal acordo "costurado" pelo presidente regional do PDT, deputado Allan Kardec (foto), com Euclides Ribeiro, candidato a senador pelo Avante. Explica que só apresentou Euclides para Allan e...

Família Maia tenta retomar o poder

martha maia 400   O ex-prefeito de Alto Araguaia por quatro vezes, Maia Neto, não entrou na disputa de novo ao Executivo, mas lançou a irmã Martha Maia (foto), cuja filha Sylvia Maia é vereadora. Filiada ao PP, Martha entra como principal candidata da oposição ao prefeito Gustavo Melo, que vai à...

Welinton fará grande ato em Barra

welinton marcos 400 curtinha   Welinton Marcos (foto) lança sua candidatura a prefeito de Barra do Garças, na segunda (28), em um grande ato. Mesmo pelo sistema drive-in, devido à necessidade de adotar medidas sanitárias contra a Covid-19, são esperadas na solenidade cerca de mil pessoas, num espaço amplo,...

Irmão de Riva está na disputa em Juara

priminho riva 400 curtinha   O irmão do ex-deputado José Riva, Priminho Riva (foto), filiado ao PL, será mesmo candidato a prefeito em Juara, posto já ocupado por ele por duas vezes (1997/2004). Priminho pertence a uma famíliade políticos. Além de Riva, que foi prefeito e deputado, é...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.