Últimas

Domingo, 03 de Junho de 2007, 13h:16 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

ARTICULAÇÃO

Freitas espera nomeação para adjunto de Cultura

    As articulações políticas para o ex-deputado estadual José Carlos de Freitas (DEM) assumir o cargo de adjunto de Cultura do Estado já retomaram. Freitas, que carrega nos ombros o processo criminal como um dos responsáveis pela tragédia da Feicovag, só não foi nomeado ainda pelo governador Blairo Maggi porque os projetos que criam os núcleos sistêmicos ficaram emperrados, inclusive por causa de embates juridicos. O ex-parlamentar espera pelo cargo desde abril - clique aqui e saiba mais.

     Antes de ter Freitas no segundo escalão, Maggi quer efetivar a transferência do atual adjunto de Cultura, Manoel Antonio Garcia Palma, o Toco Palma, para um dos 12 cargos de secretário-executivo dos núcleos sistêmicos. No caso do Toco, ele passaria a cuidar da área financeira da Universidade do Estado (Unemat), com sede em Cáceres. Já foi até convocado pelo secretário Geraldo de Vitto (Administração) para se mudar à cidade pólo do Oeste mato-grossense.

   Os núcleos sistêmicos buscam juntar atividades meio. Seriam medidas de economia, espécie de minerreforma administrativa. Um secretário executivo cuidará, por exemplo, das questões administrativas e financeiras das secretarias de Cultura, Turismo, Esportes e Lazer e Trabalho, Emprego Cidadania e Assistência Social.

   José Carlos de Freitas, que não tem nenhuma afinidade com a área cultural, vive expectativa de ser nomeado adjunto do titular João Carlos Vicente Ferreira ainda neste primeiro semestre. As articulações nesse sentido estão sendo feitas junto ao governador pelos caciques do DEM, os senadores Jaime Campos e Jonas Pinheiro. Enquanto isso, o ex-deputado continua entregue ao ostracismo político após a tragédia da Feicovag e desde março mantém uma casa de show.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Domingos Savio da Cunha Garcia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O governador Blairo Maggi parece não ter aprendido a lição de 2004, quando falou em "federalizar" a UNEMAT e se deu com os burros n'água: seus candidatos foram derrotados em Tangará da Serra e Sinop, cidades-polo com campus da UNEMAT. Em Cáceres, o candidato de Maggi, o atual prefeito Ricardo Henry (irmão do sanguessuga, mensaleiro, lista de Furnas, etc, etc, etc, Pedro Henry)teve que gastar mais alguns milhões, fazer show com Bluno e Marrone, encher a cidade de camiseta, bonés, e outros "presentes" para os leitores,para conseguir se eleger. E, claro, Blairo teve que ficar até o fim da campanha repetindo que havia sido mal interpretado.
    Agora o governador quer violar a autonomia da UNEMAT, com o tal núcleo sistêmico, enquanto asfixia finaceiramente a universidade. E ainda quer dar um prebenda para essa tal Toco Palma, um parasita que vive de cargo em cargo público, sem fazer nada.
    Na verdade o que Blairo está procurando logo-logo ele vai encontrar: uma paralisação na UNEMAT,em todos os seus campi, em defsa da autonomia da universidade, por um plano de carreira que atenda os professores e por um orçamento que atenda as suas necessiades. Aguarde!

  • Aristóteles Potter | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Olha, esse ex-deputado se estivesse em uma país sério, onde a justiça funcionasse para todos estaria é preso, e não pleiteando cargo em governo nenhum. Duvido que o Blairo vá nomea-lo, DU-VI-DO.

4 fora da reeleição em Rondonópolis

jailton 400 vereador curtinha   Em Rondonópolis, quatro dos 21 vereadores não devem ir à reeleição, sendo eles Thiago Muniz (DEM), Rodrigo da Zaeli (PSDB), Hélio Pichioni (PSD) e Jailton do Pesque e Pague (foto), do PSDB. Thiago e Rodrigo têm esperanças de concorrer a...

Prefeito apoia vice à briga em Cáceres

eliene liberato 400 curtinha   Francis Maris vai mesmo declarar apoio oficial à pré-candidatura da empresária Eliene Liberato à sucessão em Cáceres. Em público, o prefeito faz mistério para não contrariar outros pretensos candidatos do grupo e que têm esperanças de receber...

Preparando um dos aliados a federal

mauro carvalho 400 curtinha   Embora não comente publicamente, o governador Mauro Mendes está "costurando" acordos políticos com líderes mais próximos, visando não só o pleito de 2020, mas também às eleições gerais de 2022. Em época de busca de projetos e de...

Salvando 1º ano de mandato no cargo

selma arruda 400 curtinha   Embora "sangrando" e com a imagem arranhada, a juíza aposentada e senadora cassada pelo TRE-MT Selma Arruda, que trocou o PSL pelo Podemos, consegue concluir este primeiro de oito anos de mandato. E vai se licenciar nos próximos dias para ceder espaço aquele que financiou a sua campanha,...

Barbudo é menos empreguista de MT

nelson barbudo 400 curtinha   Dos oito deputados federais de MT, o estreante Nelson Barbudo (foto) é o menos "empreguista". Nestes 10 primeiros meses de mandato, ele nomeou no gabinete em Brasília e no escritório político em Cuiabá apenas 15 assessores. Cada gabinete pode ter até 25 secretários...

Rossato quer "minar" reeleição de Ari

dilceu rossato 400 curtinha   Em Sorriso, a capital nacional do agronegócio, a tendência é da disputa à sucessão no próximo ano ficar polarizada entre o prefeito Ari Lafin, do PSDB, e seu antecessor, Dilceu Rossato (foto), hoje filiado ao PSL. Embora se movimente nos bastidores, o deputado Xuxu Dal Molin...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.