Últimas

Sexta-Feira, 28 de Setembro de 2007, 18h:03 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

CÁCERES

Frustrados, acadêmicos deixam sede da Unemat

Alunos desfazem acampamento na Unemat de Cáceres

     Os 150 acadêmicos que fazem parte do Movimento "Jornada de Lutas pela Unemat" desocuparam a sede da Universidade em Cáceres nesta sexta, depois de se depararem, segundo eles, com a falta de prioridade do governo para com o setor. A decisão de deixar o local foi tomada após uma reunião entre estudantes, professores e a administração. Os universitários que vieram de diversos campis (Cáceres, Tangará da Serra, Sinop, Barra do Bugres, Alta Floresta e Colíder) para exigir melhores condições no funcionamento dos cursos superiores, transparência na prestação de contas e política de apoio ao estudante, esperavam uma reunião com o reitor Taiser Karim, mas apenas um representante da administração da Universidade esteve presente.

    Segundo Tiago Oliveira, um dos membros do movimento, a presença do representante da Unemat não foi válida, já que ele não pode falar em nome da instituição. Os acadêmicos também exigiam negociar com um representante do governo, principalmente do secretário de Ciências e Tecnologia, Chico Daltro. Também não foram atendidos. Para Tiago, as negociações foram emperradas com o descaso e o que resta a fazer agora é recorrer a Justiça. "Os estudantes não se sentiram contemplados. Estamos vendo o descaso, a falta de apoio e respeito. O Estado está nos dando as costas. Portanto, buscaremos o apoio jurídico do Ministério Público", reclamou o acadêmico do Campi de Sinop. 

    Embora tenham sidos recebidos pelo reitor na última terça (25), não houve compromisso assumido frente à pauta de reivindicação. O movimento estudantil quer se fortalecer e, se não houver uma solução, ameaça provocar greve por tempo indeterminado com o apoio de uma parcela dos docentes. Segundo a professora Edna Luzia Sampaio, a Unemat atravessa sua pior crise desde que foi criada, em 1993.  "A política de expansão de cursos, quase sempre atendendo a interesses políticos e sem contar com lastro orçamentário, resulta numa universidade que cresceu vertiginosamente; conta com quase 15 mil alunos, 11 campi, mais de 80 cursos e um orçamento que, embora tenha mais que triplicado desde 2002, é completamente insuficiente", disse Edna.

     Segundo ela, a situação é ainda mais grave. "Em 2007 o corte orçamentário foi significativo (superior a 20%). Faltam laboratórios, acervos bibliográficos, em alguns casos, faltam salas-de-aula e há atrasos no pagamento de professores. Após o concurso de 2006, muitos mestres e doutores aprovados acabaram desistindo da universidade, pediram demissão ou não tomaram posse, em razão das condições de trabalho e dos contratos com baixos salários em regime de 20 horas", explicou. (Simone Alves)

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Com certidão pra disputar 1ª suplência

dito lucas 400 curtinha   Filiado ao Podemos, Dito Lucas (foto), que entrou de última hora como primeiro-suplente da chapa ao Senado encabeçada por José Medeiros, assegura que vai apresentar novamente sua certidão junto à Justiça Eleitoral, de modo a provar que sua candidatura é legítima....

Um novo embate entre Diane x Adair

diane alves 400 curtinha   Adair José Alves Moreira, que vinha atuando na assessoria do vice-governador Otaviano Pivetta, decidiu mesmo concorrer de novo à Prefeitura de Alto Paraguai. Ele já foi prefeito por duas vezes. Adair será o principal nome da oposição à prefeita democrata Diane Alves (foto),...

Taques ofuscado e sob mira do MPE

pedro taques 400 curtinha   Pedro Taques (foto) achou que o recall dos tempos de senador e governador, ajudando-o a se posicionar de forma razoável nas pesquisas, bem antes do início da campanha, o manteria como favorito na corrida ao Senado. Ledo engano. Não levou em consideração o alto índice de...

2 caciques não disputam Alto Garças

roland trentini 400 curtinha   Após décadas de rixas, de campanhas ostentadoras, rachas e brigas eleitorais intermináveis em Alto Garças, os ex-prefeitos Rolando Trentini (foto) e Júnior Pitucha resolveram não mais concorrer ao Executivo. Mas, um deles segue se movimentando nos bastidores. Pela...

Um ex-prefeito inelegível em Poconé

clovis martins 400   Dificilmente o ex-prefeito petebista Clovis Damião Martins (foto) terá registro de candidatura a prefeito de Poconé deferido pela Justiça Eleitoral. O promotor de Justiça, Mário Anthero, já pediu impugnação do registro do petebista por inelegibilidades. Clovis, que...

Briga em Sinop entre Juarez e Dorner

juarez costa 400 curtinha   Em Sinop, a briga eleitoral caminha para tensão e acirramento entre o emedebista Juarez Costa (foto) e Roberto Dorner (Republicanos). Hoje, o ex-prefeito seria eleito, mas Dorner vem crescendo nas adesões, com ajuda do vice de sua chapa, ex-vereador Dalton Martini (Patriota). O apoio da prefeita Rosana...