Últimas

Quinta-Feira, 11 de Janeiro de 2007, 08h:22 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Artigo

Gabriel e as lembranças

   O jornalista Onofre Ribeiro, em artigo no Diário de Cuiabá desta quinta (11), lamenta a morte de Gabriel Matos. Confira reprodução abaixo.

    No último ano e nesse vi partirem alguns amigos conquistados no primeiro momento em que cheguei a Mato Grosso há 30 anos. Ontem foi Gabriel Francisco de Matos Neto. Na época ele estava ligado à construção da rodovia Transpantaneira, um projeto do governo José Fragelli (1971-1975). A rodovia pretendia sair de Poconé, atravessar o Pantanal até as barrancas do rio Cuiabá no Porto Jofre, e dali chegar a Corumbá. Foi o primeiro contato formal e oficial com o Pantanal, até então completamente desconhecido do setor público.

    Gabriel Muller, chamado na época de “Gigante do Pantanal”, pela poderosa revista “Realidade”, conduzia o projeto. Segundo ele, a rodovia Transpantaneira era uma forma de repetir no Pantanal o espírito das grandes rodovias integradoras que se construíam no Brasil naquele momento.

    Gabriel de Matos era o superintendente do projeto. Engenheiro agrônomo formado em Lavras, Minas, em 1956, fazia parte de uma geração de jovens técnicos mato-grossenses que estudaram fora e trouxeram para Mato Grosso o espírito nacionalista que marcava as universidades brasileiras. Com ele, Bento Porto, Osvaldo Fortes, Enzo Ricci, Ninomya Miguel, entre tantos. Era uma gente jovem que pensava um Mato Grosso possível e grande no futuro. Só mesmo o nacionalismo forte justificaria aquela crença, porque o imenso estado (não dividido), de 1 milhão e 200 mil km2, estava num estágio muito atrasado em relação ao Brasil e muito distante do ponto que hoje alcançou.

    Depois trabalhei com Gabriel na Sudeco – Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste, um poderoso órgão de planejamento e de articulação política da região com o governo federal. Foi um período agradável, porque Gabriel era muito agradável. Falava alto, gesticulava muito, mas era amigo, acima de tudo. Obteve muitos recursos federais para nosso estado.

    Depois tivemos propriedades rurais em Acorizal. Ele vendeu a sua há uns três anos. Registro com extremo pesar a sua passagem, pela memória que ele representa daqueles jovens técnicos mato-grossenses que lançaram as bases do presente, em tempos de extrema dificuldade. Todos estão partindo, apesar de serem pessoas que ficaram na memória do tempo, mas não se registrou a sua participação na história de Mato Grosso e nem os seus sonhos, completamente utópicos naquela época. Gabriel se foi aos 74 anos.

    Gabriel deixa-me profunda lembrança pela nossa convivência, como a convivência com Páscoa, a esposa mineira que ele trouxe de Lavras, e os filhos Gabriel e Aclyse, ambos pessoas das letras, bons escritores e bons poetas.

     Não posso deixar de citar outros amigos da mesma época que também se foram nos últimos meses: o engenheiro Carmelito Torres e Estevão Torquato. Conheci-os na Cemat e depois ao longo da vida nesses anos todos. Levaram uma importante memória de Mato Grosso dos últimos 30 anos, justamente os anos que permitiram que o nosso estado saísse da utopia que eles sonharam e entrasse no século 21. Certamente foram sonhar outras utopias onde estiverem. 


ONOFRE RIBEIRO é articulista do Diário de Cuiabá e da revista RDM (onofreribeiro@terra.com.br)

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Calistro, dúvida à reeleição e Sumaia

sumaia leite 400 curtinha   Jânio Calistro, reeleito para o 2º mandato de vereador em 2016 e como o mais votado em Várzea Grande, com 3.658 votos pelo PSD, se mudou para o DEM dos Campos, mas ainda avalia se vai encarar o teste das urnas deste ano. Ele se mostra um tanto baqueado, após ficar preso por três meses. E...

Grupos convergem para Emanuelzinho

emanuelzinho 400   O jovem deputado federal Emanuelzinho (foto) está cada vez mais empolgado com a possibilidade de disputar a Prefeitura de Várzea Grande. Até se mudou da Capital para a cidade vizinha, onde montou apartamento no Edifício Maktub. Uma das revelações políticas do PTB, Emanuelzinho tem...

Câmara de ROO e pasta de Controle

orestes miraglia 400 curtinha   A Câmara de Rondonópolis deu de ombros para uma decisão do Tribunal de Justiça e, em primeira votação, aprovou mensagem do prefeito Zé do Pátio, criando a secretaria de Transparência Pública e Controle Interno (SETRACI) em...

Morre pai do secretário da Casa Civil

Mauro Carvalho pai   Faleceu, aos 97 anos, o pai do secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho. O empresário, que também emprestava o nome ao filho, Mauro Carvalho, foi vítima de um infarto nesta quinta (9). A informação foi confirmada pela deputada estadual Janaina Riva (MDB) que publicou nota de...

Deucimar vence Covid-19 após 20 dias

deucimar silva 400 curtinha   Após 13 dias numa unidade intensiva e mais sete se recuperando no leito de hospital, o empresário e ex-vereador pela Capital, Deucimar Silva (foto), recebeu alta médica nesta terça. Ele está curado da Covid-19. Ex-presidente da Câmara Municipal, Deucimar ficou emocionado, fez...

Estudo sobre 13º a vereadores de VG

jaqueline jacobsen curtinha 400   A conselheira-substituta Jaqueline Jacobsen (foto) estabeleceu prazo de 120 dias, em sessão de julgamento do TCE por videoconferência no último dia 2, para que o presidente da Câmara de Várzea Grande, Fábio Tardin, realize estudo prévio de impacto...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.