Últimas

Quinta-Feira, 02 de Julho de 2009, 09h:40 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

RUMO A 2010

Galindo reforça PTB com visita a Cuiabá de Collor e Jefferson

 Fernando Ordakowski
Clique na imagem para ampliação
O ex-presidente da República Fernando Collor, o vice-prefeito Chico Galindo e Roberto Jefferson: juntos

   A 9 meses de assumir o comando do Palácio Alencastro, com o hoje vice-prefeito e secretário de Planejamento, Orçamento e Gestão, o PTB trará a Cuiabá para o último encontro regional deste ano duas figuras polêmicas e emblemáticas. Tratam-se do ex-presidente da República e agora senador Fernando Collor de Melo (AL) e do ex-deputado federal Roberto Jefferson (RJ), presidente nacional da legenda. A agenda está praticamente fechada. O ato acontece em 29 de agosto. O partido quer empurrar em Mato Grosso o nome do ex-vice-governador Oswaldo Sobrinho para senador. São políticos da velha safra que tentam marcar posição nas eleições de 2010.

  Sob a presidência estadual de Galindo, que deve virar prefeito da Capital a partir de abril do próximo ano com a provável renúncia de Wilson Santos (PSDB) para concorrer a governador, o PTB promoveu encontros estaduais neste ano em seis municípios: Tangará da Serra, Rondonópolis, Sinop, Alta Floresta, Chapada dos Guimarães e Nova Xavantina. Os próximos serão Juína e, por fim, Cuiabá. O PTB é antigo e já foi grande. Sua fundação é de maio de 1945, sob as regras do ex-presidente da República Getúlio Vargas. Em MT, figura entre os partidos nanicos. Hoje só possui dois prefeitos no Estado, assim mesmo contando com o cassado por crime eleitoral nesta semana Clovis Martins, de Poconé. Integram os quadros da agremiação 8 vice-prefeitos e 62 vereadores. Em 2006, elegeu um deputado: Chico Galindo, que renunciou ao mandato para assumir a Vice-Prefeitura. Hoje o partido não tem assento na Assembleia. A vaga ficou com Wilma Moreira, do PSB e que está licenciada e, com isso, abriu cadeira para o peemedebista Mário Lúcio.  Em âmbito nacional, o PTB conta com 8 senadores, entre eles Fernando Collor, 23 federais e 59 estaduais, 418 prefeitos e 3.942 vereadores.

    Trajetórias

   Collor, que estará em Cuiabá no próximo mês, comandou o país de 90 a 92. Ele era do PRN. Ex-prefeito de Maceió pela Arena e depois deputado federal pelo PDS, Collor se elegeu ao Palácio do Planalto aos 40 anos em 1989, na primeira eleição presidencial direta após 29 anos. Sua vitória foi associada à imagem de juventude, de combate à corrupção e de abertura da economia. Com apenas um ano na presidência, surgiram denúncias sobre a influência de seu tesoureiro de campanha, Paulo César Farias, o PC (já falecido), nos negócios do governo. As suspeitas foram reforçadas pelo irmão do próprio Collor, Pedro, que afirmou existir um esquema paralelo de poder.

     Em maio de 92, o Congresso instalou a CPI do PC, que desvendou uma movimentação milionária de dinheiro envolvendo contas fantasmas e empresas às quais Paulo César Farias estava ligado. Nos meses seguintes, começaram as manifestações populares pelo impeachment do presidente. Jovens, chamados de caras-pintadas, protestavam em todas as partes. Em 29 de setembro, a Câmara aprovou, por 441 votos a favor, 38 contra, uma abstenção e 23 ausências, o afastamento de Fernando Collor, que se instalou na Casa da Dinda. Certo de sua derrota no Senado, Collor renunciou ao mandato em 29 de dezembro de 1992. Eis que em 2006, catorze anos depois, ele elege senador, desta vez pelo PTB.

   Roberto Jefferson, o deputado que detonou o esquema do mensalão, que veio a derrubar ministros, a cúpula do PT e de outras siglas e quase levou o governo Lula à lona, acolheu Collor na legenda petebista de braços abertos. E não poderia ser diferente. Ele foi militante da tropa de choque do ex-presidente da República e sobreviveu a momentos turbulentos da política nacional. Além do processo de impeachment de Collor, resistiu à outra CPI, a do Orçamento. No governo Fernando Henrique Cardoso, Jefferson teve papel fundamental para o rompimento do PSDB com o PFL. No ano seguinte, apoiou Ciro Gomes à Presidência da República. Até hoje ele compara petistas ao demônio. Após denunciar que o governo Lula pagava propina às bancadas governistas para votar projetos, Jefferson acabou tendo mandato cassado. Levou com ele para o buraco figuras como o ex-ministro e ex-deputado José Dirceu que, aos poucos, vai influenciando nos rumos do PT.

    Jefferson e Collor também estão de volta, ditando as regras na política nacional. Um comanda o PTB, com influência nos Estados. O outro, como senador, tenta reconstruir sua história marcada por corrupção. Ambos se juntam em MT aos petebistas Oswaldo Sobrinho e Chico Galindo, que até concedeu título de "Cidade Mato-Grossense" a Roberto Jefferson.

Postar um novo comentário

Comentários (13)

  • Renata | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Só gente com pouca lembrança para se identificar com essas criaturas. Que aliás nunca mais deveriam concorrer a nada.... quer dizer ninguém mais deveria se sequer dar um voto a essas coisas!

  • Antonio Benedito de Assunção | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    CUIABANIA: Estou colocando o meu nome por extenso, a fim de que minha pessoa possa ser identificada facilmente.
    SENHOR GALINDO:

    O Senhor pode fazer o que bem entender, aliás, o Senhor é , infelizmente, Vice-Prefeito. Mas, por favor, Não faça uma afronta tão grande ao povo cuiabano, pois esses dois indivíduos deveriam estar PRESOS. O Roberto é um réu confesso da corrupção - o Collor, todo mundo sabe, traiu o Brasil e os brasileiros. Senhor Galindo, tenha, no mínimo, respeito ao povo honesto de Cuiabá. Em nome da Ética e da moral, eu lhe peço: NAO COMETA UMA AFRONTA CONTRA OS BRASILEIROS QUE AQUI VIVEM. FORA ROBERTO JEFERSON - FORA COLLOR!!!!

  • Benedito Kleber Dos S. Figueiredo- Binho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Hummmmmm........... Só TGENTE BÔA...

  • Paulo Mattos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Parabéns ao Deputado Chico Galindo que, como grande e monumental empresário sabe, definitivamente, escolher boas amizades: Fernando Collor e Roberto Jefferson. Dois políticos do mais alto gabarito, insuspeitos, dedicados, trabalhadores, patriotas. Gente muito boa.
    Recomenda-se que quando da chegada de ambos a esta Capital e nas reuniões festivas das quais participarão use-se roupas brancas listradas de preto. Para homenagear tão expressivas figuras. Afinal, eles são amigos do grande Chico Galindo. Eta nóis...

  • CLAUDIANE FERREIRA COSTA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0



    EU NUNCA ACREDITEI NAQUELA NAQUELA MÁXIMA, HORRIVEL POR SINAL, QUE DIZ ASSIM:
    -FULANO NASCEU COM AQUILO NA LUA!!!. PASSEI A ACREDITAR DEPOIS QUE O CALINDO UM DESCONHECIDO EM MT CUJAS ELEIÇÕES SO FORAM GANHAS COM MUITO TUTU($$$) ,DE DEPUTADO FOI GUINADO À VICE -PREFEITO E DAQUIA POUCO TEMPO SERA O PREFEITO DA CAPITAL SEM TER UM UNICO VOTO...GENTE É OU NAO E TER AQUILO PREGADO NA LUA ...ISSO, É PRO PARA OS CUIABANOS APRENDEREM A VOTAR. O SR. WILSON SANTOS NUNCA TEVE COMPROMISSO COM CUIABA E SIM COM SUA VAIDADE . QUER SER GOVERNADOR DESDE A EPOCA QUE VENDIA JORNAL PELAS RUAS DE CUIABA . E NÃO FICA POR AI, QUER SER PRESIDENTE DA REPUBLICA E DE QUEBRA JA PROXIMO DA APOSENTADORIA QUER TBEM SER DEUS...!!!!!BOTA VAIDADE NISSO. ONDE ESTA A CUIABANIA ...TODOS QUIETOS ADORAM BAJULAR DESCONHECIDOS, DESTE QUE ESTES, POSSUAM MUITO DINHEIRO . NÃO É ISSO OU EU TO ERRADA ??????

  • José | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • ferrari | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Collor foi simplesmente o melhor presidente que o Brasil ja teve...
    por causa dele que hj vemos produtos importados nos supermercados...
    por causa dele que existe concorrencia e disputa de preços...
    o seu unico problema foi fechar as torneiras (R$) da Camara dos Deputados e do Senado, com isso, o legislativo queimou o cara e usou os bestas dos cara pintadas para impor a renuncia do presidente collor

    e hj existe toda essa corrupção, que poderia ser evitada se o collor terminasse sem mandato e fosse reeleito...

    mas o brasil tem os politicos que merece... a Camara de Cuiabá é o exemplo mais claro...

  • silvio arruda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Rogerio Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • jose de souza medeiros | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    tenham dó dos idealizadores do antigo PTB,collor,jeferson,osvaldo,homero,deixam o ptb,respeitem getulio vargas,com voces viciados usarem o poder,iremos morrer...

Juca e os 7 secretários da Câmara

andre pozetti 400 curtinha   O presidente Juca do Guaraná definiu sete dos nove secretários que vão ajudá-lo a administrar a Câmara de Cuiabá. O secretário de Administração é Bolanger José de Almeida. O coronel PM da reserva Edson Leite conduz o Patrimônio e...

Morre mais um pastor da Assembleia

pastor jose alves de jesus 400   A Covid-19 transforma mais um pastor da Igreja Assembleia de Deus em vítima fatal. Morreu nesta terça José Alves de Jesus (foto), que presidia há vários anos o Campo Eclesiástico Autônomo da Igreja de Primavera do Leste e região. Ele estava hospitalizado com o...

Mauro e os "cabeças chatas" do CE

mauro mendes 400   O governador Mauro Mendes está disposto a conhecer a experiência da  educação pública  do Ceará, que há anos apresenta os melhores índices no Ideb e é orgulho dos irmãos Ciro e Cid Gomes, ex-prefeitos de Sobral e ex-governadores. Até pretende...

Seduc e microônibus para municípios

alan porto 400 curtinha   A secretaria estadual de Educação, sob Alan Porto (foto), tem buscado parcerias com prefeituras para construir quadras poliesportivas, laboratórios de informática e escolas, além de ampliar salas de aula, adquirir ares condicionados e microônibus escolares, de modo a atender...

Emanuel é quem mais realizou obras

emanuel pinheiro 400 curtinha   Um levantamento da empresa Percent Pesquisa & Consultoria, feita em Cuiabá entre os últimos dias 13 e 14, destaca que, na percepção de 49% dos cuiabanos, o prefeito reeleito Emanuel Pinheiro (foto) foi o que mais fez obras e serviços. Em segundo lugar, com 19,8%, é citado...

Emendas ajudam Unemat de ROO

thiago silva 400 curtinha   Em reunião com o reitor da Unemat, Rodrigo Zanin, e com o pró-reitor Alexandre Porto, o deputado estadual Thiago Silva (foto) tratou da emenda de R$ 1 milhão para manter o curso de direito e abertura do de jornalismo em Rondonópolis neste ano. E, juntos, definiram o modelo de...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.