Últimas

Quarta-Feira, 07 de Novembro de 2007, 19h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

CONFRONTO

Galvão nega acusações e ataca atual presidente

Washington Galvão, ex-presidente do Sindsep-MT   Numa queda-de-braço com o atual presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Federais de Mato Grosso (Sindsep-MT), Carlos Alberto Almeida, o ex-presidente da entidade, Washington Galvão rebate as acusações de fraudes, conforme denúncias feitas por seu sucessor. De acordo com Galvão, a rixa entre eles se dá em função de Carlos Alberto ter perdido três eleições consecutivas.

     Galvão nega que haja irregularidades na prestação de contas em sua gestão, conforme afirmou Carlos Alberto - leia mais aqui. Ele disse que o presidente está mentindo ao dizer que o valor pendente na instituição é de R$ 1,2 milhão. "O valor correto é de R$ 225 mil", confessa. O ex-presidente alega que não possui todos os documentos que comprovam a regularidade dos gastos, pois no ano passado o Sindsep-MT sofreu um assalto que depredou o prédio. Ele diz ainda que as fraudes, como a compra de perfumes e a emissão de cheques sem fundos, são referentes ao período em que José Nogueira conduzia o sindicato. "O Carlos fazia parte da chapa dele (Nogueira)", completa.

      Denúncia

      O ex-presidente denuncia que Carlos Alberto recebe dois salários, um do Sindsep e outro da Fundação Nacional de Saúde. "Ele (Carlos) ainda não pediu afastamento do cargo da Funasa", disse, ao argumentar que o atual presidente está em desacordo com o estatuto do Sindsep. Além disso, Galvão condena a atitude do sindicalista em demitir seis funcionários sem pagar os devidos vencimentos. 

    Um dos nomes informados por Galvão é o da servidora Gonçalina da Silva Arruda.  "Ele (Carlos) pediu que ela (Gonçalina) o passasse por escrito o valor que o sindicato estava lhe devendo. Mas a cópia foi adulterada", disse. Segundo Galvão, o valor original era de R$ 7 mil, sendo alterado para R$ 17 mil. Após o episódio, registrado em outubro deste ano, o advogado da servidora Vinicius Alves dos Santos ingressou com um processo junto à 4ª Vara do Trabalho da Capital contra o sindicato. (Pollyana Araújo)

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

3 deputados sob certa cordialidade

janaina riva 400 curtinha   Max Russi, Eduardo Botelho e Janaina Riva (foto), que mandam na Assembleia, demonstram entre eles um certo clima de cordialidade, mas chegaram a entrar em queda-de-braço até fechar um novo acordo político sobre a Mesa Diretora. Com a decisão do Supremo de veto a Botelho no comando do...

Expediente na AL só a partir do dia 8

max russi 400   Por causa do aumento da taxa de incidência de Covid-19 entre servidores e parlamentares, as atividades presenciais da Assembleia foram suspensas na quinta (25). O expediente só retoma em 8 de março. Neste período, estão sendo mantidas somente as atividades estritamente essenciais para o...

Estado paga os servidores nesta 6ª

mauro mendes 400 curtinha   Servidores do Estado recebem salário de fevereiro hoje, dentro do mês trabalho. É a sexta vez seguida que o governador Mauro Mendes consegue pagar a folha dos ativos, inativos e pensionistas antes da virada do mês, depois de promover reformas, redução da máquina e...

Sistema de saúde sob colapso em ROO

Em Rondonópolis, cidade-polo da região Sul, que abrange 17 municípios, não há mais leitos de UTI para socorrer pacientes em quadro grave de Covid-19. Todos os 30 do hospital Santa Casa estão ocupados, inclusive um leito de UTI reservado para atender outros casos, acabou destinado para paciente com o novo coronavírus. Há 10 leitos de UTI no Hospital Regional e todos também estão lotados. Várias pessoas em...

Deputado, Mesa da AL e incoerência

claudinei 400   Claudinei Lopes (foto), delegado de polícia que, na onda Bolsonaro, se elegeu deputado pelo PSL, em 2018, se mostra cada vez mais incoerente. É daqueles que gostam de levantar polêmicas e críticas, mas sem consistência. Ele se manifestou, por exemplo, contra a reeleição à Mesa...

Dilmar ensaia disputa para federal

dilmar dal bosco 400   Todos os deputados estaduais querem buscar a reeleição, com exceção de Dilmar Dal Bosco (foto), que está no terceiro mandato. Integrante da nova Mesa Diretora da Assembleia, como primeiro-vice-presidente, e líder do Governo Mauro, Dilmar não esconde o desejo de disputar cadeira...