Últimas

Domingo, 15 de Julho de 2007, 10h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

ARTICULAÇÃO

Geller enfrenta grupo de Maggi e quer Aprosoja

O deputado federal Neri Geller (PSDB) decidiu disputar a presidência da Associação dos Produtores de Soja do Estado (Aprosoja). A eleição acontece no próximo mês. Até lá, Geller não estará mais na Câmara, devido ao retorno à cadeira da titular Thelma de Oliveira. Em que pese se tratar de uma entidade sem fins lucrativos, voltada a incentivar a produção e o consumo de soja e derivados, há forças políticas na disputa pelo comando da Aprosoja.

    Ex-vereador por Lucas do Rio Verde durante dois mandatos (1997/2004), Neri Geller vai enfrentar o grupo que há anos conduz a Aprosoja. A atual diretoria, sob Rui Ottoni Prado, é ligada ao deputado federal Homero Pereira e ao governador Blairo Maggi, maior produtor individual de soja do mundo. A disputa ganha um ingrediente a mais porque a Aprosoja representa um dos segmentos mais importantes que movem a economia mato-grossense. O Estado é o maior produtor nacional da oleaginosa.

   Nos bastidores, Neri Geller fala em unanimidade, com vistas a se eleger com chapa única. Apesar disso, enfrenta resistência do grupo do governador, o que deve tirar sua chance de vitória. Em nome da Aprosoja, Geller já conseguiu marcar posição. Coordenou o Grito do Ipiranga (referência ao município de Ipiranga do Norte). O movimento em protesto contra a política agrícola e econômica do governo bloqueou rodovias em vários Estados. As manifestações começaram por Mato Grosso e chegaram a Mato Grosso do Sul, Paraná, Goiás e Nordeste.

   No ano passado, Geller chegou à primeira suplência na Câmara Federal, com 38.297 votos. Com o licenciamento de Thelma, teve oportunidade de estrear como deputado. Se articulou tanto em defesa dos produtores que passou a fazer parte, como membro-titular, da Comissão de Endividamento e Renda Rural da Câmara. Em maio, liderou uma audiência pública em Cuiabá, com a presença de vários membros da bancada ruralista.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

"Batida" em apresentador por engano

ricardo martins 400   Durante a dupla operação deflagrada pela PF nesta terça em alguns municípios de MT, entre eles Cuiabá, agentes federais, por um equívoco no cumprimento de mandados, acabou batendo na porta do apresentador da TV Cidade Verde, Ricardo Martins (foto). Ele, por sua vez, e para não...

Paccola é cotado para diretor-geral

gianmarco paccola 400   O discreto e atuante delegado Gianmarco Paccola (foto), hoje diretor-geral-adjunto da Civil, já desponta nos bastidores como nome preferencial do Palácio Paiaguás para eventual substituição a Mário Demerval, que deve mesmo deixar o posto de diretor-geral para disputar as...

Luta pra isentar parte dos aposentados

eduardo botelho 400 curtinha   Primeiro-secretário da Assembleia, Eduardo Botelho (foto) disse que foi criada espécie de força-tarefa dos deputados para fechar um acordo com o governo, de modo a ajudar aposentados e pensionistas e portadores de doenças raras para isenção do pagamento da alíquota da...

Investimentos em segurança pública

alexandre bustamante 400   Alexandre Bustamante (foto), secretário estadual de Segurança Pública, é enfático ao afirmar que o Estado tem investido em equipamentos e infraestrutura para combater a criminalidade. Segundo ele, a maior prova disso são os projetos que integram o programa MT Mais. Ao todo, devem...

Folha antecipada em Várzea Grande

kalil baracat 400 curtinha   Com o privilégio de ter assumido a prefeitura em janeiro com superávit de R$ 74 milhões da antecessora Lucimar Campos, o prefeito várzea-grandense Kalil Baracat (foto) quitou a folha de fevereiro na última quinta (25), três dias antes da virada do mês. São cerca de...

Grupo de risco em casa até 31 de maio

Em novo decreto, dentro das medidas emergenciais e temporárias de prevenção ao Covid-19, o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro determinou que servidores municipais que integram o chamado grupo de risco não devem trabalhar presencialmente nas secretarias e/ou órgãos da administração. São considerados desse grupo servidores acima de 60 anos, imunodeprimidos e/ou portadores de doenças crônicas e servidoras grávidas e...