Últimas

Quarta-Feira, 22 de Abril de 2009, 15h:10 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

BENS

Genro de Arcanjo volta a ser condenado por estelionato

   O genro do ex-policial João Arcanjo Ribeiro, Diniz Almeida Queiroz Junior, foi condenado a três anos e oito meses de reclusão por estelionato qualificado (reincidência), e ao pagamento do valor mínimo de R$ 100 mil devido aos prejuízos causados à Justiça Federal, responsável pela administração dos bens do ex-comendador. A sentença foi proferida na última sexta (17), pelo juiz da 1ª Vara Federal, Julier Sebastião da Silva, após denúncia do Ministério Público (MPF) - confira aqui a íntegra da decisão. Segundo a promotoria, apesar da justiça ter determinado a apreensão e o sequestro dos bens, direitos e valores de Arcanjo, Diniz Junior estava recebendo aluguéis de imóveis de propriedade do ex-comendador. Na denúncia consta, inclusive, que o genro de Arcanjo teria firmado contrato de arrendamento da Chácara Estância 21. Também teria recebido, ao longo de 2004, os aluguéis decorrentes de um contrato de locação de imóvel urbano, situado à avenida Fernando Corrêa da Costa, em Cuiabá. 

   Em depoimento, Diniz Junior admitiu ter administrado os bens de Arcanjo entre dezembro de 2002 a fevereiro de 2007, mas alegou que usou o dinheiro na conservação dos imóveis. Diante disso, o denunciado solicitou a absolvição ao juiz Julier Sebastião da Silva. Contudo, conforme o magistrado, a defesa não conseguiu atestar a veracidade dos fatos, pois o acusado não possuía autorização judicial para administrar os bens de Arcanjo, ou mesmo firmar contratos de locação e arrendamento. Diniz Junior também não apresentou à justiça a prestação de contas referente ao recebimento ilegal do dinheiro oriundo da administração dos imóveis.

   Diante da acusação do MPF e devido à "reiteração da conduta fraudulenta em três oportunidades (...), impõe-se a condenação do acusado", sentenciou Julier. Esta é a terceira condenação de Diniz Junior. Ele já foi condenado pela Justiça Federal a dois anos e um mês de reclusão e 12 dias-multa, o equivalente a um décimo do valor do salário mínimo vigente à época dos fatos. Posteriormente, diante da reincidência, a pena foi majorada para dois anos e nove meses de reclusão e 16 dias-multa - um décimo do salário mínimo da época. Ao ser caracterizada a continuidade do delito, o juiz Julier Sebastião aumentou a pena para três anos e oito meses de reclusão e 21 dias-multa, equivalente a um décimo do valor do salário mínimo. O réu deverá cumprir a pena, inicialmente, em regime aberto. Em contrapartida, terá que arcar com o pagamento das custas processuais. (Andréa Haddad)

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • DITO CUIABÁ | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    SAI FORA JULIER DESTE PARTIDÃO DE MALAS...AQUI E ALHURES...O SR TEM UM NOME A ZELAR...O ANTERO TÁ DE OLHO NO SENHOR...AQUELA SUA FOTO EM FRENTE O PRÉDIO DA JUSTIÇA FEDERAL PEGOU MAL (É AUTO PROMOÇÃO)...MENOS VAIDADE DR JULIER SEBASTIÃO DA SILVA...ME PARCE QUE O SR TEM ORIGEM HUMILDE AÍ DA CHAPADA(NÃO SEI) MAS NO FINAL DA DÉCADA DE 80 TESTEMUNHAVA O SR. COMENTO NO RESTAURANTE UNIERSITÁRIO (R.U.)..É HOMEM DE CORAGEM, O SR E O PROCURADOR TAQUES ESTÁ NO IMAGINÁRIO COLETIVO COM ESTA DEFINIÇÃO...JUÍZO, SR JUIZ!!!

Beco do Candeeiro só abrirá em abril

Carlina 400   A secretária municipal de Cultura, Esporte e Lazer, Carlina Jacob (foto), em visita ao Grupo Rdnews, revelou que a revitalização do Beco do  Candeeiro, que foi concluída em janeiro, será entregue à população em abril, nas comemorações dos 302 anos de...

Águas, expansão e investimentos

william figueiredo 400 aguas cuiaba curtinha   O diretor-geral da Águas Cuiabá, executivo William Figuereido (foto), disse, em visita à sede do Rdnews, quando aproveitou para conceder entrevista à tv web Rdtv, que a concessionária já distribui água para toda Cuiabá e que, em quase quatro anos...

Creci combate empresas irregulares

benedito odario 400 curtinha   O presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado, Benedito Odário (foto), aproveitou a operação desenvolvida na quinta, com apoio da Polícia Civil e da Decon, para enfatizar que não dará trégua àquelas empresas que, irregularmente,...

Cuiabá paga fevereiro aos servidores

emanuel pinheiro 400   A Prefeitura de Cuiabá quitou nesta sexta (26), último dia útil do mês, a folha de fevereiro. Desde quando assumiu o Palácio Alencastro, em janeiro de 2017, o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) tem conseguido pagar o funcionalismo dentro do mês trabalhado. Aliás, essa prioridade,...

3 deputados sob certa cordialidade

janaina riva 400 curtinha   Max Russi, Eduardo Botelho e Janaina Riva (foto), que mandam na Assembleia, demonstram entre eles um certo clima de cordialidade, mas chegaram a entrar em queda-de-braço até fechar um novo acordo político sobre a Mesa Diretora. Com a decisão do Supremo de veto a Botelho no comando do...

Expediente na AL só a partir do dia 8

max russi 400   Por causa do aumento da taxa de incidência de Covid-19 entre servidores e parlamentares, as atividades presenciais da Assembleia foram suspensas na quinta (25). O expediente só retoma em 8 de março. Neste período, estão sendo mantidas somente as atividades estritamente essenciais para o...