Últimas

Quarta-Feira, 06 de Maio de 2009, 10h:54 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

NOVA MUTUM

Gestão Adriano empurra dívida de R$ 598 mil ao sucessor

   O ex-prefeito de Nova Mutum (a 202 km de Cuiabá), Adriano Pivetta (PPS), irmão do empresário e deputado estadual Otaviano Pivetta (PDT), deixou uma dívida de R$ 598,4 mil junto à Previdência Social para seu sucessor, o peemedebista Lírio Lautenschlager. O prefeito ficou na bronca com o débito que, segundo ele, fere a Lei de Responsabilidade Fiscal. “Nós trabalhamos com recursos públicos, e, justamente por isso, devemos ter um compromisso ainda maior no seu gerenciamento”, dispara Lírio, opositor à gestão Pivetta.

  Segundo DG-Débito confessado em GFIP da secretaria da Receita Federal, a prefeitura acumula uma dívida de R$ 596,4 mil junto ao Fundo, sendo R$ 349,4 mil do chamado valor originado e R$ 247 provenientes de juros. “Agora, teremos que transferir recursos que seriam aplicados em  benefício da população, na saúde ou na infraestrutura, para arcar com dívidas do passado e que já deveriam ter sido honradas. Isso não deveria acontecer”, reclama. O não-pagamento das dívidas implicará na inclusão da prefeitura no Cadastro Informativo de Créditos não Quitados do Setor Público Federal, o Cadin. A partir destes dados, o governo federal restringe ou proíbe a concessão de crédito, incentivos fiscais e financeiros, bem como à celebração de convênios, acordos, ajustes ou contratos.

   Lírio se elegeu com 7,8 mil votos. O republicano Joaquim Diógenes Jacobsen teve 3,4 mil votos e ficou com o segundo lugar. Já Alice Marlene Faccio Santos (PT) amargou a última posição com apenas 1,7 mil votos. (Patrícia Sanches)

---------------------------------------------------------------------------------
Clique aqui e veja os documentos que comprovam a dívida

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Alinor | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    KKKKKKKKKKKK...igual ao irmão Otaviano.

  • Ricardo mioto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

Taisir coordena campanha de Eliene

taisir karim 400 curtinha   O ex-reitor da Unemat e uma das lideranças do PSD na região Oeste, Taisir Karim (foto), que chegou a se lançar de última hora como pré-candidato a prefeito de Cáceres, mas logo em seguida recuou, será o coordenador-geral da campanha de Eliene Liberato (PSB), atual...

Inaugurados 67 km de asfalto da 020

mauro mendes 400 curtinha   O governador Mauro Mendes (foto) inaugurou nesta 5ª a pavimentação de 67,5 km da MT-020, entre Paranatinga e Canarana. Essa estrada faz parte do pacote de obras que foi retomado e já concluído nesta gestão. Foram investidos R$ 45 milhões do governo estadual. O...

Saggin critica "ditadura" e apoia Raye

paulo raye 400 curtinha   O empresário e advogado Sandro Saggin, que desistiu da candidatura a prefeito de Barra do Garças e agora apoia Paulo Raye (foto), do Pros, explica que em nenhum momento os diretórios estadual e nacional do Podemos, de cujo partido é filiado, encaminharam qualquer orientação aos...

Pode abandona Raye e pune Saggin

sandro saggin curtinha 400   Sandro Saggin (foto) amargou outra derrota em Barra do Garças. Inicialmente, seria candidato a prefeito pelo Podemos. Mas resolveu, por conta própria, levar o partido para uma coligação com partidos de esquerda que lançaram o ex-prefeito Paulo Raye, apoiado pelo PC do B, PT e Pros. A...

Ex-vereador recua para apoiar primo

divino 400 barra do bugres   Ex-vereador, ex-presidente da Câmara e empresário bem sucedido, Chico Guarnieri (PTB) não será candidato a prefeito de Barra do Bugres nas eleições deste ano. Guarnieri, que disputou a prefeitura em 2016, até ensaiou, mas recuou ao ver que o primo, pedetista Doutor Divino...

3 ex-prefeitos viram cabos eleitorais

percival muniz 400 curtinha   Dois candidatos de oposição em Rondonópolis têm ex-prefeitos como principais cabos eleitorais. O empresário Luiz Fernando, o Luizão (Republicanos), conta com apoio de Adilton Sachetti, que já comandou o município e perdeu na tentativa de reeleição, e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.