Últimas

Domingo, 19 de Abril de 2009, 09h:13 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

MÚSICA

Gil canta em protesto às desigualdades sociais

  No final de 1968, durante o governo Médici, duas semanas após a assinatura do Ato Institucional nº 5, que causou o acirramento da ditadura militar (64-85) e das perseguições políticas, o cantor e compositor Gilberto Gil foi preso em São Paulo, sob a acusação de desrespeitar a bandeira e o hino brasileiros. Foi levado para o quartel do Exército de Marechal Deodoro. Outros artistas, como o também baiano Caetano Veloso, sofreram a mesma perseguição.

  Libertado do cárcere, em fevereiro de 1969, Gil ficou proibido de se apresentar ou dar qualquer declaração em público. Na Bahia, cinco meses depois, ele ainda participou de um espetáculo de despedida, no Teatro Castro Alves, juntamente com Caetano, que deu origem ao álbum Barra 69. E compôs a música Aquele Abraço.

   Mas, diante das inúmeras proibições e perseguições sofridas, ele decidiu partir para a Inglaterra, exilando-se com a esposa (Sandra Gadelha) em Londres. Gilberto Gil viveu no exílio de 1969 a 1972. Nesse ano, de volta ao país, ele lançava o disco Expresso 2222. O compositor ingressou na política em 1988. Então no PMDB, se elegeu vereador por Salvador. Quase uma década depois veio a ser ministro da Cultura do governo Lula. Deixou o posto há 2 anos.

   -----------------------------------------------------

    Quase todas letras de suas canções denunciam as mazelas e as injustiças sociais. Gil gravou, por exemplo, Them Belly Full, de Carlton Barrett e Lecon Cogill, cuja letra expõe as desigualdades - confira aqui e no link abaixo para ouví-la.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Rejeição a Abílio sobe e cai a de EP

abilio junior 400 curtinha   Nos últimos 15 dias, o candidato a prefeito da Capital, Abílio Júnior (foto), do Podemos, viu a rejeição aumentar 12 pontos percentuais, quase um por dia, saindo de 19% para 31%, de acordo com a nova rodada da pesquisa Ibope, divulgada nesta sexta pela TV Centro América....

Fávaro deixa governador em saia-justa

carlos favaro 400 curtinha   O senador interino do PSD, Carlos Fávaro (foto), que busca a reeleição, deixou o governador Mauro Mendes (DEM) em uma saia-justa em Barra do Garças. Mendes, que já declarou apoio no horário eleitoral ao candidato à sucessão municipal Wellington Marcos, do mesmo...

Sob efeito-cavalo paraguaio em ROO

thiago muniz 400 curtinha   Em Rondonópolis, o candidato a prefeito, vereador e empresário Thiago Muniz (foto), se transformou num cavalo paraguaio, expressão muito usual no futebol quando se refere a um time que dispara no início do campeonato mas, lá pela metade, começa a cair pelas tabelas. Acreditava-se...

Lula na TV deve afundar mais Julier

lula 400   O advogado Julier Sebastião da Silva, que disputa pela segunda vez a Prefeitura de Cuiabá - na primeira, em 2016, pelo PDT, ficou em terceiro lugar e, agora, pelo PT -, levou para o seu horário eleitoral o ex-presidente Lula (foto). A participação, com pedido de voto para Julier, da maior...

Na contramão dos investimentos

jose wenceslau 400 curtinha   Ao invés de reconhecer e aplaudir a iniciativa do governo estadual, que anunciou investimentos de R$ 9,5 bilhões em obras e ações, sendo R$ 6 bilhões (63%) de recursos próprios, a Fecomércio-MT, sob José Wenceslau Júnior (foto), reagiu com críticas....

Filho de ex-deputado rumo a vereador

willy taborelli 400   O coronel PM da reserva e ex-deputado estadual Perry Taborelli, que concorreu e perdeu para prefeito de Várzea Grande em 2016, lançou de novo o filho à cadeira de vereador. Trata-se do jovem advogado Willy Jacyntho Taborelli (foto), de 32 anos. Desta vez, ele concorre pelo PV. Na eleição...