Últimas

Segunda-Feira, 17 de Novembro de 2008, 10h:08 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:21

CHAPADA DOS GUIMARÃES

Gilberto não admite equipe de transição, diz Elias

Elias Santos (PMDB), vice-prefeito de Chapada dos Guimarães   O vice-prefeito eleito de Chapada dos Guimarães, Elias Santos (PMDB), que conduzirá o município como espécie de reserva de Flávio Daltro (PP) pelos próximos 4 anos, reclama da resistência de Gilberto Mello (PR), derrotado nas urnas na  tentativa de reeleição, quanto à negativa do gestor em aceitar os trabalhos da equipe de transição. Segundo Elias, Gilberto estaria dificultando de todas as formas os trabalhos da equipe, composta pelo economista e advogado Pedro Aparecido, pelo presidente do diretório municipal do PMDB, João Siqueira, e pela coordenadora financeira da campanha de Daltro, Selma.

   Irmão do prefeito cuiabano Wilson Santos, Elias explica que Gilberto Mello avisou que antes da diplomação dos eleitos, que acontece em 18 de dezembro, ninguém terá acesso aos dados da prefeitura. "A diplomação está longe. Não podemos esperar até lá, porque o tempo para detectar e resolver problemas será pequeno demais", argumenta.

  O vice diz ainda que Gilberto, após ser derrotado nas urnas, tem realizado ações no intuito de prejudicar a próxima administração. "Os boatos que correm pela cidade é que ele (Mello) descredenciou as equipes do Programa Saúde da Família. Para recredenciar essas equipes demora entre 6 meses e um ano", diz Elias. Além disso, o prefeito teria terceirizado o transporte escolar no município e já estaria há 4 meses sem pagar o salário desses servidores, o que ocasionou o fim dos serviços.

   Outra reclamação de Elias Santos é sobre uma balsa que acabou afundando. Ela era o meio de transporte de pessoas na região do João Carro. "Não estou dizendo que foi ele (Gilberto), mas essa é a conversa entre os moradores de Chapada. O fato de ele não permitir os trabalhos da equipe de transição faz com que a gente reflita sobre a veracidade da autoria destes problemas", argumenta o peemedebista.

  Sobre o secretariado da próxima gestão, o vice-prefeito eleito garante que embora os nomes não tenham sido escolhidos, já está determinado que os partidos que fazem parte do arco de alianças de Daltro (PP, PMDB, PT, PSDB, PPS e uma ala dissidente do DEM) ocuparão as seis principais secretarias. No total, a Prefeitura de Chapada dos Guimarães abriga atualmente 9 pastas. "Estamos trabalhando em consenso, de uma forma muito tranquila".

   O PMDB demonstra vontade de ocupar a Saúde, enquanto o PT deve ficar com a Educação. Já o PSDB pode ficar com a Agricultura, mas tem simpatia também pela Saúde. O DEM fica com a Secretaria de Obras e o PP e o PPS estão decidindo quanto ao Turismo e Administração, explica Elias. Ele ressalta que apenas o novo secretário de Finanças será uma indicação de Daltro. (Flávia Borges)

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • Ronaldo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A situação da Prefeitura de Chapada dos Guimarães está caótica, 2 meses de salários atrasados, prejudicando o funcionamento tanto da prefeitura, tanto das secretarias de saúde, educação, etc.
    Vamos prestar atenção prefeito, tem muitas familias que precisam desse dinheiro.

  • ze | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    o gilberto deve estar com uma diarreia doida,apertou essa criança ela solta puum e vai para o banheiro, chora bate pe, rola no chao, bate com a cabeça na parede, xinga a mae, olha é um menino traveso e mimado. agora quando abrir aquela casa de viuva que ele e sua ratatuia comandava (prefeitura), ave lola. Vai faltar tora de madeira para colocar carcaça de carro depenados.

  • Ferreira tito | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    esse PR
    não tem jeito
    em Rondonopolis
    em chapada
    em Cuiaba


    perderam e não aceitam
    e um partido de filinho de papai
    quer ganhar tudo de graça e facil...

  • antonio carlos caxias junior | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Este Cidadâo, se é que pode assim ser chamado, já errou tanto com o Município de Chapada, que deveriam é verificar se ele está de juízo perfeito, já não basta ter obrigado chapadenses nascerem em Cuiabá e Campo Verde, por falta de uma Saúde dígna para o nascimento dos futuros cidadãos, agora se furta a responsabilidade de viabilizar à próxima gestão, que foi homologada pelas urnas, no último pleito, com o simples e elegante gesto de aceite de um grupo de transição, que é normal, de uma gestão a outra e indicada, nada menos, que pelo novo Mandatário do Cargo, Prefeito Eleito, Flávio Daltro. Gilberto devia estar é com vergonha pelo povo de Chapada, por ser um antidemocrático, que mais uma vêz desrespeita a vontade Popular, que através das urnas disse não aos seus desmandos, e com certeza agora com mais essa atitude, o execrará de qualquer chance futura de se redimir junto a esse povo tão hospitaleiro,ordeiro e sábio que é o CHAPADENSE,torço para que o Daltinho use de toda a sua astúcia e drible essa ação irreponsável desse que se diz dono da Prefeitura. Com Certeza terá a Melhor Administração da sua história, os projetos são muito bons e VIÁVEIS, e com certeza ninguém vai se quer lembrar desse Desastre que foi a administração Gilberto Melo.

  • valmir molina | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse é outro do time dos desequilibrados do PR pós-eleição.Essa escola da Terezinha Maggi é muito boa .para receber adeptos

  • jose antonio bruno | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Srº Vice Prefeito de Chapada dos Guimarães ,Elias Santos , é grave o descredenciamento das equipes de saude, se realmente isso for verdade , tem que se levar o caso para o Ministerio Publico, para cobrar as responsabilidades do atual prefeito

  • BENEDITA MORAES | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    EU CONCORDO COM O GILBERTO DE NÃO DEIXAR A EQUIPE DE TRANSIÇÃO ENTRAR O PEDRAO FEZ A MESMA COISA O TREME TERRA TAMBEM ENTÃO QUAL O PROBLEMA. CADA UM NO SEU QUADRADO. ELE FOI O DALTRO ENTRA DIA 01 DE JANEIRO DE 2009 ESTAMOS AINDA EM 2008 ENTÃO MEUS CAMARADAS ME POLPE.
    DIGO MAIS ESPERO QUE ESSE ELEITO DE AGORA FAÇA PELO MENOS 10% DO QUE GILBERTO FEZ PORQUE ELE TRABALHOU MUITO PELA CIDADE SÓ NÃO SAIU DANDO TAPINHA NAS COSTA DO POVO POR QUE AQUI NA CHAPADA O QUE IMPORTA PRA ESSE POVO E O PREFEITO VIVER DIAS A POS DIAS DANDO TAPINHA NAS COSTA POR QUE SE NÃO SÃO ASSIM E GOSTAM DE TRABALHAR ELE VIRAM AS COSTA.

  • HELIO DIAS | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    EI ELIAS O CASO E O SEGUINTE VOCES VAO ASSUMIR EM 01 DE JANEIRO ENTÃO CAMARADA ATE LÁ O PREFEITO E O GILBERTO, E NÃO TEM ESSA DE TRANSIÇÃO, ESPERA SEU TEMPO VAI CHEGAR E O POVO DE CHAPADA VAI SE ARREPENDER, POIS QUEM CONHECE BEM VOCES SABE O QUE VAI ACONTECER EM CHAPADA,

  • rafael jose de siqueira neto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    muito bem elias, poe quente ai em chapada
    torço pela sua administração. mostre pra esses elmofadinhas que o povo tambem sabe governar.

PTB tem 25 e deve eleger 2 à Câmara

misael galvao 400 curtinha   O PTB lançou 25 nomes a vereador em Cuiabá. E a tendência é de eleger entre um e dois. As maiores apostas são os seus próprios vereadores: Misael Galvão (foto) e Adevair Cabral, respectivamente, presidente e primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara....

Retorno à Câmara após 6 mandatos

fulo 400 curtinha   Figura bastante popular, especialmente na região da Vila Operária, Lourisvaldo Manoel de Oliveira, o Fulô (MDB), que foi vereador de Rondonópolis por seis mandatos, está de volta. Hoje suplente, ele assume provisoriamente nesta segunda a cadeira do titular Thiago Muniz, que pediu licença...

Bolsonaro nem aí para políticos de MT

nelson barbudo 400 curtinha   O cerimonial da Presidência da República deu de ombros para os políticos, inclusive para a bancada federal mato-grossense, na visita de Bolsonaro, sexta, em Sinop e Sorriso. Alguns tentaram, de forma insistente, tirar foto com o presidente. E até conseguiram. Mas o capitão preferiu...

Tião com Flávio e "pau" nos Campos

tiao da zaeli 400 curtinha   A maior bronca dos Campos em Várzea Grande hoje é com o ex-prefeito Tião da Zaeli (foto), que motivou o amigo e empresário Flávio Vargas, dono do frigorífico Frical, a entrar na disputa à sucessão municipal. E Flávio conseguiu construir um amplo arco de...

A única dos maiores fora da reeleição

rosana martinelli 400 curtinha   Seis dos 10 prefeitos dos maiores municípios de MT poderiam disputar a reeleição neste ano por estarem no primeiro mandato ou já tendo exercido outros não consecutivos. E, destes, somente Rosana Martinelli (foto), de Sinop, não se recandidatou. Percebeu dificuldades...

Poconé tem 4 no páreo; Euclides dança

euclides santos 400 curtinha   Em Poconé, o ex-prefeito Euclides Santos (foto) nadou e morreu na praia. Numa queda de braço dentro do PSDB, Euclides, que havia se mudado para Cuiabá e tem o filho na disputa para vereador, perdeu espaço e autonomia para a ex-prefeita Meire Adauto, presidente municipal da legenda tucana e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.