Últimas

Quarta-Feira, 25 de Julho de 2007, 10h:08 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

EXECUTIVO

Governador cria Conselho e "amarra" os Poderes

Blairo Maggi cria Conselho para discutir situações emergenciaisSeguindo o exemplo do presidente Lula, o governador Blairo Maggi instituiu o Conselho de Governo para se pronunciar sobre assuntos complexos, momentos de crise e diante de problemas emergenciais. Com isso, numa jogada estratégica de dividir responsabilidade, Maggi acaba "amarrando" os Poderes Judiciário e Legislativo, além do Ministério Público, Tribunal de Contas, Defensoria Pública e a OAB. Compromete também várias outras instituições e entidades com as causas do Poder Executivo.

   De acordo com a Lei 8.685, já com aval da Assembléia, o governador poderá convocar os seus secretários ou representantes de quaisquer entidades para participar das reuniões. O Conselho ganha autonomia para requisitar de órgãos e entidades públicos as informações e estudos que se fazerem necessários ao exercício de suas atribuições. Agora, Maggi tem até 23 de agosto para definir o Regimento Interno.

   Compõem também o Conselho líderes partidários. Assim, o governador chama para o Palácio Paiaguás para opinar até partidos adversários, como o PSDB, dono de duas cadeiras na Assembléia. Os presidentes Paulo Lessa (Tribunal de Justiça), José Carlos Novelli (Tribunal de Contas), Sérgio Ricardo (Assembléia Legislativa) e o chefe do Ministério Público Estadual, procurador-geral de Justiça Paulo Prado, serão convocados eventualmente para "socorrer" o governo em alguma situação de gravidade ou complexidade que venha causar implicações sociais. Cabem a esses Poderes ou órgãos vinculados, por dever constitucionar, fiscalizar e julgar atos do próprio governo.

   Blairo Maggi também chamou à responsabilidade o presidente da OAB/MT, Francisco Faiad, o presidente da Associação Mato-Grossense dos Municípios (AMM), José Aparecido dos Santos, o Cidinho, o dirigente da União das Câmaras Municipais do Estado (Ucmmat), Aluízio Lima, e também a defendora-pública-geral Karol Rotini. Integram ainda o Conselho entidades como as federais da Indústria (Fiemt), do Comércio (Fecomércio), da Agricultura e Pecuária (Famato), dos Trabalhadores na Agricultura (Fetagri) e na Indústria (Fetiemt). 

Quem compõe o Conselho de Governo

Governador Blairo Maggi (presidente)
Vice-governador Silval Barbosa
Secretário-chefe da Casa Civil João Malheiros
Presidente da Assembléia Legislativa Sérgio Ricardo
Presidente do Tribunal de Justiça Paulo Lessa
Procurador-Geral de Justiça do Estado Paulo Prado
Defensora-Geral do Estado Karol Rotini
Presidente do Tribunal de Contas José Carlos Novelli
Líderes das bancadas partidárias na Assembleía Legislativa PR, DEM, PDT, PP, PT, PTB,PPS e PSDB
Líder do governo na Assembléia Mauro Savi
Presidente da Famato Homero Pereira
Presidente da Fecomércio Pedro Nadaf 
Presidente da Fiemt Mauro Mendes
Presidente da Fetagri Adão da Silva
Presidente da Federação dos Trabalhadores na Indústria (Fetiemt) Ronei de Lima
Presidente da AMM José Aparecido, o Cidinho
Presidente da OAB/MT Francisco Faiad
Presidente da União das Câmaras Municipais Aluízio Lima Pereira

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Paulo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ISSO E UMA VERGONHA PARA NOSSO ESTADO E O NOSSO PAÍS NÃO TEM GEITO MESMO

  • Marcelo Souza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Parabéns Blairo maggi, acho a sua administração enganosa que o povo só vai descobrir quando outro governante assumir, mas pela primeira vez admito que vc teve uma excelente idéia desejo realmente que tenha muito sucessos

  • Jair | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Tá parecendo o governo Lula (PT), conselhos demais, reuniões demais e ações de menos.
    O Estado precisa é de decisões e pulso firme para implanta-las.
    Os políticos só querem o bônus do cargo público, nunca o ônus das decisões que precisam ser tomadas, por isso ficam criando esses tipos mecanismos para se eximir das responsabilidades.

  • Carlos Arruda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Meu Deus, isso é uma vergonha, um governo feito de demagogia e falsos descursos. E o pior, a cada evento ou parceria realizada por um dos poderes, os puxa sacos de plantão estão todos lá prontos a aplaudir. Enquanto isso a educação, a saúde e a segurança no Estado continuam a mesma vergonha.Se colocar tudo em um saco TJ,Executivo, Legislativo, MPE não sobra um.

  • Britto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Nunca votei em Blairo, mas sei que muitos deste que hoje reclama do governo,são daqueles que vivi reclamando de qualquer governo, para eles se Deus for governo não irá agrada a ninquem.

Três derrotas do marqueteiro Antero

antero de barros curtinha 400   O ex-senador, jornalista e marqueteiro Antero de Barros (foto) não levou sorte nas campanhas eleitorais as quais coordenou nestas eleições. Em Lucas do Rio Verde, empurrou à reeleição o prefeito Luiz Binotti que, mesmo com o poder da máquina, perdeu para o...

Lideranças jogaram duro contra EP

carlos favaro 400 curtinha   Emanuel Pinheiro teve uma reeleição sofrida em Cuiabá. Lutou contra os principais líderes políticos, que se juntaram em torno da candidatura de Abílio, uns publicamente, outros nos bastidores. O governador Mauro Mendes, por exemplo, jogou pesado para tentar derrotá-lo....

Bezerra ignora filiado do seu filiado

carlos bezerra 400   Carlos Bezerra (foto), o "cacicão" do MDB, abandonou antes da hora o palanque de Emanuel Pinheiro, mesmo se tratando do filiado mais importante em representatividade partidária no Estado. Bastou a pesquisa Ibope mostrar que o prefeito da Capital estava atrás de Abílio nas intenções de...

Sob ataques e humilhação e vitorioso

emanuel pinheiro 400 curtinha   Emanuel Pinheiro (foto) se emocionou ao falar com a imprensa neste domingo, pela primeira vez como prefeito reeleito. Lembrou que foi atacado não só neste período eleitoral, mas desde o início do mandato. Destacou a aprovação popular, com 86% de avaliação...

PT na oposição independente do eleito

edna sampaio 400   Independente de quem ocupar o Palácio Alencastro, a partir de janeiro, a professora Edna Sampaio (foto), única eleita pelo PT à Câmara de Cuiabá, fará oposição ao prefeito. E dá sinais de que será uma parlamentar bastante atuante. Neste segundo turno, como o seu...

Secretário não consegue eleger Fred

fred gahyva 400 curtinha   O vereador licenciado e secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, foi um cabo eleitoral incansável pela candidatura de Fred Gahyva (foto) a vereador pela Capital. Ele liderou reuniões nas unidades de saúde, reforçando pedido de voto para o aliado e amigo de...

MAIS LIDAS