Últimas

Sexta-Feira, 08 de Agosto de 2008, 12h:07 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:21

MEIO AMBIENTE

Governador critica demora da Arco Verde em MT


Maggi durante 2º Encontro de Governadores da Amazônia
Foto: Ednilson Aguiar

   O governador Blairo Maggi (PR) manifestou, mais uma vez, sua indignação em relação à Operação Arco de Fogo no 2º Encontro de Governadores dos Estados da Amazônia Legal que acontece nesta sexta (8) no Centro de Eventos do Pantanal, na Capital. Ele criticou ainda a demora do governo federal em dar início à Operação Arco Verde que já foi lançada em junho deste ano e até agora não chegou a Mato Grosso. "Na hora de punir eles (do governo federal) convocam as partes para discutir, mas na hora de beneficiar os Estados eles nos excluem".

   Ao contrário da Arco de Fogo, a Operação Arco Verde tem a intenção de ajudar os municípios considerados campeões em desmatamento, conforme dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Está previsto R$ 1 bilhão para gastar com projetos de reflorestamento e recuperação de áreas degradadas. Maggi demonstrou de novo seu descontentamento com a Arco de Fogo, desencadeada neste ano pela Polícia Federal e pelo Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama). A operação puniu com "mãos de ferro" a classe madeireira. "Eles (do governo federal) gastaram milhões numa operação que não gerou bons resultados".

   Maggi afirmou ainda, em seu discurso, que não vai discutir somente questões ambientais, já que o ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, não está presente. "Amazônia não é só meio ambiente. Não podemos nos apegar apenas às questões ambientais. Temos que discutir também melhorias sobre educação e saúde, por exemplo". Por outro lado, o governador diz que não está deixando de lado os problemas relacionados ao meio ambiente. "Não estamos deixando a questão ambiental em segundo plano". (Pollyana Araújo e Vívian Lessa)

(Às 14h30)Maggi retoma discussão sobre meio ambiente

   Apesar de afirmar que não iria discutir a questão  ambiental, o governador Blairo Maggi disse que aguarda a vinda da Operação Arco Verde para o Estado. "O fogo (Arco de Fogo) veio e o verde (Arco Verde) não chegou", reivindicou.

(16h)Ivo Cassol critica morosidade do governo Federal 

   A exemplo de Maggi, o governador de Rondônia, Ivo Cassol, último a chegar no 2º Encontro dos Governadores da Amazônia Legal, em Cuiabá, disparou criticas ao governo federal sobre a questão ambiental. “Eles (da União) precisam ajudar a cuidar (do meio ambiente). É fácil àqueles que moram em São Paulo ou Rio de Janeiro apontar falhas e não colocar a mão no bolso afim de contribuir para o fim do desmate ilegal”, ressaltou.

  Cassol questionou o fato do seu Estado, Rondônia, receber o título de campeão em desmate. Segundo ele, é preciso que os produtores que protegem o meio ambiente sejam indenizados. “É preciso combater os maus profissionais, empreendedores e empresários. Não podemos repetir o feito da operação Arca de Fogo”. De acordo com o governador, a operação que foi desencadeada por 6 meses na Amazônia só gastou os recursos disponibilizados pelo governo federal.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Jacyara | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Gostei do encontro dos governadores, e saliento alguns pontos:
    01- Carlos Minc, não veio pela insensibilidade do governador e Mangabeira Ungler disse: Não se discute a amazonia sem a presença do ministro do meio hambiente.

    02- O discurso de sua excelencia o governador, embora formal foi muito bom, gostei.

    03- UFMT - Paulo Speler - Magnifico Reitor -, foi saudado e homenageado por sua excelecia pelos ótimos resultados apresentados pelo Enad - referindo-se a Faculdade de medicina. Parabens governador.

    04- Mangabeira Ungler, matou a pau, brilhante, objetivo, direto, sem frescura, retórica ou outros artificios. FABULOSO.

    05- SOLICITAÇÃO: Transcrição nesta coluna da fala de Ungler.

    Jacyara

  • miramar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Oras o governador agora tá apurado no reflorestamento de mato grosso, porque não providênciou o replantio antes que saísse na imprensa, quando fez o desmate não procurou o gov federal agora que é para gastar com o reflorestamento ele tá com pressa? Se vira afinal alguns milhões para aju dar a salvar,pelo menos o nosso estado que sua turma desmatou não vai fazer nem cócegas.....

Reconhecimento de um governo ruim

pedro taques 400   Pedro Taques (foto) recorreu a uma observação feita pela mãe, professora Eda Taques, de que fora melhor senador do que governador. No horário eleitoral, o candidato ao Senado, agora pelo SD, menciona a frase da mãe para, em seguida, dizer que reconhece que sua atuação em...

Apoiado por deputados bolsonaristas

jose medeiros 400 curtinha   Um dos vice-líderes do Governo Bolsonaro na Câmara, o deputado José Medeiros (foto), do Podemos, vem recebendo apoio na disputa ao Senado de vários parlamentares bolsonaristas. O chamado núcleo duro do presidente no Congresso Nacional está com Medeiros, entre eles os deputados...

Justiça barra ficha suja em Poconé

clovis martins 400   A Justiça Eleitoral barrou em Poconé o ex-prefeito Clovis Damião Martins (foto), considerado ficha suja. Está inelegível por oito anos. Filiado ao PTB, ele foi condenado pelo TCU por irregularidade insanável que configura ato doloso de improbidade administrativa. Enquanto...

3 estão fazendo pesquisa em Cuiabá

Três institutos de pesquisa entraram em campo na capital nesta semana para levantar as intenções de voto para prefeito. São eles: Malujoa Comunicações, que geralmente divulga os resultados no site Olhar Direto; a Voice Pesquisas e Comunicação, do site Midianews; e Real Time Big Data. A Voice poderá tornar públicos os números apurados da pesquisa a partir de segunda (26), enquanto os outros dois estão autorizados...

Marino enaltece Leitão para o Senado

marino franz 400 curtinha   O empresário e ex-prefeito de Lucas do Rio Verde, Marino Franz (foto), anunciou apoio a Nilson Leitão (PSDB) para o Senado. Disse que conhece o candidato tucano de longa data, desde quando este foi prefeito de Sinop e assegura que Leitão é preparado, representa muito bem a região e o...

Magali de fora em General Carneiro

magali vilela 400   A ex-prefeita de General Carneiro, Magali Vilela (foto), que se lançou novamente à disputa ao Executivo, foi barrada pela Justiça. Teve o registro indeferido, já que está inelegível por ter sido condenada à suspensão de seus direitos políticos em...