Últimas

Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2007, 23h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

ARTICULAÇÃO

Governador promete ato de filiação em Cuiabá

   O governador Blairo Maggi (ex-PPS) declarou nesta terça à noite, em entrevista exclusiva a Roberto França, apresentador do programa Resumo do Dia, da TV Rondon (afiliada da Rede TV!), que pretende fazer um grande ato em Cuiabá para marcar sua filiação no PR junto com uma série de lideranças. Maggi participou de uma reunião ampliada com a cúpula do novo partido, em Brasília, quando fez filiação simbólica junto com o deputado federal eleito Homero Pereira. "A minha filiação vai acontecer em Cuiabá porque quero conversar com os companheiros deputados, vereadores, prefeitos, enfim, com cada um, para fazer o convite de filiação conosco", comentou Maggi, por telefone. Ele deve levar para o PR mais de 40 prefeitos, cerca de 5 deputados estaduais, além do federal Homero e dezenas de vereadores. Também articula em nível nacional para cooptar deputados federais, governadores e senadores.

   Maggi adianta que fará questão de explicar o porquê da opção pelo PR, que nasceu da fusão do PL com Prona, e que benefício Mato Grosso terá com essa movimentação política. O governador disse que as lideranças do Partido da República 'estão felizes e contentes' com a sua adesão à sigla. "Eles sabem que vamos reforçar o partido".

    Conta que já fez o convite ao governador Ivo Cassol (PPS-RO), de quem é amigo pessoal, para ingressar no PR. Também está quase convencendo o petebista Walfrido Mares Guia, ministro do Turismo, a trocar o PTB pelo novo partido. Assessores do governador asseguram que ele vai realizar o ato de filiação no próximo dia 22. Mas, nesta primeira entrevista concedida após a reunião com o PR, Maggi, que deixou o PPS após divergência com o presidente nacional Roberto Freire, preferiu não oficializar uma data. "É um trabalho demorado, vai de 15 a 20 dias. Não é uma coisa rápida e não tem necessidade disso".

    Empolgados com a adesão de Maggi, membros da cúpula nacional adiantaram que vão trabalhar a construção da candidatura do governador mato-grossense à Presidência da República para 2010. O governador concede entrevista coletiva nesta quarta pela manhã, no Palácio Paiaguás, para falar de sua nova filiação.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

EP vira "garoto propaganda" do HMC

emanuel hmc 400 curtinha   Emanuel Pinheiro (MDB) não se conteve e gravou um vídeo de um minuto e 35 segundos em que aparece em frente ao HMC. E, imitando a passagem de um repórter de TV, convida a população a conhecer o recém-inaugurado hospital. Enquanto fala, imagens mostram salas, equipamentos e a...

DEM "esconde" candidatos a vereador

beto 2 a 1 400 curtinha   O presidente do DEM em Cuiabá, Beto 2 a 1 (foto), secretário estadual de Governo, faz mistério sobre a chapa que está sendo montada para concorrer a vagas na Câmara de Cuiabá. Não esconde apenas o nome do vereador Marcelo Bussiki que, em março, deixa o PSB aproveitando...

Fávero e peso político em novo partido

silvio favero 400   A definição pelo presidente Jair Bolsonaro para que Silvio Fávero conduza a Comissão Provisória em MT da Aliança pelo Brasil, partido que só será criado oficialmente no próximo ano ou em 2021, representa peso político importante para o deputado de primeiro...

Prefeito estoura limite e TCE faz vetos

francis maris 400 curtinha   No sétimo e penúltimo ano de mandato, o prefeito cacerense Francis Maris (foto) segue na mesma toada, de que a administração precisa continuar "enxugando" a máquina, embora já tenha conseguido o equilíbrio fiscal e que quem o suceder receberá uma gestão...

Vice muda de partido e vai a prefeito

leandro felix 400 curtinha   O vice-prefeito de Nova Mutum e primeiro-suplente de deputado estadual, Leandro Félix (foto), pretende deixar o DC. Deve se filiar no Podemos ou no PRB. Vai depender da orientação política dos irmãos Adriano (Podemos) e Otaviano Pivetta (PDT), respectivamente, prefeito de Mutum e...

Câmara só regulamenta salário de EP

misael partido 400 curtinha   Ao fixar o salário do prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro em R$ 27 mil, a Câmara de Cuiabá, sob Misael Galvão (foto) não aumenta o subsídio de Emanuel de imediato, mas sim regulamenta o valor que já era pago desde dezembro de 2018. O imbróglio começou...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.