Últimas

Terça-Feira, 21 de Agosto de 2007, 13h:13 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

MEIO AMBIENTE

Governador promete fim da soja em área ilegal

  O governador Blairo Maggi disse que até 2010 nenhum produtor mato-grossense vai plantar um pé de soja em áreas de preservação permanente. Termo de compromisso nesse sentido será assinado este mês entre o Estado e as entidades representativas do setor produtivo, como a Associação dos Produtores de Soja (Aprosoja) e a Federação da Agricultura (Famato). Em discurso nesta terça, ao lado da ministra Marina Silva (Meio Ambiente), Maggi, o rei da soja - é o maior produtor individual da oleoginosa do mundo -, destacou que há seis foi assinado um protocolo de intenção com as duas entidades no sentido de se fazer um diagnóstico sobre as problemáticas na área ambiental.

    Agora, todos vão se reunir para analisar o resultado do estudo e, a partir daí, assinar o termo de compromisso. Em princípio, o governador acredita que dentro dos próximos três anos cerca de 70 mil ha de área de preservação permanente deixarão de ser exploradas com cultivo de soja, por força desse termo de responsabilidade. "Daqui até 2010 não teremos um pé de soja mais plantado nas áreas de preservação permanente no Estado de Mato Grosso e ainda serão recuperadas as matas ciliares", enfatizou Maggi.

      De acordo com o governador, os produtores de algodão já assinaram protocolo nesse sentido. Os produtores de cana-de-açúcar são incentivados a fazerem o mesmo, ou seja, de não usarem mais as terras de preservação permanente. "O Estado vem tomando providências sérias e concretas e não só de conversa de como fazer. Estamos indo na direção de fazer a produção sustentável para que os mercados e a população não nos taxem como aqueles que degradam o meio ambiental, mais sim como aqueles que produzem alimento e que respeitam o meio ambiente".

     Compensação

     Maggi defende que se encontre um modelo para que aqueles produtores que venham a preservar o meio ambiente sejam remunerados por isso. A ministra Marina nada disse sobre o assunto. Segundo o governador, após a Operação Curupira, houve espécie de um despertar tanto do governo quanto de toda a sociedade quando à questão ambiental. "Os produtores rurais começaram a perceber que se não tivessem postura diferente alguém no mundo iria fazer a mudança na marra. Não adianta crescer desenfreadamente e horizontalmente. Tem de crescer com consistência e na verticalização da produção, fazer com que a distribuição de renda chegue a mais pessoas".

   Para o governador, Mato Grosso, que vinha se mamtendo no triste ranking de campeão nacional em desmatamento ilegal, não terá mais problema quanto a isso.  "Eu me preocupo com alguns Estados da Amazônia que estão ganhando uma nova dimensão nesse contexto do desmatamento. Precisamos criar um instrumento de gestão ambiental consciente e de pagamento pela preservação ambiental daqueles que trabalham no campo e que têm o direito constitucional de usar seu pedaço de solo para atividades econômicas".

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

IFMT e novo laboratório pra testagem

deiver 400 curtinha   Numa iniciativa inédita, o Campus do IFMT Cuiabá - Bela Vista, sob o diretor-geral Deiver Alessandro Teixeira (foto), terá um novo laboratório a ser utilizado para análise sorológica da Covid-19, através da pesquisa de IgG e IgM. A obra, orçada em R$ 1 milhão,...

Comitê chama órgãos fiscalizadores

emanuel pinheiro 400 curtinha   Para colocar fim às críticas sobre suposta falta de transparência na aplicação dos recursos transferidos a Cuiabá pelo governo federal com vistas ao enfrentamento à pandemia, o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) determinou que seu secretário de Saúde, Luiz...

PT sob risco de não eleger ninguém

marcos viana 400 curtinha   Mesmo tendo cabeça de chapa para prefeito, no caso o ex-juiz federal Julier Sebastião da Silva, o PT dificilmente elege um vereador em Cuiabá no pleito deste ano. A chapa de pré-candidatos proporcionais é fraquíssima. O "grande" nome do partido é da professora Edna...

Único da família Oliveira pra vereador

luluca 400 curtinha   Na queda-de-braço entre irmãos, venceu, por enquanto, Luiz Arthur Oliveira Ribeiro, o Luluca (foto), que será candidato a vereador pelo MDB em Cuiabá, carregando o espólio político da família Oliveira. Irmão de Luluca, o ex-vereador Leonardo Oliveira, que procurou e...

2 nomes do DEM avaliam desistência

ivan evangelista 400 curtinha   A chapa de pré-candidatos do DEM a vereador pela Capital corre risco de sofrer duas baixas consideráveis. Os ex-vereadores Ivan Evangelista (foto), que atuou na Câmara por 13 anos, e Leonardo Oliveira, por dois mandatos, podem vir a desistir do teste das urnas. Mas, por enqanto, ambos garantem...

Sexto suplente na Câmara por um mês

aluizio leite 400 curtinha   Aluízio Leite (foto), filiado histórico do PV, tomou posse como vereador pela Capital na último dia 2. Mas vai ficar na cadeira por somente 31 dias, até o retorno do titular, delegado Marcos Veloso, que se afastou para cuidar de assuntos pessoais e hoje se encontra hospitalizado com...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.