Últimas

Segunda-Feira, 17 de Março de 2008, 07h:45 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

ARTICULAÇÃO

Governador racha os partidos e incentiva traição

  O governador Blairo Maggi (ex-PPS e hoje PR) deixou de lado o estilo empresarial na vida pública e, em meio às articulações de bastidores para consolidar sua base, adota a estratégia do racha e do incentivo à traição política. Assim, tem sobre seu controle praticamente todas as agremiações partidárias ou, ao menos, parte delas. No PMDB, por exemplo, existe ruptura por causa de Maggi. Ele atraiu uma "banda", que é liderada pelo vice-governador Silval Barbosa e na qual se inclui o deputado estadual Juarez Costa. Outra parte do partido, com os deputados Carlos Bezerra e Zé do Pátio, Maggi descartou.

   No PP, o governador selecionou seus secretários Chico Daltro (Ciência e Tecnologia) e Yuri Bastos (Desenvolvimento do Turismo) e o deputado federal Pedro Henry e, por outro lado, descartou o grupo dos deputados estaduais José Riva, Maksuês Leite e Walter Rabello. O mesmo racha devido ao "efeito Maggi" se nota também no DEM, com o deputado Dilceu Dal Bosco e com o secretário Neldo Egon (Desenvolvimento Rural) "colado" no Palácio Paiaguás, enquanto o cacique Jaime Campos se vê distanciado.

    Até mesmo no PSDB que, em tese, deveria ser integralmente oposição, o governador conseguiu provocar a discórdia. Os deputados Chica Nunes e Guilherme Maluf votam com Maggi, enquanto este não quer conversa com o prefeito cuiabano Wilson Santos, com o ex-senador Antero de Barros e com a deputada federal Thelma de Oliveira. Também há divisão no PT. Maggi trouxe para sua base os deputados Carlos Abicalil, Alexandre Cesar e Ságuas Moraes, atual secretário de Educação, mas descartou a senadora Serys Marly e o ex-deputado Gilney Viana.

   E, assim, segue Maggi. Ele não cansa de dizer que surgiu na política para quebrar paradigmas. Se elegeu governador no primeiro turno em 2002. Reconquistou o mandato em 2006 também na mesma condição e está de olho na cadeira de senador, em 2010.

Postar um novo comentário

Comentários (18)

  • Fernando Silva dos Santos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Isso mostra o quanto o Sr. Governador é insensível, não possui o menor respeito para com os outros partidos políticos e sua única preocupação é consigo mesmo. Ele “compra” as pessoas em sua volta buscando destruir o partido ao qual eles compõem. E depois se diz diferente dos “velhos políticos” onde na verdade ele é igual aos outros, não respeita, não faz política limpa, só pensa em destruir os partidos.
    É por isso que ninguém investigou a situação do seu avião locado para uma empresa aérea e depois pro governo do estado, as maquinas continuam paradas próximo ao shopping Pantanal e nenhum deputado faz nada pra impedir isso. Mas para mim 2010 ainda vai chegar e o Sr. Maggi com certeza ira candidatar-se a algum outro cargo político (seja senador, vice ou até mesmo presidente) e pelo menos eu já adianto não darei meu voto a este cidadão.
    Quem não respeita os partidos políticos, independente de ser posição ou oposição, não merece respeito.

  • silvia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Não vejo como culpa do Governador esta situação de "rachas", e sim deslealdade e interesses particulares dos politicos, que sempre se bandeiam para o lado do poder.

  • Josevaldo dos Santos Oliveira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Primeiramente este Governador não tem compromisso com Mato Grosso , faz do governo uma subsidiária da sua empresa, não importa com os partidos , infelizmente existe muitos puxa sacos , aliás o poder financeiros mandar e tem muita gente que está mamando nas tetas do governo. Com certeza o povo dará resposta o Rei da Soja , não elegendo Senador.

  • Ivan Deluqui | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Essa banda de renegados dos partidos que acompanha o governo só deve preocupar com uma coisinha só, o que o governador esta fazendo com certeza fazera com eles num futuro não muito longe.
    O que esses dirigentes partidarios tem que saber é que, depois é do partido que eles precisaram para desenvolver seus projetos dai vão ficar chorando falando que são perseguidos nos seus partidos, e que o governador não faz parte dos seus partidos, e outra sera que o governador não vai fazer o mesmo que esta fazendo com vocês, PENSEM!.

  • Manoel Coelho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Nenhuma novidade. Política é a "Arte de trair o Povo", pelo menos para os que hoje tem mandato em Mato Grosso.
    SALVO RARÍSSIMAS EXCESSÕES!!!

  • Odilon Matos, advogado | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    TRISTE ESSE Q PODE SER O FIM DE UMA GRANDE PROMESSA NA POLÍTICA. SEM JOGAR LIMPO COM OS PARTIDOS, SOBRETUDO COM OS QUE O APOIAM, BLAIRO SE IGUALA A TODOS OS POLÍTICOS RASTEIROS E PERDE O QUE LHE DEU CREDIBILIDADE NO MEIO. SÓ UMA PERGUNTA: QUEM SÃO OS "CONSELHEIROS" POLÍTICOS DO GOVERNADOR???

  • MARCOS VELAZQUEZ | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    - FICO ADMIRADO POIS O NOSSO GOVERNADOR APRENDEU POLITICA COM O LULA E BEM, LULA QUANDO ASSUMIU ERA CONTRA A CPMF, FMI E POR AI AFORA, MAGGI POR QUANTO IRIA ACABAR COM MUITOS TRIBUTOS E ABAIXAR ATÉ TARIFAS PUBLICAS E POR AI AFORA, " AMBOS NÃO FIZERAM NADA, ATÉ CHORARAM QUANDO ALGUMAS CAIRAM POR TERRA....." O QUE VOCES ACHAM, VEM FALAR DE TRAIÇÃO..........

  • Manoel Coelho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Nenhuma novidade. Política é a "Arte de trair o Povo", pelo menos para os que hoje tem mandato em Mato Grosso.
    SALVO RARÍSSIMAS EXCESSÕES!!!

  • Ivan Deluqui | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Essa banda de renegados dos partidos que acompanha o governo só deve preocupar com uma coisinha só, o que o governador esta fazendo com certeza fazera com eles num futuro não muito longe.
    O que esses dirigentes partidarios tem que saber é que, depois é do partido que eles precisaram para desenvolver seus projetos dai vão ficar chorando falando que são perseguidos nos seus partidos, e que o governador não faz parte dos seus partidos, e outra sera que o governador não vai fazer o mesmo que esta fazendo com vocês, PENSEM!.

  • Zé Mineiro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Isto so acontece, pela total falta de etica e carater dos politicos que se propõe a fazer parte do coluio, pois se assim não fôsse, o dono da bola não formava time

Um ex-prefeito inelegível em Poconé

clovis martins 400   Dificilmente o ex-prefeito petebista Clovis Damião Martins (foto) terá registro de candidatura a prefeito de Poconé deferido pela Justiça Eleitoral. O promotor de Justiça, Mário Anthero, já pediu impugnação do registro do petebista por inelegibilidades. Clovis, que...

Briga em Sinop entre Juarez e Dorner

juarez costa 400 curtinha   Em Sinop, a briga eleitoral caminha para tensão e acirramento entre o emedebista Juarez Costa (foto) e Roberto Dorner (Republicanos). Hoje, o ex-prefeito seria eleito, mas Dorner vem crescendo nas adesões, com ajuda do vice de sua chapa, ex-vereador Dalton Martini (Patriota). O apoio da prefeita Rosana...

França elegível; CNJ desatualizado

roberto franca 400 curtinha   O advogado Rodrigo Cirineu, que assumiu a assessoria jurídica da campanha a prefeito de Cuiabá de Roberto França (foto), assegura que o ex-prefeito está elegível. Explica que o cadastro de inelegibilidades do Conselho Nacional de Justiça, constantando ainda o nome de...

Candidato da família Oliveira à Câmara

luluca 400 curtinha   O jovem advogado Luluca Ribeiro (foto) é uma das apostas do MDB por renovação na Câmara da Capital. Concorre a vereador e tende a "herdar" o espólio político da família Oliveira, dos tios Dante, ex-governador que morreu em 2006, e Thelma, prefeita de Chapada dos Guimarães....

Deputado tenta censura e sem êxito

xuxu 400 curtinha   Em duas tentativas, o deputado estadual Xuxu Dal Molin (foto), candidato a prefeito de Sorriso pelo PSC, tentou, sem êxito, censurar o portal Rdnews. Na 1ª Vara Cível da Comarca de Sorriso, Xuxu ingressou com pedidos de antecipação de tutela, pleiteando retirada do ar de matérias que...

Rei do Gado entra numa difícil disputa

mauricao 400 curtinha   O leiloeiro Maurição Tonhá (foto), chamado por muitos de "Rei do Gado", está de volta à disputa eleitoral. O pecuarista com bens avaliados em R$ 19 milhões é candidato pelo DEM a prefeito de Água Boa, muncípio já administrado por ele por dois mandatos. Em...