Últimas

Terça-Feira, 10 de Abril de 2007, 12h:15 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

EXECUTIVO

Governador só mantém 7 secretários "intocáveis"

   Das 22 secretarias que compõem o primeiro escalão, fora Defensoria Pública, órgãos e autarquias, o governador Blairo Maggi só não promoveu mudanças em sete - confira no quadro. Nesta segunda, em seu discurso durante solenidade que marcou o retorno ao comando do Estado após um mês de férias, Maggi sinalizou que pretende mudar ou remanejar secretários. Não está contente com alguns membros do staff. Preferiu não declinar nomes. Estuda as mudanças em sigilo. 

    Nestes cinco anos de administração, Maggi mantém como "intocáveis" Waldir Teis, na Fazenda; Yênes Magalhães, no Planejamento e Coordenação Geral; Sírio Pinheiro, na Auditoria-Geral; Alexandre Furlan, na Indústria, Comércio, Minas e Energia; e a esposa Terezinha Maggi, que só deixou a pasta do Trabalho, Emprego, Cidadania e Assistência Social para acompanhá-lo no recente período de férias.

    Ainda continuam no mesmo cargo desde janeiro de 2003, quando Maggi assumiu o Palácio Paiaguás, o procurador-geral do Estado, João Virgílio, e o secretário de Estado de Cultura, João Carlos Vicente Ferreira.

    Algumas pastas já tiveram até secretários na gestão Blairo Maggi, como é o caso da Casa Civil, por onde já passaram Carlos Brito, Joaquim Sucena, Luiz Pagot, Antônio Kato e, hoje, João Malheiros. A Saúde iniciou com Gabriel Novis Neves, depois veio Luzia Leão, Marcos Henrique Machado e, por fim, Augustinho Moro, que se tornou também um dos principais homens de confiança do governador.

   As mesmas mudanças ocorreram na Educação, já comandada por Novis Neves, Ana Carla Muniz e Luiz Antônio Pagot que, nos próximos dias, deixa o cargo para o vice-governador Silval Barbosa.

    O Meio Ambiente começou com Moacir Pires, seguido por Marcos Machado e hoje está sob Luís Henrique Daldegan. Na pasta do Desenvolvimento do Turismo já passaram Ricardo Henry, Yêda de Oliveira e agora é conduzida por Pedro Nadaf. No Desenvolvimento Rural já estiveram Homero Pereira, Otaviano Pivetta, Cloves Vettorato e Neldo Egon.

   Na Justiça e Segurança Pública o ex-deputado Carlos Brito substituiu Célio Wilson e, na Infra-Estrutura, Vilceu Marchetti passou a comandar a pasta no lugar de Luiz Pagot, remanejado à Educação. O governo Maggi começou com Geraldo Gonçalves na Comunicação e, depois, passou à condução do jornalista José Carlos Dias. O ex-deputado Chico Daltro entrou no lugar de Flávia Nogueira na Ciência e Tecnologia.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Pode recebe 2 já derrotados em BG

sandro saggin curtinha 400   O Podemos conseguiu juntar em Barra do Garças o grupo de dois já derrotados à prefeitura, Daltinho, que também foi deputado e em 2018 teve votação pífia na tentativa de reeleição, e Sandro Saggin (foto), um "eterno" candidato. Entregue ao ostracismo,...

Câmara de Barra devolve R$ 100 mil

joao rodrigues 400 presidente c�mara barra do gar�as   A Câmara Municipal de Barra do Garças devolveu à prefeitura R$ 100 mil para serem investidos em medidas de combate ao novo coronavírus. O presidente do Legislativo, vereador João Rodrigues de Souza, o doutor...

Auditor assume Secretaria de Controle

demilson nogueira 400   O auditor Newton Gomes Evangelista, servidor de carreira, é o novo secretário de Controle Interno da Assembleia. Ele já respondeu também pela Auditoria-Geral da Casa. Newton assumiu a Controladoria Interna no lugar do ex-prefeito de Ponte Branca, Demilson Nogueira (foto), que deixou o posto...

Cuiabá é a unica com tudo fechado

emanuel pinheiro curtinha   A pressão sobre o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) fica agora mais forte para flexibilizar logo o decreto restrito por causa do coronavírus. Ele é o único dos gestores das maiores cidades mato-grossenses que ainda mantém decisão de fechar praticamente tudo na Capital, com...

Deputado põe aliado no lugar do irmão

ronaldo taveira 400 curtinha   Coube ao próprio deputado Wilson Santos indicar um nome para o lugar do irmão Elias Santos, que na última sexta (3) deixou a secretaria de Gestão de Pessoas da Assembleia para concorrer a vereador em Cuiabá. E o ex-prefeito emplacou no cargo que rende R$ 19,9 mil mensais o velho...

Sem alarde, vereador muda de partido

viniciys clovito curtinha   De última hora e sem alarde, o vereador pela Capital Vinicyus Hugueney (foto) resolveu deixar o PP e se filiou ao Solidariedade. Com isso, o PP não se torna o único com a maior bancada. Está com três vereadores, assim como o PV e o PSDB. No SD, Vinicyus vai concorrer internamente com...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.