Últimas

Quarta-Feira, 14 de Fevereiro de 2007, 12h:54 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

ARTICULAÇÃO

Governo Maggi aborta CPI na Assembléia

    Com interferência do governador Blairo Maggi e colaboração da oposição, a proposta de CPI para investigar a MT Fomento, já foi abortada. Quase todos os deputados que assinaram o pedido recuaram, após orientação de Maggi no sentido de acabar com os ataques dos parlamentares ao presidente da Agência, Éder de Moraes. Na sessão de terça, a proposta de CPI, que chegou a receber oito apoios formais, só não foi criada porque os oposicionistas, por incrível que pareça, resolveram retirar as assinaturas. Tratam-se dos tucanos Guilherme Maluf e Chica Nunes.

     O líder do governo, deputado Mauro Savi (PPS), só resolveu agir nesta quarta. Pediu interferência do governador para acalmar os ânimos dos aliados. De um lado, Maggi 'enquadrou'  Éder, quando o pediu para conduzir, com cautela, a construção da pré-candidatura à Prefeitura de Cuiabá. De outro, solicitou aos parlamentares que cessassem aos críticas a Éder.

     O deputado peemedebista Juarez Costa assegura, por meio de assessoria, que não chegou a assinar o pedido de CPI. Para ele, o momento não é oportuno para instaurar a Comissão. Alguns deputados, capitaneados por Walter Rabello (PMDB) e Percival Muniz (PPS), acusam Éder de explorar a MT Fomento politicamente. Também reclamam de supostos privilégios a grandes empresas na concessão de financiamento em detrimento das pequenas.

     Éder nega que esteja tirando proveito político dos benefícios propostos pela instituição e adianta que está pronto para prestar esclarecimentos aos deputados. 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Ex-vereador, demagogia e contradição

everton pop 400   O ex-vereador por Cuiabá e apresentador de um programa popular de TV que leva o seu nome, Everton Pop (foto), gravou um vídeo em que critica o fato da Mesa Diretora da Câmara da Capital pagar os servidores todo dia 20, antecipando o salário em 10 dias do fechamento do mês. Pop só não...

Jayme é contra decreto do governador

jayme campos 400 curtinha   O senador Jayme Campos (foto), que já foi governador e prefeito, engrossa a lista dos que defendem isolamento social mais rigoroso neste momento. A postura vai na contramão do correligionário Mauro Mendes. O governador editou decreto que prevê a abertura de shoppings e comércio, desde...

EP e 2 medidas junto à Águas Cuiabá

emanuel pinheiro 400 curtinha   O prefeito Emanuel Pinheiro (foto) impôs duas medidas à concessionária Águas de Cuiabá. A empresa está proibida de cortar a água de inadimplentes e não terá direito a um aumento de 6%, aprovado pela Arsec. As medidas, segundo o prefeito, são...

Vice e o uso político do Creci pró-Julio

claudecir 400 creci curtinha   O sindicato dos profissionais do Mercado Imobiliário de Mato Grosso, sob Juliano Lobato, em nota de repúdio, detona o atual vice-presidente do Creci-MT, Claudecir Contreiras (foto), para quem está fazendo uso político da entidade e beneficiando, de forma descarada, o...

Toninho e expectativa de retorno à AL

toninho 400 curtinha   Toninho de Souza, que no ano passado estreou como deputado, permanecendo no cargo por 46 dias, no lugar de Eduardo Botelho, vive expectativa de retornar à cadeira na Assembleia. Mas isso vai depender de uma decisão de Janaína Riva, que está no quarto mês de gravidez. Ela tem...

Parlamentar temido reassume em VG

caio cordeiro 400 curtinha   Com menos de 15 dias no cargo de vereador em Várzea Grande, o primeiro-suplente Caio Cordeiro (foto), do PRP, já terá de desocupar a vaga. Eis que está de volta, da prisão para retomar o assento de parlamentar, Jânio Calistro, que está no segundo mandato e responde...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.