Últimas

Sábado, 14 de Março de 2009, 08h:25 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

SEGURANÇA PÚBLICA

Governo manda frota para leilão e locará mil veículos

  O secretário-chefe da Casa Civil, major Eumar Novacki, revela que o governo fez experiência com locação de veículos em Cuiabá, Várzea Grande, Rondonópolis e Sinop e descobriu que somente com o que gastou com manutenção cobriria as despesas de aluguel.

   Hoje, o governo adquire o carro e distribui aos municípios e faz contrato para manutenção. Às vezes paga a conta pela manutenção mais cara por falta de um controle maior. Com a locação, não terá gastos com aquisição e nem contrato específico para manter os veículos. O edital está em andamento. O processo licitatório deve ser concluído já no final deste mês. Grandes montadoras e frotistas de todo o país estão se mobilizando para entrar na concorrência.

Postar um novo comentário

Comentários (31)

  • Sd Lauro Cesar | Terça-Feira, 05 de Outubro de 2010, 12h37
    0
    0

    para o Bastião de Bom Jardim Nobres gente boa voce não deve saber mas assa reposição não acontece da forma que voce pensa a reposição e demorada e essas super VTRs são muito ruins de trabalhar então so de opinião de um assunto quando voce tiver um mínimo de conhecimento falou jovem .....

  • JOSÉ | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    PORQUE QUE O ESTADO NÃO TEM OFICINA MECANICA PROPRIA?

  • silvia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    E incrivel esta matemática. Quem loca os veiculos para o Estado não tem o custo da compra? da Manutenção? sabemos que em menos de 02 anos estes carros viram sucatas. Alguem está fazendo conta errada. Deveria ser proibido orgão publico local veiculos. Quem contrala

  • Bastiao da vila bom jardim | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A modalidade de locaçao de veiculos para a segurança publica bem como pra atividades de fiscalizaçao torna-se necesssaria pois a todo instante sao, as viaturas , exigidas a extremo, fazendo com que as quebras sejam frequentes...esta modalidade fara com que os policiais tenham sempre veiculos revisados, com mantençao em dia, pois normalmente a locadora mantem estoques de veiculos reserva....parabens governador !! DA TURMA DA BOTINA.....eia povo trabalhador!!!

  • Rodrigo Rodrigues | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Romilson deixa eu ver se entendi....

    PARA ALUGAR OS VEICULOS O GOVERNO VAO DESENBOLSAR 24 MILHÕES EM 1(UM) ANO.

    SE FOSSE COMPRAR GASTARIA 25 MILHÕES.

    O Governo justifica dizendo que a vida útil desses veiculos é em torno de dois anos.Portanto é melhor alugar,pois depois de 2(dois) anos não teria condições de uso na segurança púlblica.

    SUPONDO QUE OS VEICULOS LOCADOS TENHA A MESMA VIDA ÚTIL,2(DOIS)ANOS.OBVIAMENTE O ERARIO PÚBLICO IRA GASTAR 48(QUARENTA E OITO) MILHÕES NESTES 2(DOIS) ANOS.

    SE COMPRAR IRÁ GASTAR 25(VINTE E CINCO)MILHÕES,AGORA VAMOS ACRESCENTAR UM PERCENTUAL DE MANUTENÇÃO QUE GIRA EM TORNO DE 30(TRINTA) POR CENTO DO VALOR,OU SEJA SETE MILHÕES E DUZENTOS,QUE SOMADOS COM OS 25(VINTE E CINCO)MILHÕES DARIA 32,200(TRINTA E DOIS E DUZENTOS)MILHÕES EM DOIS ANOS.

    Para finalizar; O Governo vai gastar 48(quarenta e oito) milhões em dois anos de
    contrato. SE COMPRAR E E JÁ COMPUTAR O GASTO DE MANUNTENÇÃO DURANTE DOIS ANOS VAI GASTAR 32 (TRINTA E DOIS).

    UMA DIFERENÇA DE 16(DEZESEIS) MILHÕES.

    DUAS OBSERVAÇÃO: CARRO ZERO TEM GARANTIA.O GOVERNO, SENDO PROPIETARIO DOS VEICULOS, PODERÁ VENDE-LOS EM LEILÃO DEPOIS DOS DOIS ANOS DE USO E DIMINUIR O CUSTO DE NOVAS AQUISIÇÕES.

    AONDE ESTA A ECONOMIA?

  • Joilson | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Incrível, essa matemática dele(s), pois se o governo precisaria 25 milhões prá ter os carros dele, ele gastará 2 milhões mensais prá locações, logo, teremos 24 milhões por ano (sem ter carro próprio), isto é, mesmo que os carros tivessem a manutenção mensal (fora da garantia) não teriam essas despesas e, ainda ficariam sem o bem.

  • carlos jose dos santos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    São medidas qeu mesmo sendo paliativas tem que ser tentada, tem meu apoio o Governador, deixo uma sugestão, deveria-se em envistir na preparação e educação das pessoas que utilizarão esses veículos, uma fiscalização de como estão sendo utilizados e as formas como são utilizados esses veículos, é um investimento muito alto, porém caberia uma melhora organização e planejamento dos gestores de como educar e capacitar àqueles(as) que supostamente conduzirão esses veículos, ainda mais, deveria ter uma fiscalização ou criar uma forma punitava para os motorista de qualquer esfera do Governo em ser responsável pelos danos que vier acontecer com um bem tão caro o investimento que ora se aplica, ser trasnparente e ético com o bem que não é só do Governo e sim de Todo Povo Matogrossensse. Obrigado pela oportunadade

  • Germano Souza Cruz | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Se os cálculos apresentados tiverem corretos, tá certo o Governo. Se não tiver É ROUBO.

    EM AMBOS OS CASOS OS MINISTÉRIO PÚBLICO DEVE FICAR DE OLHO.

  • Rodrigo Rodrigues | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    QUERO FAZER UMA CORREÇÃO: SE FOSSE COMPRAR OS MESMOS MIL VEICULOS O GOVERNO IRÁ GASTAR 50(CINQUENTA MILHÕES) OU SEJA DOIS MILHÕES A MAIS LEVANDO EM CONTA OS DOIS ANOS DE VIDA ÚTIL,MAIS 14 MILHÕES EM MANUTENÇAÕ.

    OU SEJA 64 MILHÕES EM DOIS ANOS MAIS O PATRIMONIO QUE TEM UMA DESVALORIZAÇÃO MÉDIA DE 50%.

    NO FINAL DE DOIS ANOS O GOVERNO GASTARÁ 64 MILHÕES E TERÁ UM PATRIMONIO DE 25 MILHÕES. SUPONDO QUE O GOVERNO VENDERÁ TODAS AS UNIDADES NO FINAL DE DOIS NAOS ELE TERÁ DESENBOLSADO NA VERDADE 39(TRINTA E NOVE) MILHÕES.

    SE LOCAR IRÁ GASTAR 48(QUARENTA E OITO) MILHÕES EM DOIS ANOS.

    SE COMPRAR SERÁ 39(TRINTA E NOVE) MILHÇOES EM DOIS ANOS. UMA DIFERENÇA NA VERDADE DE 8(OITO) MILHÕES.

    VOLTO A PERGUNTAR: AONDE ESTA A ECONOMIA?

  • zé do povo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Meu povo! esse governo brinca com a segurança pública, colocando em risco a vida dos policiais, pois quando os veículos vão para a manutenção, a empresa que ganhou a licitação, arruma qualquer fundo de quintal para manutenir o veículo, colocando na maioria das vezes peças recondicionadas, para economizar assim, como o Governo, a empresa viza lucro, e com segurança pública, não deve fazer economia, tem é que investir pesado e cobrar resultados práticos.

Luizão e 10 promessas em cartório

luizao 400   O empresário Luizão (foto), candidato a prefeito de Rondonópolis pelo Republicanos, registrou em cartório 10 comprimissos de gestão, garantindo, em caso de eleito, executá-los logo no primeiro mês de mandato. O primeiro deles é de zerar a fila de consultas, exames e cirurgias. E...

Ex-secretários de França sem mácula

roberto franca 400 curtinha   A assessoria jurídica da coligação de Roberto França (foto), que concorre à Prefeitura de Cuiabá pelo Patriota, classifica de mentirosa e irresponsável a notícia de que ex-secretários de França, da época em que comandou a Capital, de 1997 a...

Líderes de Lucas e apoios ao Senado

otaviano pivetta curtinha 400   As principais lideranças políticas da "República" de Lucas do Rio Verde estão divididas nos apoios sobre candidaturas ao Senado. O vice-governador Otaviano Pivetta (foto), recém-desfiliado do PDT, faz campanha pela coronel Rúbia Fernanda (Patriota), propagada como a candidata...

Reeleição difícil em Barra do Bugres

raimundo nonato 400   Aos 81 anos, o piauiense de Campo Maior, Raimundo Nonato (foto), busca renovar o mandato de prefeito de Barra do Bugres pelo DEM. Embora considerado carismático e populista, pioneiro no município e ajudado pela força da máquina pública, Nonato, que já foi prefeito nos anos 82 e 90,...

4 com as maiores chances ao Senado

carlos favaro 400 curtinha   Todos os principais candidatos ao Senado, na suplementar de 15 de novembro, para eleger quem ocupará a cadeira da cassada Selma Arruda, estão trabalhando com tracking eleitoral, metodologia que consiste, basicamente, em realizar pesquisas de intenção de voto por telefone de forma...

Polarização entre Gustavo e os Maia

gustavo mello 400 curtinha   Em Alto Araguaia, três disputam a prefeitura, mas a briga eleitoral está mesmo polarizada entre o prefeito Gustavo Melo (foto), do PSB, e Martha Maia (PP), irmã do ex-prefeito por quatro vezes Maia Neto. Júnior da Farmácia (PSL) corre por fora, mas sem chance de êxito nas urnas....

MAIS LIDAS