Últimas

Segunda-Feira, 25 de Fevereiro de 2008, 08h:37 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

MEIO AMBIENTE

Governo sinaliza para queda de Batilde na Sema

  O governador Blairo Maggi começa a sinalizar nos bastidores para a possibilidade de mudanças no comando da secretaria estadual do Meio Ambiente. Pressionado por parlamentares e empresários dos segmentos do agronegócio, o Palácio Paiaguás já concluiu que, ao menos o adjunto da Sema, Batilde Jorge Abdala, será exonerado nos próximos dias. Contra ele há uma série de reclamações, inclusive de tráfico de influência em alguns processos.

   A atuação de Batilde foi bastante criticada pela CPI da Assembléia, que, em seu relatório final, apresentou quase 100 sugestões ao governo do Estado, no sentido de melhorar a gestão na área ambiental. Maggi pediu que o vice-governador abrisse diálogo com os segmentos do meio ambiente com vistas a repensar a gestão. Em entrevista ao RDNews, Silval Barbosa evitou falar em exoneração, mas admitiu que é preciso avançar na questão gerencial - confira aqui.

   A sema se tornou um dos calcanhares-de-Aquiles do governo estadual. Primeiro, porque dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), por mais que sejam contestados, apontam que Mato Grosso é um dos campeões em desmatamento na Amazônia Legal. Pelo fato de seu governador ser o maior produtor de soja do mundo, organismos internacionais transformaram Mato Grosso num dos alvos de críticas, sob a visão de que a exploração da oleaginosa seria uma das motivadoras da derrubada de árvores para ampliação de terras agricultáveis.

   Providências

   Na tentativa de reverter o quadro negativo na área ambiental, o governador já mudou a legislação, viabilizou parceria com o Ibama para o Estado de Mato Grosso assumir atribuições da esfera federal, melhorou o orçamento da Sema e, mesmo assim, ainda enfrenta entraves e denúncias de irregularidades. Decidiu, então, "mexer" na equipe. O primeiro sob risco de queda é o adjunto Batilde. O secretário Luis Henrique Daldegan, por enquanto, se mantém firme na cadeira.

Postar um novo comentário

Comentários (11)

  • carlos antonio da silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    para mim tem que mandar embora o DALDEGAM POR SER SECRETARIO DE ESTADO SABE O QUE O ADJUNTO FAZ A CEHFE DE GABINETE QUE E PREPOTENTE NAO SABE NADA DE MEIO AMBIENTE OU SEJA NADA .......

  • ALBUCASSIS RAMIRES | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O QUE A SEMA PRECISA É DE UMA LIMPEZA GERAL,ESSA TURMA DO DALDEGAN,CONSEGUIU DESMORALIZAR MATO GROSSO E SEU GOVERNADOR INTERNACIONALMENTE.

    O BATILDE É UM DOS INTEGRANTES DESSA MALDITA GESTÃO DALDEGAN,COMPROMETIDOS COM O QUE DE PIOR EXISTE EM NOSSA POLITICA,RIVA E BOSAIPO.

    GOVERNADOR BLAIRO,LEMBRE SE DO DANTE DE OLIVEIRA,ERA O TODO PODEROSO, E O POVO O DERROTOU ATRAVES DO VOTO, SÓ O POVO PODE ,NÃO PENSE QUE FOI VOSSA EXCELENCIA,QUE DERROTOU,DANTE,ANTERO , ETC,. ESSE MESMO POVO VAI LHE DERROTAR,DESÇA DO SALTO ALTO.

  • César de Oliveira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    E os outros?

    O Secretário e aquela mulher "que disse daqui não saio, daqui ninguém me tira",por exemplo.

    Esse PR e o governo é famosos no uso da lei: "Dois pesos e duas medidas".

  • Sergio P Martins | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0



    Seria mais prudente se Governador agisse como o fez na Secretaria de Segurança, ou seja, nomeasse alguém com perfil técnico, dando ao mesmo autonomia para montar sua própria equipe.

    É uma incoerência mudar apenas o Adjunto, pois seria o mesmo que trocar seis por meia dúzia.

    A Sema precisa ser saneada, necessita de mudança substancial abrangendo, sobretudo, Secretário, Chefia de Gabinete, Superintendentes, etc.


  • jessica borba jordan | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O senhor Sérgio está correto, a sema precisa de uma faxina geral, pois a cagada que está ocorrendo no órgão é generalizada, vai desde a incompetencia e a fraqueza do secretário, passando pela industria de intrigas e perseguições da chefe de gabinete, por superintendentes com discutivel capacidade técnica e de gerenciamento, muitos deles totalmente perdidos em suas ações, pois não há planejamento e nem organização, e coordenadores e gerentes que apenas passam o tempo no órgão tratando de seus negócios particulares, não há empenho profissional, nem dedicação e muito menos espirito público para assumirem tais cargos. Em suma, a sema está parada, inerte, falta comandante com capacidade para discutir e propor reformulação na politica ambiental do Estado, e falta equipe técnica realmente comprometida com a questão ambiental e com espirito público. O senhor bathilde há muitos anos têm agido por proveito próprio na sema, desde a época em que era assessor jurídico, e agora, para aprovar certos projetos têm que passar por $ua autorização, além deste cidadão costumar andar de carros importados, empregar namoradas e perseguir funcionários que não aceita se submeter a regra do puxa-saquismo e de esquema$. Alguns funcionários de alto escalão da sema sucubiriam a uma investigação mínima de suas contas bancárias.

  • Rodrigo Alcantara Reis | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    FORA ABICALIL!

  • renato teixeira albuquerque | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    deixaram o homem se enrriquecer, e agora vão mandar ele embora assim sem apuração rigorosa do que esse cidadão aprontou nestes anos lá na sema? olha o patrimônio desse moço antes de entrar na sema, via juvam, e agora vocês vão como é bom o serviço público nada sério e que visa objetivos pessoais.

  • tereza beatriz pereira barreto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    duvido que esse cidadão caia, ele é indicado de riva, e consequentemente, de vários deputados. todos sabem que esse bathilde não flor que se cheire, há vários anos corre solto nos corredores da sema a forte hipótese e muitas suspeitas de acertos para quebrar multas. no entanto, há politicos "fortes" deste Estado que ganham com essas maracutaias. O governador, se quiser moralizar a sema, deveria fazer como fez com a segurança publica, colocar novamente o ex-secretário marcos machado, dar carta branca para este agir, e colocar os corruptos na cadeia.

  • Vânia Pedroso de Arruda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    RECEITA PARA DESTRUIR ÓRGÃO AMBIENTAL DE UM ESTADO:
    1. Nomear alguém que não é da área para ser secretário, e que seja arrogante e autoritário;
    2. Nomear como secretário adjunto alguém com reputação duvidosa e passado suspeito na área ambiental, que seja ardiloso e doido para se enriquecer;
    3. Afastar a grande parte dos técnicos de carreira competentes e que não se "aliem" a nova filosofia;
    4. Fazer cabide de emprego, contratando centenas de contratados sem conhecimento técnico e muito menos, com compromisso com o meio ambiente;
    5. Nomear no gabinete pessoas sem competência técnica nenhuma, com duvidosa reputação moral, e que goste de fazer intrigas e armações para derrubar técnicos que não esteja "sintonizado" ao chefe;
    6. Montar uma indústria de intrigas, futricas, armações e perseguições, criando um clima permanente de desarmonia no órgão;
    7. Criar uma estrutura organizacional que não contemple o atendimento as demandas existentes na sociedade, mas, apenas para fazer acomodações de indicações políticas;
    8. Tornar a política ambiental refém de interesses mesquinhos e levianos de grupos econômicos e políticos;
    9. "Sensibilizar" as ONGs para aderir ao esquema do "é dando que se recebe";
    10. Amordaçar o Ministério Público ao interesse do executivo estadual, e com isso, fazer vistas grossas aos desmandos que possam estar ocorrendo na gestão do órgão ambiental;
    11. Indicar como presidente do Fundo Estadual do Meio Ambiente um parente de conselheiro do tribunal de contas para "fazer de contas" que os recursos estejam sendo fiscalizados;
    12. Remunerar com um salário de fome os técnicos de carreira, incentivando a prática da corrupção;
    13. A inércia do governador frente aos desmandos e desvios constatados pelos ditos gestores do órgão ambiental.

  • gabriel | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O sr, bathilde e muito amigo do irmao do promotor domingos savio, o CESAR, aquele que sumiu com os processos e que o proprio irmao queria investiga lo, e mole??? nesse taxo tem coisas, e ta bem recheados de denuncias, so nao o pegam porque nao querem, perguntem pra eles onde foram parar os processos onde 10 (dez) funcionarios da assessoria juridica o denunciaram??? com a palavra o proprio domingos savio, e tambem o ministerio publico, ou sera que vamos ter que esperar pela justica federal?????????fala ai MP.

Investimentos em segurança pública

alexandre bustamante 400   Alexandre Bustamante (foto), secretário estadual de Segurança Pública, é enfático ao afirmar que o Estado tem investido em equipamentos e infraestrutura para combater a criminalidade. Segundo ele, a maior prova disso são os projetos que integram o programa MT Mais. Ao todo, devem...

Folha antecipada em Várzea Grande

kalil baracat 400 curtinha   Com o privilégio de ter assumido a prefeitura em janeiro com superávit de R$ 74 milhões da antecessora Lucimar Campos, o prefeito várzea-grandense Kalil Baracat (foto) quitou a folha de fevereiro na última quinta (25), três dias antes da virada do mês. São cerca de...

Grupo de risco em casa até 31 de maio

Em novo decreto, dentro das medidas emergenciais e temporárias de prevenção ao Covid-19, o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro determinou que servidores municipais que integram o chamado grupo de risco não devem trabalhar presencialmente nas secretarias e/ou órgãos da administração. São considerados desse grupo servidores acima de 60 anos, imunodeprimidos e/ou portadores de doenças crônicas e servidoras grávidas e...

Beco do Candeeiro só abrirá em abril

Carlina 400   A secretária municipal de Cultura, Esporte e Lazer, Carlina Jacob (foto), em visita ao Grupo Rdnews, revelou que a revitalização do Beco do  Candeeiro, que foi concluída em janeiro, será entregue à população em abril, nas comemorações dos 302 anos de...

Águas, expansão e investimentos

william figueiredo 400 aguas cuiaba curtinha   O diretor-geral da Águas Cuiabá, executivo William Figuereido (foto), disse, em visita à sede do Rdnews, quando aproveitou para conceder entrevista à tv web Rdtv, que a concessionária já distribui água para toda Cuiabá e que, em quase quatro anos...

Creci combate empresas irregulares

benedito odario 400 curtinha   O presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado, Benedito Odário (foto), aproveitou a operação desenvolvida na quinta, com apoio da Polícia Civil e da Decon, para enfatizar que não dará trégua àquelas empresas que, irregularmente,...