Últimas

Terça-Feira, 08 de Dezembro de 2009, 09h:53 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:25

CONCURSO

Governo traça plano de segurança; perícias terminam 6ª

   Um protótipo do plano de segurança que será executado durante as duas fases do maior concurso da história de Mato Grosso, que acontece em 31 de janeiro e 21 de fevereiro de 2010, foi apresentado pelo secretário de Segurança Pública de Mato Grosso, Diógenes Curado, ao coordenador do Gaeco, Paulo Prado, durante uma reunião nesta segunda (7). Também participaram do encontro, que aconteceu no Palácio Paiaguás, os secretários da Casa Civil Eumar Novacki; da Casa Militar, Alexander Maia e de Administração, Geraldo de Vitto.

   Durante a reunião, segundo Prado, o governo se comprometeu a executar uma estratégia que permita que os mais de 270 mil candidatos façam as provas com tranquilidade. Tanta preocupação se deve ao fato de a primeira tentativa de realizar o concurso ter sido um verdadeiro fiasco. O que se viu foi uma sucessão de falhas que provocaram um imenso desgaste a imagem do governador Blairo Maggi (PR). As atenções para a nova aplicação das provas foi triplicada e a ordem de Maggi é para que não haja nenhum erro. “A população precisa que tudo dê certo. E eles se comprometeram em fazer uma prova tranquila”, conta o coordenador do Gaeco.

  Perícias

   Prado garante que até sexta (11) serão divulgados os resultados das perícias feitas em oito computadores e três notebooks apreendidos um dia antes da realização do concurso e após o cancelamento das provas. Suspeita-se que possam ter havido fraudes e que o conteúdo das questões, que seriam aplicadas, vazou para alguns concorrentes. Foram cumpridos mandados em três residências, uma delas pertence a coordenadora de Concursos e Vestibulares da Unemat (Covest//Unemat),  professora Geisa Atala. Além das investigações feitas pelo Gaeco, a Assembleia Legislativa instaurou uma CPI para investigar a gestão do reitor da Unemat, Taisir Karim e por que ocorreram tantas falhas no concurso público. (Patrícia Sanches)

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • jacobina junior | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    eu gostaria de saber se o ministério público que ordenou buscas na casa da professora geisa atala através de ouvi dizer de achismos vai apos a pericia e constatada a inocencia da mesma virá a publico pedir desculpas a mesma ou mesmo publicará uma nota informando da inocencia da mesma?

  • Denizalde Pereira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sö o fato dos outros três nomes nunca terem sido divulgados já mostra que essa investigação do GAECO é suspeita e não será surpresa se terminar em Marguerita com Calabrezza. Prof. Denizalde Pereira, UNEMAT, Campus de SInop.

  • rogerio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    paulo prado deixa de aparecer, que quem esta investigando saõ os promotores de caceres

  • fiscal de prova | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Marcos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    Até tu MP??
    Depois de tanto barulho vou jogar para baixo do tapete???
    vergonha!! já está cheirando uma enorme pizza!
    é medo do Blairo?

  • José da silva mendes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Cade a Força do Ministério Público neste Momento. O secretario de vitto disse que a recomendação do Sr. Paulo Prado era um palpite. sendo assim o Promotor ficou como Palpiteiro. Muitas pesoas que tabalharam não receberam o seu pagamento, muitos candidatos tentaram receber seu dinheiro de volta, todos sabem que aconteceram fraudes, e que esse concurso na verdade é um engodo, pois somente os cargos da educação serão chamados e depois muda o governo e nada. Esses cargos se forem preenchidos gerará uma despesa de mais de 50 milhões aos cofres públicos, e não esta no orçamento essa despesa grande. O senhor Blairo Maggi teve uma excelente administração e esta indo por um caminho sem volta, esta deixando de ser administrador para ser político populista. e agora que virá nos proteger....vamos chamar o chapolim colorado...!!!!

  • Cicero | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

Sob arrogância, ataque e desrespeito

abilio junior 400 curtinha   O candidato Abílio Junior (foto), que disputa o segundo turno em Cuiabá com o prefeito Emanuel, chegou bastante nervoso e irritado para o debate nesta sexta, na TV Vila Real (Record). Demonstrando arrogância, ignorou o superintendente do Grupo Gazeta de Comunicação, Dorileo Leal, na...

Candidatos, tensão, debate e bate boca

antoniocarlos   Em debate tenso, na TV Vila Real (do grupo Gazeta) e, após troca de acusações sobre atos de corrupção e servidores fantasmas, os candidatos à Prefeitura de Cuiabá Abílio Júnior (Pode) e Emanuel Pinheiro (MDB) protagonizaram bate boca por mais de uma vez. O clima ficou...

Abílio contrata 400 fiscais para eleição

A campanha do candidato Abílio Júnior (Pode) decidiu contratar 400 fiscais para atuar nesta eleição de domingo. Isso derruba o discurso do candidato do Podemos de que todos atuam de forma voluntária em prol da sua vitória. Aliás, quando questionado sobre a grande estrutura que montou neste segundo turno, inclusive sobre a equipe de marketing, disse que todos são colaboradores. Na sua versão, ninguém recebe pelo trabalho,...

Entrando na briga à AMM muito tarde

maurao curtinha 400   Mauro Rosa, o Maurão (foto), que está encerrando o segundo mandato como prefeito de Água Boa, é o único candidato no duelo com Neurilan Fraga, que busca mais um mandato no comando da AMM, entidade que representa as prefeituras mato-grossenses. O problema é que Maurão entrou...

Com Paccola, Câmara terá polêmicas

paccola 400 curtinha   O vereador eleito pela Capital, tenente-coronel PM Marcos Eduardo Ticianel Paccola (foto), do Cidadania, promete levar muitas polêmicas para os embates que pretende travar no Legislativo. Ele é daqueles sem papas na língua. Defende, por exemplo, que a população tenha direito de se armar. Em...

Esposa de deputado na 2ª suplência

maria avalone 400   Não foi só o deputado estadual Wilson Santos que frustrou-se na tentativa de eleger membro da família à cadeira de vereador. O também parlamentar Carlos Avalone, presidente regional do PSDB, apostou todas as fichas na esposa Maria Avalone. Mas ela só chegou à...