Últimas

Quarta-Feira, 18 de Junho de 2008, 12h:26 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:21

MEIO AMBIENTE

Governo usa números do Inpe em propaganda

   O governo Blairo Maggi está distribuindo folhetos com números divulgados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) sobre desmatamento com o intuito de propagar suas ações na secretaria estadual de Meio quarta (18). O curioso é que o próprio governador Blairo Maggi já veio a público várias vezes para contestar esses mesmos dados. Segundo a reportagem, no material aparecem as taxas de desmate detectados pelo sistema Prodes e é ressaltado que o Estado obteve redução de 72% em áreas desmatadas entre 2005 e 2007.

   A verdade, porém, é que a  diminuição foi de 65,3%, ou seja, 8% a menos. O Estado ainda alega, no folheto, que há três anos Mato Grosso deixou de ocupar a primeira posição nacional em desmatamento. "O Estado perdeu o posto de campeão no ranking nos últimos dois anos fiscais (de agosto de um ano a julho do outro). Mas ainda não é possível saber se manterá o feito em 2007/ 2008". (Pollyana Araújo)

  • Confira aqui ou aqui (para assinante Folha) a reportagem completa

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • João Bastos Filho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O EQUÍVOCO DO SENHOR BLAIRO MAGGI
    Juntando tudo o que saiu na imprensa nos últimos dias dá para fazer um painel interessantíssimo sobre o que pensa e como age, o nosso governador e empresário Blairo Maggi, no que se refere ao meio ambiente mato-grossense e brasileiro. Se analisarmos só o empresário, vamos ver que o mesmo é totalmente cumpridor das regras ambientais normatizadas em Leis e até das que por serem ecologicamente corretas e não estando ainda normatizadas, ele também as cumpre. Não existe uma só fazenda sua em funcionamento, que não esteja com toda a burocracia ambiental em dia (com exceção de suas PCH’s). Seria isso o exercitar do bom senso? Pergunto? Não! Isso se dá, por necessidade de continuar vendendo grãos para os exigentes mercados externos, europeu e asiático. Além do mais a AMAGGI tem a necessidade de buscar capitais internacionais para continuar as suas atividades de TRADDING aqui em Mato Grosso e por toda a Amazônia brasileira.
    Se o analisarmos como governador e político, vamos encontrar outro Blairo Maggi, completamente diferente do empresário de sucesso, que o é. Aqui ele teima em jogar para a platéia, principalmente para os agropecuaristas, seus companheiros de negócios, talvez por aconselhamentos de sua malfadada assessoria, ou com medo de perder este elo. Aqui ele ajudou, e muito, na queda da ministra Marina Silva. Aqui ele comprou sem cientificidade nenhuma, uma briga com o ministro do meio ambiente, Carlos Minc. Brincou e pré – julgou como quem nascesse no eixo Rio-São Paulo, não pudesse falar sobre a nossa Amazônia e sobre o agronegócio. Tudo isso, antes da posse do mesmo! E desta forma lamentavelmente disse muita besteira, que agora dará muito trabalho para desdizer!
    Esquece o nobre governador que a partir da premiação pelo Greenpeace, com o singelo troféu, Motosserra de Ouro, ele foi transformado em um símbolo internacional de inimigo do meio ambiente. Isso é tão verdadeiro, que se você chegar a qualquer país da Europa e perguntar para uma pessoa, formadora de opinião, sobre quem é o maior desmatador (?) do mundo, com certeza vão responder, mister Maggi do Brasil. E isso não dá mais para ser retirado, é para sempre! Ainda mais agora, que o próprio governador, parece querer reforçar essa “pecha”, falando o que está falando, sobre a atual crise de relacionamento com o Minc.
    É parece que o nosso empresário governador esqueceu que todos nós, mato-grossenses, dependemos deste mercado, e que não adianta a AMAGGI, cumprir todo o caderno de boas intenções com o meio ambiente, se o Estado de Mato Grosso também não o cumprir. Pois só haverá uma reação deste mercado, não comprar mais as “commodities” rurais, produzidas por aqui. Isso significará a quebra unilateral da economia mato-grossense.
    Governador Blairo Maggi, o senhor que já foi festejado como a solução, começa a se transformar no maior problema que já existiu para Mato Grosso.
    Cuidado, a política mal exercitada poderá mais cedo, que o senhor imagina acabar com o empresário que existe em você! Ou vice, versa!

  • Antonio Etico R. Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A verdade só é alardeada quando lhe convém.
    Por quê o majji não publicou as outras notícias, os outros dados? As manchetes Nacionais? ... não lhe convinha? E ainda acha que o povo é bobo! Vamos ver em Outubro! E 2010.

Efeito-Covid adia vinda de Michelle

michelle bolsonaro A primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro, e a secretária da Mulher, Luciana Zamproni, resolveram transferir para abril a agenda de 11 de março que teria como convidada a secretária nacional de Mulheres, do Ministério dos Direitos Humanos, Cristiane Britto e a primeira-dama do Brasil Michelle...

Governador entre a cruz e a espada

mauro mendes curtinha   Às vésperas da pandemia completar 1 ano em MT, o Estado vive o seu pior momento e o governador Mauro Mendes (foto) enfrenta uma verdadeira prova de fogo: liderar ações coordenadas em todo o território mato-grossense para evitar que o Estado viva cenas parecidas com as de Manaus e de Estados...

Câmara volta a realizar 2 sessões

juca 400 curtinha   A Câmara de Cuiabá, sob a presidência do vereador Juca do Guaraná Filho (foto), volta a realizar duas sessões semanais, nas terças e quintas. Por conta da pandemia, as sessões serão remotas. A resolução foi aprovada por unanimidade pelos parlamentares que vinham...

Coronel linha dura morre ao 91 anos

Coronel Abid 400   Morreu   em Campo Grande (MS), aos 91 anos,  o coronel da PM aposentado Adib Massad (foto), considerado  um dos principais nomes  da Segurança Pública de Mato Grosso na década de 1970. À época, ainda com a patente de  tenente, foi comandante regional...

Mauro e vitórias na briga de decretos

orlando perri 400 curtinha   A estratégia do governador Mauro Mendes de articular com os Poderes a edição do decreto de toque de recolher vem dando frutos. O governo publicou decreto impondo toque de recolher das 21h às 5h, com fechamento do comércio às 19h. O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro,...

Prefeito é intubado e pode ir para SP

Prefeito de Tapurah Carlos Alberto Capeletti   É grave o quadro de saúde do prefeito de Tapurah (432 km de Cuiabá), Carlos Alberto Capeletti (PSD). Após piora, ele precisou ser intubado nesta quinta (4). Foi internado na terça (2), após testar positivo para Covid-19, em uma UTI no Hospital 13 de Maio, em...