Últimas

Quarta-Feira, 21 de Janeiro de 2009, 09h:45 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

EXECUTIVO

Governo veta proposta sobre carteira de doador

  O governador Blairo Maggi vetou no último dia 15 o projeto aprovado pelos deputados que altera a redação da Lei 8.547 que, na prática, obrigava o Estado a confeccionar de forma gratuita uma carteira de identificação padronizada dos doadores de sangue. A proposta partiu do deputado Dilceu Dal Bosco (DEM).

   Pelo projeto do democrata, caberia a secretaria de Estado de Saúde providenciar uma carteira contendo dados pessoais, como nome, Registro Geral, uma fotografia 3X4, o tipo sanguíneo, filiação, data de nascimento e de validade por um ano do documento.

 A idéia seria para, através dessa carteira, haver controle e acompanhamento dos períodos de doação. Para o deputado, a padronização da carteira de doador melhoraria a coleta de sangue no Estado.

   No Palácio Paiaguás não teve acordo. Sob orientação jurídica da Procuradoria-Geral do Estado, o governador Maggi vetou o projeto de Dal Bosco. Lembra que mudanças na estrutura da pasta da Saúde só pode ser feita a partir da iniciativa do Poder Executivo. Em síntese, houve vício de iniciativa.

  Sobre sua mesa, o governador acumula uma série de projetos dos deputados que já tiveram aval em plenário. A maioria tende a ser vetado, principalmente por vícios de iniciativa e por ferir artigos da Constituição. (Patrícia Sanches)

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Francisca Miranda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A dúvida é: o projeto foi vetado porque teve origem por Deputado do DEM? .... a idéia é interessante e sua execução também...não deu para entender o veto, siceramente.

  • Gustavo Kunert | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Se fosse carteirinha para agricultor tinha sido sancionada na hora, sem nem querer saber a opinião de procurador.

  • Edson santos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    Esse projetos furados, ainda bem que o governador teve bom senso, e não aprovou.
    Sou doador de sangue no Hemocentro, regular.
    Acho que deveria e dar maior sentivo, em alimentação, remédio, a concorrer uma bolsa em faculdade gratuita, e enquanto estiver cursando ser doador regular, se não perde a bolsa - ou quem doar regularmente no ano, recebesse um salario minimo, com certeza não faltaria sangue. Doar e um ato de caridade, mas gastamos ônibus que e caro ou combustivel.
    Isso sim seria um projeto, de caratertar

EP na batalha por vacinas e insumos

emanuel pinheiro 400 O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (foto) entrega nesta segunda (8) PL para a aquisição de vacinas para combate à Covid-19, medicamentos, insumos e equipamentos. O documento foi elaborado pela Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) e será votado na Câmara. Esse é mais um movimento...

Fúrio volta à carga contra secretário

celio furio 400 curtinha Depois de se enganar ao abrir investigação contra o secretário de Saúde Gilberto Figueiredo e ter de pedir desculpas, o promotor Célio Fúrio (foto) voltou à carga. Fúrio entrou na Justiça para que Gilberto seja condenado à perda da função...

TJ e posse em cartórios após 7 anos

maria helena _ curtinha O Tribunal de Justiça, sob Maria Helena (foto), marcou para 31 de março a posse coletiva dos aprovados no concurso para os cartórios extrajudiciais de Mato Grosso. O certame vem se arrastando desde 2013 e foi interrompido diversas vezes por causa de recursos judiciais de concorrentes inconformados com os...

Setores vivem tensão e são castigados

Gilberto Figueiredo Artigo O governo acerta ao estender o horários de funcionamento dos supermercados. Afinal, desde que o decreto entrou em vigor, as filas se multiplicaram pela Capital, aumentando o risco de transmissão do novo coronavírus. Há a expectativa de que novas medidas possam ser tomadas diante do evidente colapso da...

Limpeza e obras no entorno da Arena 

Beto 2x1 400 curtinha   Apesar da Arena Pantanal ser um cartão postal do Estado, o entorno do estádio vive situação crítica com lixo nas ruas, episódios de esgoto à céu aberto e matagal. O secretário estadual de Esporte e Cultura, Beto 2 a 1 (foto), em visita ao Rdnews, assegura que os...

VI de R$ 18 mil garantida na Câmara

juca 400 curtinha A verba indenizatória de R$ 18 mil para os vereadores da Câmara de Cuiabá está garantida, pelo menos por enquanto. Depois de diversas ações judiciais, derrubando a alta indenização por gastos do mandato, os vereadores implantaram o benefício novamente em dezembro. O...