Últimas

Quarta-Feira, 20 de Junho de 2007, 09h:15 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

ARTICULAÇÃO

Grupo de Serys lança Zelandes à direção do PT

Deputado Brunetto, que já se considerava eleito, começa a enfrentar oposição 

    Surge o primeiro concorrente do deputado Ademir Brunetto na disputa pela direção estadual do PT. Trata-se de Zelandes Santiago, assessor da senadora Serys Marly e ligado ao ex-deputado Gilney Viana. A candidatura de Zelandes pode minar os planos de Brunetto que, com apoio do Campo Majoritário, principalmente dos deputados Carlos Abicalil (federal) e Alexandre Cesar (estadual), já estava se considerando eleito.

     Ainda não se tem data para a eleição do diretório do PT. Pode ocorrer no final deste ano ou até mesmo em 2009. Tudo dependerá do resultado do Congresso Nacional do partido, marcado para agosto. Mesmo assim, Brunetto já está em plena campanha à sucessão da presidente Serys. 

    Um dos líderes que tende a recuar do apoio a Brunetto é o próprio Gilney, ex-secretário de Desenvolvimento Sustentável do Ministério do Meio Ambiente. Quando anunciou adesão ao nome de Brunetto, Gilney não tinha conhecimento de que Zelandes, seu aliado mais próximo, seria candidato à presidência estadual da agremiação petista.

    A candidatura de Zelandes começa a emergir por Várzea Grande, sob articulação dos membros do diretório Alexandra de Moura Nogueira e Zito Portela. Ambos integram a administração Murilo Domingos (PR). Alexandra é procuradora do município e, Portela, secretário municipal de Meio Ambiente. Alexandra explica que, diante do fato de Serys descartar disputa à reeleição, o seu grupo passou a incentivar Zelandes a entrar no páreo.

    "Ele (Zelandes) tem história, foi presidente e é um dos fundadores do PT de Várzea Grande. Ele tem capacidade de articulação e de inserção nos diversos grupos", destaca Alexandra. Portela está tão empolgado com a eventual candidatura de Zelandes que até oficializou um documento para tornar público sua posição. O nome do assessor de Serys conta também com apoio do grupo ligado ao presidente do PT de Cuiabá, Jairo Rocha. 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Ação de promotor e volta de restrições

Adalberto Ferreira   O promotor de Justiça Adalberto Ferreira garante que prefeito de Juscimeira Moisés dos Santos não havia editado nenhum decreto endurecendo as regras de restrições à pandemia do coronavírus antes do MPE propor ação na Justiça. Ao falar sobre nota publicada...

Oséas agora está nas mãos de Abílio

oseas machado 400 curtinha   Oséas Machado (foto) conseguiu derrubar Abílio Júnior, a quem denunciou por quebra de decoro parlamentar, e assumiu a cadeira deste na Câmara da Capital. Agora, o cassado se articula para dar o troco. O problema é que ambos estão no PSC. Oséas quer buscar a...

Decreto "anula" o MPE em Juscimeira

moises 400 juscimeira curtinha   Em Juscimeira, o promotor de Justiça Adalberto Ferreira recorreu à Justiça de forma desnecessária. Pleiteou e conseguiu uma liminar para suspender um decreto do prefeito Moisés dos Santos que, segundo a ação, havia reduzido as medidas de isolamento social, permitindo...

Kero-Kero quer levar Abílio para Pode

wilson kero kero 400 curtinha   Na contagam regressiva do prazo para o troca-troca partidário - vence em 3 de abril para quem pretende ser candidato em outubro deste ano -, o vereador Wilson Kero-Kero (foto), do PSL e um dos opositores à gestão Emanuel Pinheiro em Cuiabá, está fortalecendo o Podemos. E se...

ECSP explica confusão com Marcrean

marcrean 400 curtinha   A Empresa Cuiabana de Saúde Pública (ECSP) emitiu nota sobre a suposta “carteirada” do vereador Marcrean Santos (foto) no HMC. Ele foi pivô de confusão e um vídeo viralizou nas redes sociais. Segundo a ECSP, o parlamentar foi até o local pedir informações...

PL quer suspender dívidas das cidades

max russi curtinha 400   Ex-prefeito de Jaciara, o deputado Max Russi (PSB) apresentou projeto que visa suspender os pagamentos das dívidas dos municípios com o Estado, durante o período de calamidade pública que foi decretado pelo governo por causa da pandemia do coronavírus. Max ressalta que MT não deve...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.