Últimas

Terça-Feira, 11 de Agosto de 2009, 23h:10 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

ARTICULAÇÃO

Grupo do PT defende Juca na vaga de Abicalil na Câmara

  Membros da Executiva do PT de Rondonópolis, sob o ex-vereador Aparecido Soares de Lima, o Cidão, aprovou por unanimidade duas propostas a serem encaminhadas para um mesmo "alvo": o deputado federal Carlos Abicalil. Vão discutir com o parlamentar o processo eleitoral de 2010 e, ao mesmo tempo, sugerí-lo licenciamento de ao menos 90 dias para o hoje primeiro suplente Juca Lemos ser contemplado com a vaga na Câmara Federal.

  As negociações com Abicalil sobre abertura da vaga não serão fáceis. Primeiro, porque o deputado é o principal líder no Estado da tendência Unidade na Luta, enquanto Juca Lemos pertence ao grupo da senadora Serys Marly, que já começou a brigar internamente com o colega deputado pelo direito à disputa à cadeira no Congresso Nacional em 2010. Segundo, Abicalil nunca saiu de licença para prestigiar suplente desde quando se elegeu deputado, em 2002, e não demonstra entusiasmo em abrir espaço para um suplente que, em tese, traria visibilidade e reforço dentro do PT ao bloco de Serys, em cujo gabinete o ex-vereador rondonopolitano está lotado como assessor parlamentar.

  O presidente da legenda petista de Rondonópolis argumenta que membros da mesma corrente de Abicalil, como Ademar de Lima, Baltazar de Mello e Mauro Campos, que inclusive é assessor do deputado, participaram da reunião e se mostraram favoráveis à ideia de haver rodízio. Juca Lemos, que teve 7.329 votos em 2006, está na condição de primeiro suplente porque João Ferlin, que garantiu 7.982 votos ocupa hoje a cadeira de São José dos Quatro Marcos e não renunciaria ao posto do Executivo para ficar com a cadeira de deputado federal por alguns meses.

   O lobby junto a Abicalil é no sentido deste abrir para o rodízio e, assim, "democratizar mais o partido" e proporcionar visibilidade eleitoral a Juca, principalmente na Grande Rondonópolis, destaca o dirigente Cidão. Juca ganhou projeção política nas décadas de 80 e 90 como presidente do Sindicato dos Bancários da região Sul do Estado. Depois foi vereador por três mandatos. Na gestão do prefeito Adilton Sachetti (PR), Juca ocupou, em Brasília e com status de secretário, o cargo de chefe do Escritório da Prefeitura de Rondonópolis. Depois, foi nomeado como um dos assessores de Serys no Senado. Agora, quer vaga de deputado federal, mesmo que seja por três meses para se tornar o terceiro da Grande Rondonópolis já Câmara Federal, se juntando a Carlos Bezerra (PMDB) e a Wellington Fagundes (PR).

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Jairão | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Visibilidade de quê? de mais um petista mamando e puxando o saco da podre cúpula do PT?

  • bruxo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É um absurdo, fim de picada esta notícia.

  • Ademar de Lima Carvalho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Pelo contrário do pensa o Cidão, quando fez a proposta disse que ´discordava da questão. o Baltazar e Mauro também questionaram,inclusive afirmando que a Serys quando Deputada não concordou fazer rodízio com o Juca. Penso que o grupo doCido neste momento quer apenas visibilidade de seu ostracismo como presidente do PT/ROO.

Acordo com Euclides partiu de Allan

allan kardec 400   Otaviano Pivetta, vice-governador licenciado por 30 dias para cuidar de problemas de saúde, disse que nada tem a ver com o tal acordo "costurado" pelo presidente regional do PDT, deputado Allan Kardec (foto), com Euclides Ribeiro, candidato a senador pelo Avante. Explica que só apresentou Euclides para Allan e...

Família Maia tenta retomar o poder

martha maia 400   O ex-prefeito de Alto Araguaia por quatro vezes, Maia Neto, não entrou na disputa de novo ao Executivo, mas lançou a irmã Martha Maia (foto), cuja filha Sylvia Maia é vereadora. Filiada ao PP, Martha entra como principal candidata da oposição ao prefeito Gustavo Melo, que vai à...

Welinton fará grande ato em Barra

welinton marcos 400 curtinha   Welinton Marcos (foto) lança sua candidatura a prefeito de Barra do Garças, na segunda (28), em um grande ato. Mesmo pelo sistema drive-in, devido à necessidade de adotar medidas sanitárias contra a Covid-19, são esperadas na solenidade cerca de mil pessoas, num espaço amplo,...

Irmão de Riva está na disputa em Juara

priminho riva 400 curtinha   O irmão do ex-deputado José Riva, Priminho Riva (foto), filiado ao PL, será mesmo candidato a prefeito em Juara, posto já ocupado por ele por duas vezes (1997/2004). Priminho pertence a uma famíliade políticos. Além de Riva, que foi prefeito e deputado, é...

PSB deve ficar fora da aliança de EP

max russi curtinha 400   O PSB, presidido pelo deputado Max Russi (foto), pulou mesmo do barco de Emanuel Pinheiro. Deve formalizar apoio à candidatura de Roberto França ao Alencastro. O PSB não consta na lista oficial de siglas que estão com o prefeito, que busca à reeleição. Os 11 que estão...

Taisir coordena campanha de Eliene

taisir karim 400 curtinha   O ex-reitor da Unemat e uma das lideranças do PSD na região Oeste, Taisir Karim (foto), que chegou a se lançar de última hora como pré-candidato a prefeito de Cáceres, mas logo em seguida recuou, será o coordenador-geral da campanha de Eliene Liberato (PSB), atual...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.