Últimas

Segunda-Feira, 12 de Outubro de 2009, 09h:42 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

MÚSICA

Grupo Engenheiros do Hawaii canta "O Papa é Pop"

  Os Engenheiros do Hawaii surgiram graças a uma greve na faculdade de arquitetura em 1984, em Porto Alegre. Como as aulas se estenderam até o ano seguinte, foram organizadas performances artísticas. Humberto Gessinger (guitarra) e Carlos Maltz (bateria) se uniram a Marcelo Pitz (baixo) e Carlos Stein (guitarra) para participar dos eventos. Curiosamente, o nome escolhido para batizar a banda saiu de um apelido dado a uma turma da faculdade.

   Já sem Stein, em 1985, o grupo havia tocado em vários bares na cidade e decidiu se aventurar pelo interior do Rio Grande do Sul. O repertório tinha algumas canções próprias tocadas próximo ao reggae. A primeira gravação foi para uma coletânea especial da BMG chamada “Rock Grande do Sul” e uma das duas músicas gravadas, “Sopa de Letrinhas”, virou um hit na região e a gravadora resolveu lançar um disco só com os Engenheiros do Hawaii.

   “Longe Demais das Capitais” foi lançado em 1986, com a música “Toda Forma de Poder”, que entrou na trilha sonora da novela “Hipertensão”. Impulsionado ainda pelas canções “Crônica” e “Sopa de Letrinhas”, o disco saiu das paradas locais e se infiltrou no resto do Brasil. Após o lançamento do disco, o grupo sofreu uma baixa, Marcelo Pitz saiu por motivos pessoais e Augusto Licks entrou no seu lugar.

   A nova formação gravou “A Revolta dos Dândis”, que saiu em 1987, com várias composições de Humberto, que naquela altura assumiu o baixo. Algumas delas citavam Albert Camus e Jean Paul Sartre, o que os rotulou de elitistas. Polêmica de lado, o disco emplacou as canções “Infinita Highway” e “Terra de Gigantes”, mas o grande salto foi dado ao participar de um festival no Maracanãzinho em 1988 e o grupo se apresentou para mais de 20 mil pessoas.

    Em 1990, sai o disco “O Papa é Pop”, produzido pelos próprios integrantes. Embalado pelas músicas “Era um Garoto Que Como Eu Amava os Beatles e os Rolling Stones”, “O Papa é Pop” e “Exército de um Homem Só”, o disco vendeu mais de 350 mil cópias. O resultado de tanta popularidade fez com que eles recebessem um convite para se apresentar no Rock In Rio II. Chegaram até a ser elogiados pelo The New York Times.

----------------------------------------------------------------------------
Clique aqui e confira a letra e no link abaixo para ouvir a música

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Taisir coordena campanha de Eliene

taisir karim 400 curtinha   O ex-reitor da Unemat e uma das lideranças do PSD na região Oeste, Taisir Karim (foto), que chegou a se lançar de última hora como pré-candidato a prefeito de Cáceres, mas logo em seguida recuou, será o coordenador-geral da campanha de Eliene Liberato (PSB), atual...

Inaugurados 67 km de asfalto da 020

mauro mendes 400 curtinha   O governador Mauro Mendes (foto) inaugurou nesta 5ª a pavimentação de 67,5 km da MT-020, entre Paranatinga e Canarana. Essa estrada faz parte do pacote de obras que foi retomado e já concluído nesta gestão. Foram investidos R$ 45 milhões do governo estadual. O...

Saggin critica "ditadura" e apoia Raye

paulo raye 400 curtinha   O empresário e advogado Sandro Saggin, que desistiu da candidatura a prefeito de Barra do Garças e agora apoia Paulo Raye (foto), do Pros, explica que em nenhum momento os diretórios estadual e nacional do Podemos, de cujo partido é filiado, encaminharam qualquer orientação aos...

Pode abandona Raye e pune Saggin

sandro saggin curtinha 400   Sandro Saggin (foto) amargou outra derrota em Barra do Garças. Inicialmente, seria candidato a prefeito pelo Podemos. Mas resolveu, por conta própria, levar o partido para uma coligação com partidos de esquerda que lançaram o ex-prefeito Paulo Raye, apoiado pelo PC do B, PT e Pros. A...

Ex-vereador recua para apoiar primo

divino 400 barra do bugres   Ex-vereador, ex-presidente da Câmara e empresário bem sucedido, Chico Guarnieri (PTB) não será candidato a prefeito de Barra do Bugres nas eleições deste ano. Guarnieri, que disputou a prefeitura em 2016, até ensaiou, mas recuou ao ver que o primo, pedetista Doutor Divino...

3 ex-prefeitos viram cabos eleitorais

percival muniz 400 curtinha   Dois candidatos de oposição em Rondonópolis têm ex-prefeitos como principais cabos eleitorais. O empresário Luiz Fernando, o Luizão (Republicanos), conta com apoio de Adilton Sachetti, que já comandou o município e perdeu na tentativa de reeleição, e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.