Últimas

Sábado, 25 de Agosto de 2007, 09h:02 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

INVESTIGAÇÃO

Henry aguarda julgamento do STF para esta 2ª

Deputado Pedro Henry aguarda decisão do STF  O deputado mato-grossense Pedro Henry, ex-líder da bancada do PP na Câmara, está com seu futuro jurídico e político nas mãos dos ministros do Supremo Tribunal Federal. Ele é acusado de formação de quadrilha e corrupção passiva e tem nome citado 15 vezes por lavagem de dinheiro na denúncia formulada junto ao STF pela Procuradoria-Geral da República. Se a denúncia for aceita, os ministros decidirão se as penas de uma eventual condenação serão somadas.

    O julgamento da denúncia do mensalão começou na última quarta, com a leitura do relatório do ministro Joaquim Barbosa das acusações. A partir desta segunda (27), a Corte começa a apreciar a suposta prática dos crimes do grupo comandado pelo ex-ministro José Dirceu e a base aliada no Congresso.

    Na quinta, os advogados dos 40 denunciados apresentaram a defesa de seus clientes e pediram para que os ministros do STF rejeitassem as acusações. O julgamento foi suspenso no dia seguinte, após mais de 20 horas de debates. A previsão é que a sessão se estenda até a próxima terça. Por enquanto, há 19 réus acusados em sete crimes diferentes, entre eles corrupção, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.

    No caso de Pedro Henry, o ministro Barbosa observa no relatório que o parlamentar de MT segue na mesma linha do ex-líder do PP, Pedro Corrêa, ou seja, "refuta a imputação de formação de quadrilha, afirmando que, se a denúncia trata de um só crime, praticado por várias pessoas, haveria concurso de pessoas, sendo que, no caso em questão, haveria autores mediato e um autor imediato (João Carlos Cláudio Genu)". Também nega lavagem de dinheiro e corrupção passiva. O ministro-relator lembra ainda da defesa de Henry, quando o pepista acrescenta o fato de ter sido absolvido pela CPMI dos Correios. O deputado afirma ainda que o acusado (...) pedia autorização apenas para Pedro Corrêa e José Janene antes de efetuar os saques e determinar a destinação dos recursos sacados.

    Clique aqui e confira a íntegra do relatório do ministro Joaquim Barbosa.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • rodrigo souto maior | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Até que enfim a justiça , fara uma demonstração de
    transparencia. o Dr. Henry terá o destino que merece
    ou seja , nada pois trata-se de homem probo de muita dignidade , um cidadão que não guarda maguoa de ninguem e o seu irmão tambem é um homem honesto assim com o dr jose esteves do seu grupo politico ,que dirige com esmero e dediczação o hospital regional ,alias sem maracutaias e sendo bemquisto por todos os medicos do referido hospital, gentes do mais alto
    quilate que so enobrece a população cacerense...

  • ELIFAS JOSE RIBEIRO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Eu gostaria de conhecer este senhor Pedro Henry que ocomentarista ai de cima esta falando talvez não seja o mesmo que o STF esta julgando. (desculpe o trocadilho) talvez seja homonimo porque eu vivo na roça la não tem radio,TV,jornal,internet, sou quase um eremita.

  • marcos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    gostei de ver seu comentario rodrigo pois o que vc quiz dizer e a mais pura verdade juntando os trez sera que da um, tenho minhas duvidas pois secretario AGUSTINHO MORO manda uma auditoria no hospital regional pois conhecera esse mero diretor nao sei o que ele tem com o dep. pedro que defende ele de unha e dente nos aqui da regiao conhecemos o dep. PEDRO HENRY QUE CIMENTO ILICITO e tambem o PEDRO 30%

  • Romeu | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

Misal é reeleito para o 10º mandato

misael galv�o 400 curtinha   Após dois anos fora do comando do Shopping Popular, período em que respondeu pela presidência da Câmara da Capital, o ex-vereador Misael Galvão (foto) voltou à direção do empreendimento, que abriga 500 lojas. E, sob forte...

Oscarlino, Pros e "nocaute" em Gisela

oscarlino 400   Na queda-de-braço dentro do Pros por espaço político, o ex-sindicalista Oscarlino Alves (foto) nocauteou a ex-superintendente do Procon-MT, Gisela Simona. Ele foi um dos filiados que não aceitaram apoio a Abílio na disputa de segundo turno para prefeito de Cuiabá, se aliou ao projeto de...

Promotor recebe medalha do Exército

Mauro Zaque curtinha   O promotor de Justiça Mauro Zaque (foto) foi condecorado com a medalha do Exército Brasileiro na manhã desta segunda (19), no dia da instituição. A solenidade é considerada a segunda maior do Exército Brasileiro, foi reservada por conta da pandemia e contou com a...

Sema reabre os parques em Cuiabá

mauren lazzaretti sema 400   Fechados desde 1º de abril, em obediência às regras de decreto municipal, que suspendiam as atividades coletivas, os parques estaduais urbanos de Cuiabá reabrem nesta segunda (19) para utilização pelo público. Será possível acessar as tradicionais trilhas...

Pilha em Jayme pra disputar o Governo

jayme campos 400   Mesmo sabendo que Jayme Campos (foto) não entra em disputa onde percebe dificuldades para vencê-la e militando no mesmo partido de Mauro Mendes, o DEM, algumas lideranças políticas têm instigado o senador a se lançar ao governo estadual. Para tentar convencer Jayme, lançam...

Scheila assume APDM e cita projetos

scheila pedroso 400   Esposa do prefeito sinopense Roberto Dorner, Scheila Pedroso (foto), primeira-dama e secretária municipal de Assistência Social, passa a tocar, pelos próximos dois anos, a Associação para o Desenvolvimento Social dos Municípios de MT (APDM/MT). Ela promete juntar força com os...