Últimas

Sexta-Feira, 18 de Dezembro de 2009, 11h:21 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:25

CONFRONTO

Henry critica Wilson e diz que Figueiredo merece prêmio

  O deputado federal Pedro Henry (PP) contestou as declarações do prefeito cuiabano Wilson Santos, pré-candidato a governador pelo PSDB, e saiu em defesa do secretário-executivo do Ministério das Cidades, Rodrigo Figueiredo. Segundo Henry, ao invés de receber título de "inimigo número 1 de Cuiabá", como sugeriu Wilson em reunião com o secretariado no último final de semana, Figueiredo deveria ganhar título de "amigo número 1 de Mato Grosso e de Cuiabá", pelo empenho que tem feito com vistas a viabilizar recursos para o Estado.

   Na avaliação do parlamentar, o prefeito está tentando justificar a incapacidade administrativa, quando procura culpados por projetos não terem o andamento esperado, como as obras do PAC, que não foram executadas nem 15% nos últimos dois anos.

   Durante "retiro" de dois dias com os principais assessores, numa pousada em Chapada dos Guimarães, no último final de semana, Wilson Santos reclamou das dificuldades em tocar as obras do Programa de Aceleração do Crescimento e acusou Figueiredo de "jogar contra", com as articulações em Brasília. Disse que o secretário-executivo do Ministério das Cidades que, aliás, é mato-grossense de Cuiabá, deveria receber um troféu como inimigo número 1 da Capital. Esses comentários do prefeito foram revelados por três de seus secretários que estavam presentes no encontro. Publicamente, o tucano nega ter feito essas declarações.

   Pedro Henry destaca que atua há 16 anos em Brasília e assegura que Figueiredo tem sido importante para Mato Grosso. Afirma que, graças à intervenção do secretário-executivo e braço-direito do ministro Márcio Fortes, o Estado tem recebido milhões de recursos federais. "O Rodrigo tinha de receber prêmio como amigo número 1 de Mato Grosso e de Cuiabá. Quando se tenta usar a figura dele para justificar problemas administrativos não é uma atitude correta", reage o deputado, em reação às críticas do prefeito. Lembra que o empenho de Rodrigo Figueiredo por "carrear" recursos é tanto que, na semana passada, atendendo a um pedido do próprio Henry, conseguiu liberar R$ 5 milhões para pavimentação asfáltica em Cáceres, onde reside o próprio deputado.

   "Torço para que os problemas do Estado sejam superados. A paralisação das obras do PAC, por exemplo, tem causado transtorno e revolta aos moradores de Cuiabá, que convivem com as valetas abertas e buracos no asfalto. O que me assusta mais ainda é o atraso no cronograma das obras, uma vez que que já deveriam ter sido retomadas", pondera Henry.

   A gestão Wilson Santos vive pesadelo com os projetos do PAC. O governo federal assegurou R$ 238 milhões, incluindo contrapartida do governo estadual, para viabilizar as obras de saneamento em geral. Os embaraços e complicações chegaram ao ponto da Justiça Federal determinar bloqueio das obras e de recursos e prisão de empreiteiros, advogados e servidores públicos por causa de fraudes nas licitações. O processo acabou arquivado. Agora, aos trancos, o Palácio Alencastro tentam retomar as obras.

Postar um novo comentário

Comentários (17)

  • Deusdel Ferreira de Sousa Filho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Quero aqui agradecer ao Deputado Pedro Henry pelo

  • evanildo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • PITUS | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Prof. Shimizu | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Jaqueline Dantas | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Fico triste em ver o prefeito de Cuiabá, ao invés de cumprir com suas obrigaçãos fia colocando a culpa em pessoas coomo Rodrigo Figueiredo.Vejam bem, os presos do PAC são todos ligados ao prefeito, o Zé Rosa, o Avalone, com o desvio comprovado a obra para, de quem é a culpa, claro que é do Pinóquio Wilson Santo, que descaradamente mente mente e mente. Faça o dever de casa e pare de jogar a culpa nos outros.

  • orlando rondon | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Germano Souza Cruz | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Porque não te calas Pedro Henry! Te cuida que a Polícia Federal tá de olho no senhor, viu? o senhor é pessoa indigna de se manifestar contra qualquer situação que haja, pois lhe falta uma qualidade essencial, A HONESTIDADE, é por isso que lhe digo, parafraseando um ditador de um país vizinho:




    Por que no te calas????



























    Não devia ter, mas tenho pena de quem é seu eleitor, devem estar todos envergonhados como o que fazes, nem se parece evangélico, que em sua maciça maioria se tratam de pessoas de bem e honestas.

  • Caio Ceconnelo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Agradecer o que Deusdel?
    Porque vc n terminou seu comentário, queria ver o que vc ia agradecer porque até onde sei vc esta totalmente abandonado pelo pedro henry, seu pai esta desprestigiado, largado e desempregado lá em Cáceres.
    Acorda menino, não siga o caminho do seu pai, procure sua tragetória rapaz.

  • FERNANDO CIOLEM | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    AI FICOU É RUIM EM RODRIGO, RECEBER ELOGIOS DE PEDRO HENRY, É SINAL QUE ELE É SEU AMIGÃO, E QUE AMIGÃO

  • Aníbal | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

Apoiado por deputados bolsonaristas

jose medeiros 400 curtinha   Um dos vice-líderes do Governo Bolsonaro na Câmara, o deputado José Medeiros (foto), do Podemos, vem recebendo apoio na disputa ao Senado de vários parlamentares bolsonaristas. O chamado núcleo duro do presidente no Congresso Nacional está com Medeiros, entre eles os deputados...

Justiça barra ficha suja em Poconé

clovis martins 400   A Justiça Eleitoral barrou em Poconé o ex-prefeito Clovis Damião Martins (foto), considerado ficha suja. Está inelegível por oito anos. Filiado ao PTB, ele foi condenado pelo TCU por irregularidade insanável que configura ato doloso de improbidade administrativa. Enquanto...

3 estão fazendo pesquisa em Cuiabá

Três institutos de pesquisa entraram em campo na capital nesta semana para levantar as intenções de voto para prefeito. São eles: Malujoa Comunicações, que geralmente divulga os resultados no site Olhar Direto; a Voice Pesquisas e Comunicação, do site Midianews; e Real Time Big Data. A Voice poderá tornar públicos os números apurados da pesquisa a partir de segunda (26), enquanto os outros dois estão autorizados...

Marino enaltece Leitão para o Senado

marino franz 400 curtinha   O empresário e ex-prefeito de Lucas do Rio Verde, Marino Franz (foto), anunciou apoio a Nilson Leitão (PSDB) para o Senado. Disse que conhece o candidato tucano de longa data, desde quando este foi prefeito de Sinop e assegura que Leitão é preparado, representa muito bem a região e o...

Magali de fora em General Carneiro

magali vilela 400   A ex-prefeita de General Carneiro, Magali Vilela (foto), que se lançou novamente à disputa ao Executivo, foi barrada pela Justiça. Teve o registro indeferido, já que está inelegível por ter sido condenada à suspensão de seus direitos políticos em...

Kalil, ausência e críticas de educadores

gilmar ferreira 400 curtinha   O candidato a prefeito de Várzea Grande Kalil Baracat (MDB) não foi a um evento realizado pelo Sintep para apresentar suas propostas aos técnicos e professores da educação básica. A ausência e sem apresentar justificativa deixou professores na bronca. O sindicalista...