Últimas

Quarta-Feira, 15 de Outubro de 2008, 23h:10 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:21

CÁCERES

Henry diz que ex-prefeito é derrotado e "leviano"


Deputado Pedro Henry diz que é Túlio quem deve explicações

  O deputado federal Pedro Henry, cacique do PP na região da Grande Cáceres, reagiu às acusações do ex-prefeito Túlio Fontes (DEM) e do deputado Wilson Kishi (PDT), que compuseram chapa majoritária e foram derrotados nas urnas pelo prefeito Ricardo Henry, irmão do parlamentar progressista. Ricardo venceu por 522 votos de frente. Túlio e Kishi acusaram abuso de poderio econômico, com comprova de votos e outros supostos crimes eleitorais.

  Em resposta, Pedro Henry afirmou que Túlio faz acusações levianas e, ao invés de ficar montando dossiês, deveria responder às 26 ações por crime eleitoral, mais quatro investigações eleitorais e ainda a 14 processos por improbidade administrativa. O prefeito reeleito disse estranhar o fato de Túlio mencionar acusações que já foram julgadas e arquivadas.

   Disse que lamenta que o candidato derrotado pela segunda vez  tente usar a OAB para fazer política eleitoral. “Nunca fui adepto desse tipo de política, mas eu conheço bem o presente e o passado dele (de Túlio). Poderia enumerar muitas coisas a seu respeito. Porém, optei por trabalhar por Cáceres que ficar fazendo proselitismo barato”, reagiu Henry.

   Processos

   Dos processos que estão em fase de investigação eleitoral contra Túlio Fontes, um chama atenção especial: a votação registrada na comunidade rural de Roça Velha. Dos 60 votos registrados, 59 foram contabilizados para o candidato derrotado. “O único voto que obtivemos naquela comunidade foi de um eleitor que, na verdade, mora em Cáceres e que nos procurou estranhando a votação ali registrada”, disse. O distrito rural, durante a gestão de Henry, recebeu várias benfeitorias. “E na campanha estivemos lá para conversar com os eleitores”. observou.

   As denúncias apresentadas por Túlio, segundo Ricardo, são típicas de um candidato derrotado. Ele lembrou que na eleição passada, quando o ex-prefeito concorria à reeleição, ao final, vieram os mesmos tipos de denúncias. “Nada ficou comprovado do que ele disse. Eu lamento que ele não tenha amadurecido o seu comportamento”. Diz que o adversário faz acusações sem sem provas.

   Henry ainda observou que o democrata não é, absolutamente, fato novo para os cacerenses. “Todos o conhecem e sabem como age”, comentou, ao destacar fatos relacionados à administração de Túlio Fontes. Ele lembrou que durante a campanha eleitoral, o candidato da coligação DEM-PT-PSDB usou a tática de “jogar pedra e esconder a mão”, fazendo acusações e, ao mesmo tempo, se autodenominando “candidato da paz”. Numa de suas inserções, chegou a atacar a família Henry: “Eu poderia falar da vida pessoal dele, tinha e tenho muitos instrumentos para isso, mas optei por uma campanha de alto nível, falando a verdade ao eleitor”. (Sinézio Alcântara, de Cáceres)

Postar um novo comentário

Comentários (16)

  • André Gomes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • ANA passos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É lamentavel tudo isso que esta acontecendo em Cáceres. Com toda sinceridade, o povo cacerense não merece ser noticia em todo Estado como berço de corrupção. O que mais entristece é saber que existe pessoas que são coniventes a atitudes de distorção de valores e condutas, na velha filosofia de que rouba mas faz... Acorda gente !!faz oque ????...O poderio economico, a corrupção e a impunidade estão fazendo lavagem cerebral em algumas pessoas, sendo que algumas estão obstinadas pelo poder...Olha ..os asfaltos ( alias pseudo asfaltos eleitoreiros) ja pararam, as cavucações tbm. Falta remedio, falta agua , telefones cortados na prefeitura..falta ..falta..falta ..só não ve quem naõ quer ..como eles mesmo diziam..É povo cacerense e vai ficar pior ainda..Esperaaaaaaaaaaaaaaaa...

  • Paulo Prado | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Será que começa agora a guerra de nervos? Será que o Pedro Henry tem mesmo essas coisas que o povo de Cáceres tem até medo de comentar sobre a vida pessoal do Túlio? Será que o Riquinho da mamãe aguenta essa mancha? Isso vai atingir a família dele? E o Kishi? Será que ele é esse exemplo social mesmo, 04 mandatos e nunca fez maracutáia? Nunca comprou voto? Nunca se beneficiou dos cargos que ocupou? Será que a turma antiga dele (PH) não tem nada dele guardado na manga do paletó? são questionamentos mil, que nos levam a crer que nem os vencedores nem os derrotados sairão ilesos dessa. Tal conclusão é devido ao depoimento de minha funcionária que recebeu dinheiro para votar em um candidato a vereador da chapa do Ricardo Henry mas para prefeito tinha que votar no Túlio. Quem entende essa manobra?
    Senhores de telhado de vidro, acalmem-se antes que sejam todos reduzidos a cinza, abrindo espaço para esses pau rodados que nessas horas sabem muito bem como destacar e comer o bolo.

  • Telles Araguaia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Caro Paulo Roberto,
    Tínhamos uma opção para mudar tudo isso. Era o Francis da Cometa. Porém o Sr. Entulho Fontes não cumpriu um acordo e se inflou, como menino mimado que é, com pesquisas e quis ser candidato. Junto com o ele o PT, vendo a fraqueza e o abandono do DEM por parte de caciques da Baixada, montou sua estratégia de coligar com os pé na cova e eleger vereadores, deu certo.
    Mas convém lembrar que o PT construiu a candidatura Entulho Fontes.
    Não votei no Ricardo, não acho que a liderança do Pedro Henry é boa para Cáceres, por isso apostava que enterraríamos os dois com a candidatura do Francis. E de fato o Ricardo virou esta eleição e a venceu e isso se deve as irresponsabilidades do Tulio que faltou uma reunião de campanha atrás da outra sabe-se pra fazer o que, dizem que para jogar bola.
    Nós de Cáceres conhecemos as práticas dos dois grupos, os Henry e os Fontes e agora o PT entro na mesma, pois teve muito voto de cabresto imposto por lideranças, dizem até que um certo senhor disse que se o Alonso não tivesse 1.500 votos ele se atiraria da ponte.
    Enfim, esperamos daqui a 4 anos mudarmos tudo isto.

  • MARCIA ALMEIDA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    CADA POVO TEM O GOVERNO QUE MERECE.....

  • jose Carlos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse papo de compra de votos, está ficando feio p/ Tulho Fontes.
    Tulho Fontes e o seu vice precisa ser mais humilde,e aceitar a vontade do povo.
    O que resta e esperar outra eleição!

  • ana passos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    So quero saber porque não postaram meu comentario, que enviei hj pela manhã??

  • Carla Savati | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    Quero deixar um recado para Túlio Fontes, o povo de Cáceres, não são levianos, eles sabem decidir sobre seu voto, para de nos caracterizar como um banco de mortos de fome, porque qdo vc diz que vendemos nosso voto, você pensa ingualzinho a vosso pai, que achava que o povo cacerense era um bando de bugres, que só queriam comer mandioca.
    Sabemos decidir, use seu tempo para pensar em projetos para Cáceres, quem sabe nas próximas eleições, (se vc mudar, seu pensamento) vc consiga vencer as eleições.
    Kishi é triste saber que vc também anda denegrindo o nome do povo cacerense na Tribuna em Cuiabá.
    Peço que pare com isso, não vai conseguir nada, vcs estão cheios de processos, (o sujo, falando do mau lavado) é horrivel, vermos nossa cidade nas manchetes, com tal assunto.
    Reflitam sobre isso, por favor.

  • Carolina Farias | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0



    Choro de derrotado, é pior que de homem traído, acha que todos estão com pena dele.

    Óras bolas, vá te cata Túlio Fontes.

  • paulo roberto de oliveira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Também Carla, o povo de Cáceres, vamos respeitar, eleger
    o irmão de Pedro Henry é brincadeira, voçes não tinha
    outro para escolher? Depois ficam reclamando, não sabem votar...Se votassem em branco seria bem melhor......A
    nossa gloriosa Cáceres não merecia isso.

PTB tem 25 e deve eleger 2 à Câmara

misael galvao 400 curtinha   O PTB lançou 25 nomes a vereador em Cuiabá. E a tendência é de eleger entre um e dois. As maiores apostas são os seus próprios vereadores: Misael Galvão (foto) e Adevair Cabral, respectivamente, presidente e primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara....

Retorno à Câmara após 6 mandatos

fulo 400 curtinha   Figura bastante popular, especialmente na região da Vila Operária, Lourisvaldo Manoel de Oliveira, o Fulô (MDB), que foi vereador de Rondonópolis por seis mandatos, está de volta. Hoje suplente, ele assume provisoriamente nesta segunda a cadeira do titular Thiago Muniz, que pediu licença...

Bolsonaro nem aí para políticos de MT

nelson barbudo 400 curtinha   O cerimonial da Presidência da República deu de ombros para os políticos, inclusive para a bancada federal mato-grossense, na visita de Bolsonaro, sexta, em Sinop e Sorriso. Alguns tentaram, de forma insistente, tirar foto com o presidente. E até conseguiram. Mas o capitão preferiu...

Tião com Flávio e "pau" nos Campos

tiao da zaeli 400 curtinha   A maior bronca dos Campos em Várzea Grande hoje é com o ex-prefeito Tião da Zaeli (foto), que motivou o amigo e empresário Flávio Vargas, dono do frigorífico Frical, a entrar na disputa à sucessão municipal. E Flávio conseguiu construir um amplo arco de...

A única dos maiores fora da reeleição

rosana martinelli 400 curtinha   Seis dos 10 prefeitos dos maiores municípios de MT poderiam disputar a reeleição neste ano por estarem no primeiro mandato ou já tendo exercido outros não consecutivos. E, destes, somente Rosana Martinelli (foto), de Sinop, não se recandidatou. Percebeu dificuldades...

Poconé tem 4 no páreo; Euclides dança

euclides santos 400 curtinha   Em Poconé, o ex-prefeito Euclides Santos (foto) nadou e morreu na praia. Numa queda de braço dentro do PSDB, Euclides, que havia se mudado para Cuiabá e tem o filho na disputa para vereador, perdeu espaço e autonomia para a ex-prefeita Meire Adauto, presidente municipal da legenda tucana e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.