Últimas

Terça-Feira, 06 de Novembro de 2007, 17h:53 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

EMBATE JURÍDICO

Henry e Chica pedem anulação de sessão

    Sob risco de cassação, os deputados Pedro Henry (PP) e Chica Nunes (PSDB) tentam anular a primeira sessão de julgamento da representação eleitoral movida pelo Ministério Público contra os parlamentares e que entrou em votação no último dia 23. A sessão do TRE/MT começa dentro de instantes. Seus advogados entregaram um documento com pedido de questão de ordem. Foi protocolado às 16h desta terça junto ao Tribunal Regional Eleitoral. O argumento utilizado pelos deputados é de que quando foi lido o relatório e apresentado o voto do juiz Alexandre Elias, pela cassação dos mandatos, não havia quórum qualificado para julgamento. Nessa sessão não estava presente a juíza Adverci Mendes Rattes de Abreu, que compõe o Pleno na vaga do juiz federal Rodrigo Navarro.

    O presidente do TRE, desembargador José Silvério, é o primeiro a analisar o pedido dos advogados para decidir se dará o voto de minerva para desempatar o julgamento. O mandato dos de Henry e Chica está nas mãos do magistrado. (Simone Alves)

(Atualização às 18h08) - A sessão do TRE começa em instante. Há dois processos na pauta. Um trata de matéria administrativo. O outro refere-se à representação que volta a pauta. É contra os deputados Pedro Henry e Chica Nunes, acusados de compra de votos. A última sessão foi encerrada com um placar de 3 a 3, quando o presidente do TRE, José Silvério, pediu vistas. Na sessão desta noite, ele anunciará o seu voto. O advogado Vilson Neri, do MCCE, chegou ao TRE para acompanhar a sessão.

(Atualização às 18h25) - Processo sai da pauta

    O processo contra Henry e Chica sai de pauta. O relator Alexandre Elias disse que foi pego de surpreso com o pedido da defesa sobre a questão de ordem. O presidente do TRE, José Silvério, concordou e o pedido de cassação do mandato dos dois parlamentares volta a pauta na quinta (8).

(Atualização às 18h30) - O advogado de Henry, Eduardo Jacob, assinou a petição sobre a questão de ordem em conjunto com o assessor jurídico de Chica, Mário Sá. Os dois argumentam que a sessão do TRE do dia 23 foi irregular e, por isso, deve ser considerada nula por não ter contado com quórum qualificado.

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • Plinio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    como sempre esses maus políticos tentando tumultuar o processo. Dá-lhes Dr. Silvério, que a justiça seja feita.
    NBãom deixe eles tomarem conta da situação.

  • Gilmar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Estive presente na sessão, muito estranho esta manobra esperemos que os Juizes que se manifestarem favoráveis a cassação não voltem atraz.
    O povo esta com muita sede de Justiça e já esta enjoado de pizza.

  • Valdir | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Olha a pizza aí gente !!!

  • Antonio Carlos Cuiabano | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Ta começando acheirar mal... será!!!! a justiça vai fraquejar diante do poder economico de Chica e Pedro Henry? começaram a usar as benecias da lei?

    O Povo de MT nao merece isso. se essa dupla nao for cassada, o candidatos que ai virao estarao com o direito de comprar votos garantido. E a justiça, mais uma vez estará desmoralizada.

  • julio augusto de oliveira soares | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Quero continuar acreditando na justiça da minha terra e por isso tenho certeza que o eminente desembargador José silvério não se renderá a chincanas protelatórias dos caros advogados régiamente pagos com dinheiro tirado do povo por estes políticos que não soberam honrar o voto [mesmo que comprado] que o povo lhes deram na urna,basta de IMPUNIDADE,cassação já conforme determina a lei.

  • DEDO DURO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Quem garante que esta "falta de quórum"não foi proposital?a deusa da justiça é cega mesmo?

  • jooiiuu | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Que vergonha que prevalesa a justiça vamos moralizar nosso estado se acabar em pizza vou concordar com a opininhão publica o nosso judisiario é podre sem moral piores que chica e henry.........................................

  • jeovaldo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Pessoal ai de cima eu estou preocupado, o "Cabo" eleitoral da Tia Chica é assim que ele chama ela, falou para mim hoje que ela vai tirar ferias para arrumar mais "dindin", porque teve um que e muito "Caro", estou repetindo as suas palavras. Se for verdade, 2008 vem recheado de "dolares", aquele mas caro pode pedir "Euro" que vai ter. Rapaz com um cabo eleitoral desses quem precisa de inimigos???? O bairro todo esta comentando essa "fofoca" quente. A onde agente olha lá está o "Moço", falando das ultimas. "Tia Chica daqui, Tia Chica dali", ela faz e acontesse, ate ponte a onde não tem rio ela faz. Voooooteeeeee. Fui......

Sob efeito-cavalo paraguaio em ROO

thiago muniz 400 curtinha   Em Rondonópolis, o candidato a prefeito, vereador e empresário Thiago Muniz (foto), se transformou num cavalo paraguaio, expressão muito usual no futebol quando se refere a um time que dispara no início do campeonato mas, lá pela metade, começa a cair pelas tabelas. Acreditava-se...

Lula na TV deve afundar mais Julier

lula 400   O advogado Julier Sebastião da Silva, que disputa pela segunda vez a Prefeitura de Cuiabá - na primeira, em 2016, pelo PDT, ficou em terceiro lugar e, agora, pelo PT -, levou para o seu horário eleitoral o ex-presidente Lula (foto). A participação, com pedido de voto para Julier, da maior...

Na contramão dos investimentos

jose wenceslau 400 curtinha   Ao invés de reconhecer e aplaudir a iniciativa do governo estadual, que anunciou investimentos de R$ 9,5 bilhões em obras e ações, sendo R$ 6 bilhões (63%) de recursos próprios, a Fecomércio-MT, sob José Wenceslau Júnior (foto), reagiu com críticas....

Filho de ex-deputado rumo a vereador

willy taborelli 400   O coronel PM da reserva e ex-deputado estadual Perry Taborelli, que concorreu e perdeu para prefeito de Várzea Grande em 2016, lançou de novo o filho à cadeira de vereador. Trata-se do jovem advogado Willy Jacyntho Taborelli (foto), de 32 anos. Desta vez, ele concorre pelo PV. Na eleição...

Beto vê aliado como mais preparado

wellington marcos 400   O prefeito de Barra do Garças, Beto Farias (MDB), tem sido um cabo eleitoral fundamental para o candidato à sucessão municipal, advogado e atual vice-prefeito Wellington Marcos (foto), do DEM. Beto, que está concluindo o segundo mandato consecutivo com 80% de aprovação popular,...

Produtores e a unificação de eleições

antonio galvan 400 curtinha   Mato Grosso pode ter três eleições no mesmo dia, 15 de novembro. Isso porque, além das municipais e a suplementar ao Senado, alguns produtores rurais se movimentam para que a escolha do novo presidente da Aprosoja também seja na mesma data das eleitorais. Inicialmente, o pleito da...