Últimas

Terça-Feira, 19 de Maio de 2009, 19h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

PESQUISA MARK

Henry é o nome preferido dos cacerenses para federal

   Mesmo sob desgaste por ter sido denunciado e cassado por crime eleitoral, mas no cargo por força de liminar, o deputado federal Pedro Henry (PP) impõe sua liderança na Grande Cáceres. Seu nome é o mais preferido numa eventual disputa à reeleição rumo ao pleito de 2010. Foi o que constatou o instituto Mark, em trabalho de campo feito no último sábado (16). Foram ouvidos 303 eleitores em 42 bairros de Cáceres.

   O nome de Pedro Henry foi citado por 33% dos entrevistados. A margem de erro é de 5% para mais ou para menos. Os dados apontam que, em sua base eleitoral, Henry não sofreu tanto desgaste nem mesmo após o irmão Ricardo Henry perder o mandato de prefeito. Os deputados federais Thelma de Oliveira (PSDB) e Carlos Abicalil (PT), ambos com base eleitoral em Cuiabá, aparecem empatados na segunda colocação na cidade-pólo do Oeste mato-grossense. Thelma é lembrada por 12,5% e, o petista, por 12,2%. A viúva de Dante de Oliveira já demonstrou interesse em disputar a reeleição, mas também sinaliza que pode vir a ser até candidata a vice-governadora, numa possível aliança com o DEM, tendo como cabeça de chapa o senador e democratas Jayme Campos. Já Abicalil não descarta o projeto de reeleição, mas se articula para buscar cadeira de senador. Ele enfrenta briga interna com a já senadora Serys Marli pelo direito à candidatura.

   Mesmo desacreditado politicamente após a derrota à prefeitura de Várzea Grande em 2008, o ex-conselheiro do Tribunal de Contas do Estado e ex-governador Júlio Campos (DEM) figura na quarta colocação, com 5,9% da preferência dos entrevistados. Ele está praticamente empatado com o cacique do PMDB, deputado federal Carlos Bezerra, que tem 5%. Com uma carreira política "meteórica" - em menos de três anos passou de vereador a deputado federal -, Valtenir Pereira é o sexto colocado. Ele tem 3,6% da preferência. Ele já decidiu que tentará a reeleição. Pré-candidato do PR ao Senado após a desistência do governador Blairo Maggi (PR) em disputar o pleito, o deputado federal Wellington Fagundes (PR) aparece com 2,3% das intenções de voto. Na sétima colocação, com 1,7%, figura o também deputado federal Eliene Lima (PP), que buscará novo mandato.

   O ex-presidente da Federação de Agricultura e Pecuária do Estado (Famato), deputado federal Homero Pereira (PR), surge em oitavo lugar, com 1,3%. O líder do governo na Assembleia, deputado Mauro Savi (PR), e o secretário-executivo do Ministério das Cidades Rodrigo Figueiredo (PP), apesar de não ser pré-candidato, aparecem nas intenções de voto na pesquisa estimulada, situação em que os entrevistadores fornecem uma listagem de possíveis concorrentes as oito cadeiras na Câmara. Mesmo diante de uma lista com 11 virtuais candidatos, 20,1% dos eleitores disseram que estão indecisos, enquanto 1,7% prefere votar em branco. (Andréa Haddad)

Postar um novo comentário

Comentários (15)

  • ARNALDO DE LIMA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    surgindo um nome novo dando uma oxigenada na politica. Rodrigo Figueiredo, filho da terra, de familia tradicional na politica, seu pai foi deputado estadual e federal, saiu da politica sem mácula. com certeza foi uma escola, bom nome para MT.

  • Paulo Salem | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Essa pesquisa deva ser feita pelos proprios veiculos de comunicacao dele mesmo. La em caceres falou em comunicacao esse cara é dono. E falamos de conseçao pública, kkkkkk

  • João Batista de Souza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Marcos Santilli | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A população cacerense tem que tomar conhecimento é das outras listas que Pedro Henry encabeça: mensalão, sanguessugas, concessionárias de água, televisões, etc.... Ah, e também, como bem lembrou o correligionário Deusdel (que perdeu a boquinha na Prefeitura e não se conforma), Pedro Henry é gente que faz: faz cada coisa......
    kkkkkkkkkk kkkkkkkkk kkkkkkkkk

  • Marcos Gomes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0



    Uma coisa que o povo cacerense não é : é ser ingrato.

    Elegeu Ricardo Henry, e vai eleger mais uma vez o nosso Dep. Pedro Henry.

    Sabemos que a Cuiabania quer acabar com ele, mas isso não iremos deixar, porque já o conhecemos, e sabemos de seu comprometimento com Cáceres e toda a região.

    Pois, então Deputado estamos prontos pra ir até as urnas, pena que não será pra governador, como todos queriam.

    Mas temos esperança que isso ainda vai acontecer...

  • José Gorgulho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Para Josemar Bucair,

    Que venha Julio campos, pra levar um banho de ovo podre dos cacerenses.

    quem bate esquece, mas quem apanha não...

    Deus nos livre de Júlio, Jayme, etá povinho que só mama.

  • Deusdel FILHO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O desgaste mencionado na matéria foi superado, isso devido a comprovação e absolvição do Deputado Pedro Henry no caso da denúncia deslavada e politiqueira do Senhor Roberto Jeferson e ainda no caso relacionado à empresa dos Vedoin.
    Na região da grande Cáceres jamais um representante político teve tanta representatividade. O Deputado Pedro Henry levou asfalto, quadras poliesportivas... levou dignidade e qualidade vida, junto com casas populares, hospital, ambulatórios...
    É sabido que é o mais querido na região da grande Cáceres, mas também em outras regiões de nosso estado. Não levou recursos só para a sua base, mas sim a todos os municípios desse grande estado.
    Teço elogios porque foi nele que votei, ele foi o meu escolhido para ser meu representante, meu e de milhares de matogrossenses.
    Percebi que há muitas forças, inclusive do arco de aliança que dá sustentação ao governo, que querem a todo custo boicotar o Deputado Pedro Henry e assim tirá-lo de vez da vida pública.
    Não acho esse o meio mais correto de dar esse aviso, nem mesmo me considero próximo demais para tal, mas como representado digo que o Deputado Pedro Henry deve abrir o olho com o conhecido fogo amigo, enquanto ele ajuda nem sempre é ajudado.
    Penso que companheiro é companheiro, gripe suina é gripe suina.

  • Deusdel Ferreira de Souza Filho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Caro Marcos Santilli, jamais trabalhei na prefeitura de Cáceres, nunca tive vínculo com a mesma.
    Vc esta totalmente desinformado, ou se faz de.
    Nunca tive boquinha, sempre trabalhei na iniciativa privada, mais de dez anos, dos meus 28 de vida.
    Hoje, sou funcionário público CONCURSADO.
    Se informa aí gurizinho.
    Ah, eu sempre tenho a hombridade de me identificar e de postar meu e-mail.
    Diferente né?

  • Alfredo Mendes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A aprovação é fruto de um trabalho gigantesco pelo nosso municipio. O grave é que o prefeito derrotado tapetão vai acabar com parte que vinha sendo construido (M centro de eventos , asfalto e saneamento, etc...) e NÂO vai conseguir NADA!

  • Josemar Bucair | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Tá vendo, só bastou uma pequena entrevista, dizendo que poderia ser candidato a deputado em 2010, para o bravo guerreiro Julio Campos, aparecer com quase 6% dos votos dos Cacerenses. Julio, venhe nos visitar logo, pois até hoje não apareceu nhenhum governador de estado para fazer por nossa cidade e região, como voce fez de l983 a l987.Lembramos do Projeto POLONOROESTE,que voce trouxe para Cáceres,Mirassol,P.Esperidião,Rio Branco e Pontes e Lacerda, asfalto nas nossas estradas,escolas modernas,postos de saúde,energia eletrica,abastecimento de agua,armazens da antiga Casemat,regularização fundiaria,e a estadualização do IESC,hoje UNEMAT. Voce aqui na Grande Cáceres vai disputar taco a taco com o Pedro Henry para a Camara dos Deputados,.Conte comigo e minha familia.

Rejeição a Abílio sobe e cai a de EP

abilio junior 400 curtinha   Nos últimos 15 dias, o candidato a prefeito da Capital, Abílio Júnior (foto), do Podemos, viu a rejeição aumentar 12 pontos percentuais, quase um por dia, saindo de 19% para 31%, de acordo com a nova rodada da pesquisa Ibope, divulgada nesta sexta pela TV Centro América....

Fávaro deixa governador em saia-justa

carlos favaro 400 curtinha   O senador interino do PSD, Carlos Fávaro (foto), que busca a reeleição, deixou o governador Mauro Mendes (DEM) em uma saia-justa em Barra do Garças. Mendes, que já declarou apoio no horário eleitoral ao candidato à sucessão municipal Wellington Marcos, do mesmo...

Sob efeito-cavalo paraguaio em ROO

thiago muniz 400 curtinha   Em Rondonópolis, o candidato a prefeito, vereador e empresário Thiago Muniz (foto), se transformou num cavalo paraguaio, expressão muito usual no futebol quando se refere a um time que dispara no início do campeonato mas, lá pela metade, começa a cair pelas tabelas. Acreditava-se...

Lula na TV deve afundar mais Julier

lula 400   O advogado Julier Sebastião da Silva, que disputa pela segunda vez a Prefeitura de Cuiabá - na primeira, em 2016, pelo PDT, ficou em terceiro lugar e, agora, pelo PT -, levou para o seu horário eleitoral o ex-presidente Lula (foto). A participação, com pedido de voto para Julier, da maior...

Na contramão dos investimentos

jose wenceslau 400 curtinha   Ao invés de reconhecer e aplaudir a iniciativa do governo estadual, que anunciou investimentos de R$ 9,5 bilhões em obras e ações, sendo R$ 6 bilhões (63%) de recursos próprios, a Fecomércio-MT, sob José Wenceslau Júnior (foto), reagiu com críticas....

Filho de ex-deputado rumo a vereador

willy taborelli 400   O coronel PM da reserva e ex-deputado estadual Perry Taborelli, que concorreu e perdeu para prefeito de Várzea Grande em 2016, lançou de novo o filho à cadeira de vereador. Trata-se do jovem advogado Willy Jacyntho Taborelli (foto), de 32 anos. Desta vez, ele concorre pelo PV. Na eleição...