Últimas

Quinta-Feira, 21 de Fevereiro de 2008, 08h:25 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

ARTICULAÇÃO

Homero acelera projeto que tira MT da Amazônia


 Na comoção com a morte de Jonas, autor do projeto, deputado se junta ao relator Heráclito Fortes, ganha respaldo de toda bancada ruralista e quer aprovação já da polêmica proposta

  Comovido com a morte de Jonas Pinheiro, enterrado nesta quarta no cemitério de Santo Antonio de Leverger, o deputado federal Homero Pereira (PR), da bancada ruralista, resolveu se articular em busca de respaldo para aprovar logo o polêmico projeto do ex-senador que propõe excluir Mato Grosso da Amazônia Legal. Homero disse que vai procurar o senador Heráclito Fortes (DEM-PI), relator do projeto, no sentido de pedir celeridade. Fortes, por sua vez, disse, em entrevista ao RDNews, que o seu parecer será pela aprovação da proposta. O senador mato-grossense Jaime Campos (DEM) também adiantou que aprova a idéia.

    Os dois parlamentares mato-grossenses vão liderar a campanha, agora com maior respaldo do próprio relator e também do substituto de Jonas no Congresso, o empresário rural Gilberto Goellner. Para Homero, a aprovação do projeto seria uma homenagem a Jonas, que também integrava a bancada ruralista. Ambientalistas também devem se mobilizar, mas no sentido de barrar o projeto. Eles argumentam que a retirada de MT da Amazônia Legal resultaria em maior abertura de áreas para o desmate, deixando o Estado mais vulnerável à destruição do meio ambiente em meio à exploração econômica ambiental (in)sustentável. Como integra a Amazônia, todos os 141 municípios mato-grossenses precisam manter área preservada em 80%. Pela proposta do ex-senador Jonas, MT deve ser inserido no bioma cerrado. Nesse caso, a exigência de preservação das áreas de reserva cairia para apenas 35%.

   Homero considera injusto o fato de todo o MT estar na região da Amazônia Legal. Segundo ele, dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que a maioria desses municípios não fazem parte do bioma Amazônico. Entende que só deveriam continuar na Amazônia Legal alguns municípios que estão localizados no extremo-norte, entre as divisas do Amazonas e do Pará.

   "Mato Grosso não pode abrir mão da vocação de produzir alimentos. Isso não quer dizer que a terra será explorada de forma indiscriminada e que vamos desrespeitar o meio ambiente", alega Homero, presidente licenciado da Federação da Agricultura (Famato). O parlamentar questiona o fato de não haver restrições em outras regiões. "A inclusão de todos os municípios do Estado na Amazônia Legal faz parte de um conceito do passado. A realidade hoje é outra", critica. (Simone Alves e Pollyana Araújo)

   Clique no play e ouça o que diz Heráclito sobre o projeto de Jonas Pinheiro.

Postar um novo comentário

Comentários (17)

  • Gilmar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    A sociedade precisa ser ouvida, eu sou contra, Dep. Homero espero não me arrepender de ter votado no Senhor. Querem a qualquer custo derrubar oque resta de cerrado e mata.

  • Plinio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Deputado Homero, tirar Mato Grosso da Amazônia, é contribuir para a extinção da vida na terra. Não insista nesse assunto. Deus colocou-nos aqui para que tenhamos vida, junto a natureza que tudo nos proporciona. De tanto insistir nessa tese, um já foi (que Deus tenha piedade de sua alma e o acolha em teu Reino). Não queira insistir nesse assunto, pois o desejo de alguns não prevalece sobre toda uma população. Pode acontecer o mesmo...

  • Silvia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sr. Homero fica fora disso, sua imagem vai se queimar, voce vai ficar mal visto. um Deputado tem que defender a vontade da maioria, e o mundo inteiro deseja a preservação de nossas florestas. Nos ja temos terra demais desmatadas, degradadas, abandonadas, sem produzir nada. É um absurdo o que se ve neste Estado.Tanta produção de grão para alimentar os asiáticos. Como Deputado o Sr. deveria correr atraz de projetos para a melhoria das estradas, ex. a Br. 163 por onde trafega toda a riqueza produzida no norte e médio-norte, está uma calamidade. indicar projetos para baixar os custos dos insumos, Nosso produtores, coitados trabalham tanto so para pagar juros a banco. Preservar nossas florestas é investir no futuro.

  • JOSÉ | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    DEPUTADO SE O SENHOR NÃO SABE EU VOU TE CONTAR UMA COIZA:MATO GROSSO É O UNICO ESTADO DO BRASIL QUE TEM TRÊS ECOSISTEMA , PANTANAL, CERRADO E FLORESTA AMAZONICA.ESTA RIQUEZA INESGOTAVEL O SENHOR SONHA EM ACABAR PARA DAR LUGAR A DEVASTAÇÃO E O PLANTIO DE SOJA.ORAS DEPUTADO PORWUE O SENHOR NÃO ELABORA PROJETO P/FAZER O HOMEM VIVER EM HARMONIA COM O MEIO AMBIENTE.A FUTURA GERAÇÃO I´RA TE AGRADECER.TE ACONSELHO IR PROCURAR O QUE FAZER AO INVÉ DE FICAR PENSANDO EM BESTEIRA.PORQU VOCÊ NÃO CONSULTA TEUS ELEITORES ANTES DE FAZER QUALQUE COIZA JÁ QUE CRIATIVIDADE PARECE FALTAR.

  • ALBUCASSIS RAMIRES | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É ISSO QUE DÁ,ELEGER UM FORASTEIRO QUE NÃO TEM COMPROMISSO COM A NOSSA TERRA,ELE O HOMERO,SÓ TEM UM COMPROMISSO,DERRUBAR AS NOSSAS MATAS PARA PLANTAR SOJA E PASTO.

    OS NOSSOS POLITICOS VIVEM SE QUEIXANDO QUE NÃO TEMOS RECURSOS PARA AS NOSSAS OBRAS DE INFRA ESTRUTURA,NÃO É VERDADE,O QUE NÃO TEMOS É PROJETOS,POIS MATO GROSSO,TEM DUAS AGENCIAS DE DESENVOLVIMENTO,SUDAM E FCO,QUE TEM DEVOLVIDO DINHEIRO PARA BRASILIA, POR FALTA DE PROJETOS.

    TIRAR MATO GROSSO DA AMAZONIA LEGAL,É FECHAR UMA PORTA DA SUDAM ,PARA OS PROJETOS GOVERNAMENTAIS E PRIVADOS.

    OS NOSSOS POLITICOS PRECISAM LER MAIS SOBRE A NOSSA POLITICA DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL,E APRENDER COM O SAUDOSO SENADOR VITORINO FREIRE DO MARANHÃO,QUE GRAÇAS AO SEU TRABALHO E VISÃO DE FUTURO,COLOCOU O ESTADO DO MARANHÃO EM 3 REGIÕES OU SEJA NORDESTE , NORTE E AMAZÔNIA,DE ONDE BUSCAM RECURSOS PARA OS SEUS PROJETOS DE DESENVOLVIMENTO.

    TENHA PACIENCIA SEU HOMERO,TOME TENDENCIA,PROCURE LER UM POUCO,PARA VER A ESTUPIDEZ DE SUA PROPOSTA, E O SEU DESCOMPROMISSO COM MATO GROSSO,QUE LHE ACOLHEU COMO UM VERDADEIRO FILHO.

  • Leonardo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Espero que a sociedade mato-grossense pense antes de votar.

    Enquanto ela continuar votando nesses ruralistas, achando que eles têm os maiores e melhores interesses para a população, vai continuar quebrando a cara. O que eles querem é o máximo de proveito próprio, já que são os maiores latifundiários desse Estado.

    Acorda povo, não se deixem enganar por essa desculpinha esfarrapada de que MT não pode abrir mão de sua vocação de produzir alimentos. Que alimentos, me digam? A carne que é para exportação? A soja que é para exportação? O algodão para exportação?

    Eleições municipais vêm por ai e, lamentavelmente, não vejo mudança no cenário político. Que desilusão!

  • Leonardo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Quero fazer um pedido ao Romilson:

    Se vc puder fazer um quadro comparativo dos bens listados à Justiça Eleitoral (que nós sabemos não refletir a totalidade de bens que eles possuem) pelos dep. estaduais e federais, e comparativamente, listar os projetos de leis propostos pelos respectivos deputados e os apoios que eles têm uns dos outros.

    Essa mostra servirá apenas para termos uma superficial noção do que propulsionam suas mentes férteis em busca da "melhoria das condições de vida da população".

  • Antonio Cavalcante Filho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Já é perceptível até mesmo para o mais simples cidadão com um mínimo de consciência crítica que preservar o meio ambiente é a decisão mais inteligente que os seres humanos podem tomar nesse momento.

    Só quem ainda não percebeu isso são aqueles que estão embriagados e translouquecidos pela ganância e pela ambição incontrolável de lucros e de poder.

    E quem são estes estúpidos prostituídos senão os criminosos e assassinos da natureza, dos Trabalhadores Sem Terra e da vida?

    Sim! São eles os cúmplices das oligarquias políticas ruralistas, coronelistas, prevaricador-patrimonialistas, autocráticas, autoritárias, escravocratas e corruptas.

    Esse projeto do ex-senador ruralista Jonas Pinheiro é o que há de mais atrasado, retrogrado e, principalmente, se aprovado, um dos maiores atentados contra a existência de todas as espécies vivas. Seria um crime não apenas contra o Brasil, e sim, contra toda a humanidade.

  • Roberto Lins | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Eu acho que o NOBRE DEPUTADO nao conhece o centro-norte do MT.. Ja que o senhor nao conhece eu vou te explicar: É visivel que o MT faz parte da Amazonia legal! Cerrado nao tem aquelas arvores que o centro-norte do MT tem. Entao estude para saber a diferença..

  • maria eugenia guimarães | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Entendo perfeitamente a consciência pesada Dr. Homero, mas deixando o politiquismo de lado, estamos falando de VIDA, vida na amazônia, tirar MT da Amazônia e matar nossa floresta, dar carta brnca para a destruição de vida. Pense bem Sr Homero, o dinheiro não salva...pense nisso

Coronel linha dura morre ao 91 anos

Coronel Abid 400   Morreu   em Campo Grande (MS), aos 91 anos,  o coronel da PM aposentado Adib Massad (foto), considerado  um dos principais nomes  da Segurança Pública de Mato Grosso na década de 1970. À época, ainda com a patente de  tenente, foi comandante regional...

Mauro e vitórias na briga de decretos

mauro mendes 400 A estratégia do governador Mauro Mendes (foto) de articular com os Poderes a edição do decreto de toque de recolher vem dando frutos. O governo publicou decreto impondo toque de recolher das 21h às 5h, com fechamento do comércio às 19h. O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, discordou e fez...

Prefeito é intubado e pode ir para SP

Prefeito de Tapurah Carlos Alberto Capeletti   É grave o quadro de saúde do prefeito de Tapurah (432 km de Cuiabá), Carlos Alberto Capeletti (PSD). Após piora, ele precisou ser intubado nesta quinta (4). Foi internado na terça (2), após testar positivo para Covid-19, em uma UTI no Hospital 13 de Maio, em...

Setasc doou 330 mil cestas básícas

Rosamaria 400 curtinha   A Secretaria Estadual de Assistência Social e Cidadania (Setasc), sob Rosamaria de Carvalho (foto), já entregou mais de 330 mil cestas básicas desde o inicio da pandemia, sendo 110 mil em Cuiabá e Várzea Grande. E como assistência social foi considerada como serviço essencial,...

Interinos ficam sem cargos no TCE

jose carlos novelli 400 curtinha   Com o retorno dos conselheiros do TCE, Antonio Joaquim e José Carlos Novelli (foto), dois substitutos perderam os postos não apenas nas relatorias, como também ficam sem os cargos na gestão. É o caso de Isaías Lopes da Cunha, que deixou de ser ouvidor-geral, sendo...

MT perde José Afonso Portocarrero

portocarrero-400   Morreu nessa quarta  (3), aos 93 anos, José Afonso Portocarrero (foto). O ex-presidente dos extintos  Banco do Estado de Mato Grosso (Bemat)  e Loteria do Estado de Mato Grosso (Lemat)  morreu de causas naturais. Viúvo, deixa quatro filhos.  Na vida profissional, foi o responsável...