Últimas

Segunda-Feira, 05 de Outubro de 2009, 14h:13 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

MEIO AMBIENTE

Homero é indicado à relatoria de Comissão e irrita Ongs

   As indicações feitas pela Mesa Diretora da Câmara Federal acerca dos membros da bancada ruralista Moacir Micheletto (PMDB-PR) para presidente e do mato-grossense Homero Pereira (PR-MT) para relator da Comissão Especial criada para analisar o Projeto de Lei 1876/99 e outras cinco propostas apensadas, tem gerado polêmica. O PL, do ex-deputado Sérgio Carvalho, propõe um novo Código Florestal em substituição ao atual (Lei 4.771/65).

   Embora o projeto seja antigo e tenha sido rejeitado em duas comissões, a Comissão Especial está sendo criada porque ele traz apensado o Projeto de Lei 5367/09, do deputado Valdir Colatto (PMDB-SC), que institui o Código Ambiental Brasileiro e revoga o Código Florestal. Defendida por produtores rurais, a proposta enfrenta forte resistência de ambientalistas.

   Na última quarta (30), durante uma reunião marcada por farpas, o líder do PV, deputado Edson Duarte (BA), acusou a bancada ruralista de compor a presidência da comissão somente com parlamentares que os beneficiem. O deputado afirmou que o PV não participou de nenhum acordo e contestou a composição da chapa anunciada, com Moacir e Homero. Segundo Duarte, o PV discorda da ideia de, em vez de debater apenas o Código Florestal, alterar toda a legislação ambiental brasileira.

   Já segundo Valdir Colatto (PMDB-SC), coordenador da Frente Parlamentar da Agropecuária e autor de projeto que institui o Código Ambiental Brasileiro, o PV não consegue aceitar o fato de ter uma bancada pequena. Ele afirmou que são os partidos majoritários os principais representantes da sociedade brasileira. Para Colatto, não houve manobra para beneficiar um ou outro setor, uma vez que cada partido indicou seus representantes para fazerem parte da comissão, que tem 18 membros. "O Partido Verde tem uma posição radical que não quer fazer com que o Brasil tenha uma legislação moderna, atual, científica, técnica, porque comandou sempre esse processo. Nós vivemos até agora na ditadura dos ambientalistas e do Partido Verde. Agora acabou essa ditadura, a ditadura da minoria. Agora nós vamos fazer aquilo que a sociedade quer". (Flávia Borges)

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • soeli | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    tem que produzi, as ongs vivem dos impostos de gente trabalhor , que trabalha , pra mata fome dos ignorantes.

  • devair valim de melo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Senhor relator espero que desta vez quem produz e ajuda pagar o salario do ongueiros de plantao seja defendido e respeitado, porque os falsos profetas do meio ambiente que so ve os cerrados e as florestas como meio ambiente pois eles sao cegos quando nao ve as poluiçoes dos lixoes,esgoto a ceu aberto,poluiçao das fabricas autonoveis.etc...quer confudir as populaçoes que e o desmatamento esta acabando com o planeta, sera que eles nao lembra que a mais de cem(100) anos o rio amazonas quasse secou.e na epoca nao tinha desmatamento. sera que eles pensam que os dinossauros que desmataram na sua epoca por isso que eles foram estintos, a indonesia deve ter desmatado cem por cento das floresta pois sempre esta em catastrofe,sera que e os produtores vao terde parar de desmatar e plantar para a sobreviverncia da humanidade, sera que sao eles que vai acabar com a terra, nosso planeta esta sempre em transformaçao, o axigenio produzido pela lavouras sao mais que o dobro produzido pelas matas, proporcional a area plantada. Temos que ter sim um codigo ambiental e florestal justo so nao pode sacrificar os agricultores que ainda nao desmatou o que a lei autoriza, quem ja desmatou a lei seja mais branda amiga do produtor, pois os agricultores sao escavos dos bancos, das bungue da vida, do sol das chuvas e dos credores da cadeia produtiva. e sempre homilhados, na verdade e quem trabalha e arisca todo ano seu futuro e seu passado, pois sempre tem alguns que perde tudo, por isso e mais que o senhor relator tem que fazer valer a maioria dentro desse comgresso respeitando o produtor rural como a força que faz creser esse pais.......um abraço e confiamos em voces..........

  • pedro ananias | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Estamos presenciando a Odisséia de Homero. Para quem é considerado inimigo da Amazônia, como pode assumir uma relatoria tão importante. Que país é esse??? Eis aí uma questão Homérica!

  • Marcelo Ribeiro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Deram o queijo prô rato guardar...

PT na oposição independente do eleito

edna sampaio 400   Independente de quem ocupar o Palácio Alencastro, a partir de janeiro, a professora Edna Sampaio (foto), única eleita pelo PT à Câmara de Cuiabá, fará oposição ao prefeito. E dá sinais de que será uma parlamentar bastante atuante. Neste segundo turno, como o seu...

Secretário não consegue eleger Fred

fred gahyva 400 curtinha   O vereador licenciado e secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, foi um cabo eleitoral incansável pela candidatura de Fred Gahyva (foto) a vereador pela Capital. Ele liderou reuniões nas unidades de saúde, reforçando pedido de voto para o aliado e amigo de...

Deputado agora pula de palanque

elizeu nascimento 400 curtinha   O ex-vereador e hoje deputado estadual Elizeu Nascimento (foto), que amargou a oitava colocação na disputa ao Senado na eleição suplementar do último dia 15, mudou de lado, como se troca de camisa. Em princípio, era apoiador do projeto de reeleição do prefeito...

Ex-aliado, Sales lembra quem é Abílio

coronel sales 400   Em mensagem enviada aos amigos, reforçando pedido de voto para Emanuel Pinheiro, o coronel PM da reserva e secretário de Ordem Pública da Capital, Leovaldo Sales (foto), diz conhecer bem os dois candidatos que disputam, neste segundo turno, o Palácio Alencastro. Sobre Emanuel, lembra que este tem...

Uma perna no muro e dicas indiretas

eduardo botelho 400 curtinha   O presidente da Assembleia, Eduardo Botelho (foto), chega ao final deste 2º turno das eleicões em Cuiabá com uma perna no muro. Ele liberou toda sua equipe para votar em quem quiser e todos pedem voto para Emanuel. Já Botelho, particulamente, preferiu não assumir publicamente o seu...

Nezinho, nova derrota e aposentadoria

nezinho 400   Aos 69 anos, o petebista Carlos Roberto da Costa, o Nezinho (foto), considerado da velha guarda política, tentou, mas foi reprovado nas urnas em Nossa Senhora do Livramento. Ele concorreu a prefeito em quatro pleitos. E já exerceu dois mandatos. Nezinho já foi secretário-adjunto de Fazenda do Estado,...

MAIS LIDAS