Últimas

Terça-Feira, 03 de Junho de 2008, 11h:23 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:20

MEIO AMBIENTE

Homero teme crítica se Maggi o nomear à Sema

  O deputado federal e presidente licenciado da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado (Famato), Homero Pereira (PR), disse que não é a pessoa mais indicada para substituir Luis Henrique Daldegan no comando da secretaria estadual de Meio Ambiente (Sema), sob argumento de que possui um grande vínculo com o setor produtivo. "Sou uma pessoa muito ligada ao setor. Acho que deve ser alguém com um perfil mais técnico", disse. Ele afirma, porém, que se for convidado pelo governador Blairo Maggi para assumir a pasta vai avaliar toda a conjuntura. "Se ele (Maggi) me convidar vou avaliar certinho".

   O teste ao nome de Homero para a pasta já vinha sendo sondado pelo governador - leia mais aqui. Homero avalia que, caso seja nomeado ao cargo, o governador será muito criticado. "Do jeito que as coisas são, já vão querer criticar o governador Blairo Maggi por querer flexibilizar a questão". Desse modo, enfatiza que tem como ajudar a questão ambiental do Estado, um tanto fragilizada, sem haver necessidade de assumir a secretaria.

   Quanto à forma como Daldegan vem conduzindo a Sema, Homero diz que a pasta é muito complexa e vive sob a mira dos órgaos ambientais federais, como o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). "Conviver com esse pessoal do Ibama é dificílimo, ainda mais porque Mato Grosso está sempre no foco". O presidente licenciado da Famato é mais um dos que acreditam que o Zoneamento Sócio-Econômico e Ambiental, em discussão na Assembléia Legislativa, será a solução para os problemas ambientais do Estado.

   Conselhos

  "Acho que precisamos recorrer ao Zoneamento". Conta que a primeira audiência está marcada para julho. Homero aproveita e dá alguns conselhos ao novo ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc. Para ele, o ministro deve iniciar uma nova fase à frente do MMA. "Acho que Minc deve inaugurar um governo diferente do que a ministra Marina Silva vinha fazendo". Avalia que a antecessora exercia uma gestão baseada em ações da Polícia Federal e do Ibama. "Agora, ele (Minc) deve fazer um governo de diálogo". (Pollyana Araújo)

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • CARLOS ROBERTO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É ISSO AI DEPUTADO, LARGA MÃO DESSE ABACAXI CHAMADO SEMA, AINDA MAIS AGORA COM ESSE MINC BATENDO DURO. EU HEIN.!!

  • Francz Shwartz | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Homero não se acovarda ante uma solução!
    Voce é um homem ou uma barata. E para finalizar, nós precisamos de alguem conhecido/competente para ocupar cargos de decisões neste Estado.
    Outra sugestão seria o Bento Porto.

  • Antonio Etico R. Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Tenho a mesma opinião de que a Sema é vespeiro, mas vejo como soluçao um tecnico com conhecimento de MT, talvez alguem que já tenha serviços prestados anteriores, como é o meu caso, modestia a parte, tenho conhecimento, tempo e saberei conciliar a produçao com a natureza, prometo também, falar a mesma linguagem do Senhor Doutor Governador Blairo Borges Maggi e até dando certa atenção ao Minc e procurando acompanhar as ideias do Lula com etanol da cana de açucar, deixando o minho para ração animal. Assim eu Prometo!

  • Milton Ribeiro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O Governador, coitado, está totalmente perdido!

    Para o Ministro Minc e para os Ambientalistas, é o mesmo que o Governador deixar uma raposa cuidando do Galinheiro.

    Deputado Homero é do segmento produtivo....precisa dizer mais alguma coisa?

    Só falta isso pra Mato Grosso cair em total descredito.

  • Manoel Bento | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Qual será a estratégia do governador? Homero é pecuarista, dirigente sindical representante dos ruralistas.
    O governador não esta passando bem! ou algum assessor quer acabar com ele.

    De fato, o Homero seria a melhor raposa pra cuidar daquele galinheiro. Que Saudades do Moacir Pires.

  • Miltom Lima | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Só faltava essa, não esqueçam, enqunto não for melhorado o salário dos servidores da SEMA não há cristão que resolva aquela pasta SÓ JESUS CRISTO SALVA, aqui em Juara tem um técnico na unidade regional (unidade desconcentrada rsrsrsr, lá Juina tem uma chefe que nem técnica é, então senhores que acham do secretario que deixou as regionais sem técnicos em áreas de exploração de madeira, hein? hein?. É muito fácil criticar a SEMA o governador é o maior interessado nisso.

  • Bomgiovanni Dancar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Homero só não é a pessoa mais indicada ao cargo, porque tem o riva. este sim seria o ambiente em pessoa ou melhor em destruição.

  • mauro jesus guardiane | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O governador tem duas opções, homero ou riva, depois destas só chamar de volta moacir pires.

  • pedro lucas correa da costa | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    enquanto prevalecer a molecagem à frente da gestão ambiental deste Estado, não vamos a lugar nenhum.

PTB tem 25 e deve eleger 2 à Câmara

misael galvao 400 curtinha   O PTB lançou 25 nomes a vereador em Cuiabá. E a tendência é de eleger entre um e dois. As maiores apostas são os seus próprios vereadores: Misael Galvão (foto) e Adevair Cabral, respectivamente, presidente e primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara....

Retorno à Câmara após 6 mandatos

fulo 400 curtinha   Figura bastante popular, especialmente na região da Vila Operária, Lourisvaldo Manoel de Oliveira, o Fulô (MDB), que foi vereador de Rondonópolis por seis mandatos, está de volta. Hoje suplente, ele assume provisoriamente nesta segunda a cadeira do titular Thiago Muniz, que pediu licença...

Bolsonaro nem aí para políticos de MT

nelson barbudo 400 curtinha   O cerimonial da Presidência da República deu de ombros para os políticos, inclusive para a bancada federal mato-grossense, na visita de Bolsonaro, sexta, em Sinop e Sorriso. Alguns tentaram, de forma insistente, tirar foto com o presidente. E até conseguiram. Mas o capitão preferiu...

Tião com Flávio e "pau" nos Campos

tiao da zaeli 400 curtinha   A maior bronca dos Campos em Várzea Grande hoje é com o ex-prefeito Tião da Zaeli (foto), que motivou o amigo e empresário Flávio Vargas, dono do frigorífico Frical, a entrar na disputa à sucessão municipal. E Flávio conseguiu construir um amplo arco de...

A única dos maiores fora da reeleição

rosana martinelli 400 curtinha   Seis dos 10 prefeitos dos maiores municípios de MT poderiam disputar a reeleição neste ano por estarem no primeiro mandato ou já tendo exercido outros não consecutivos. E, destes, somente Rosana Martinelli (foto), de Sinop, não se recandidatou. Percebeu dificuldades...

Poconé tem 4 no páreo; Euclides dança

euclides santos 400 curtinha   Em Poconé, o ex-prefeito Euclides Santos (foto) nadou e morreu na praia. Numa queda de braço dentro do PSDB, Euclides, que havia se mudado para Cuiabá e tem o filho na disputa para vereador, perdeu espaço e autonomia para a ex-prefeita Meire Adauto, presidente municipal da legenda tucana e...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.