Últimas

Sábado, 27 de Fevereiro de 2010, 12h:35 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:25

JUDICIÁRIO

Idade e tempo de serviço definirão aposentadorias

   As aposentadorias compulsórias dos magistrados punidos pelo CNJ, no último dia 23, serão definidas conforme prevê a Constituição. O cálculo será feito relacionando tempo trabalhado no serviço público e na magistratura, bem como a idade de cada um. A Emenda 41, da Constituição, estabelece a aposentadoria com proventos integrais para aqueles que alcancem, cumulativamente, as seguintes condições: ter 60 anos de idade se homens e 55 anos se mulheres. Também prevê 35 anos de contribuição para homens e 30 anos às mulheres. Como a maioria não preenche os requisitos, nem todos os magistrados gozarão da remuneração de R$ 22 mil mensais.

   Por meio de assessoria, a Coordenadoria de Magistrados do Tribunal de Justiça, responsável pela vida funcional de desembargadores e juízes, avisa que vai analisar caso a caso, considerando os procedimentos para definição das condições da aposentadoria. O primeiro deles é verificar a idade. O segundo procedimento a ser seguido envolve a verificação do tempo de serviço. Os magistrado que não têm idade mínima para se aposentar terão direito a receber apenas o seu subsídio salarial, calculado a partir da média contributiva, que se refere ao tempo de contribuição à Previdência Social, conforme a Emenda Constitucional 41.

   O terceiro procedimento levará em conta a situação funcional daqueles que não tenham completado nem idade mínima e também não tenham contribuído pelo tempo mínimo previsto na norma. Neste caso, será calculada a média proporcional do tempo de serviço, considerando os dias trabalhados em relação ao total de dias que deveria cumprir e, então, aplicada a média contributiva.

   Numa punição considerada nem tanto severa, os magistrados condenados em processo administrativo pelo CNJ devem receber também o auxílio moradia, conforme decisão do Supremo Tribunal Federal no julgamento dos mandados de segurança números 27511-1 DF, 27665-7 DF, 27514-6 DF, 27460-3 DF, impetrados por magistrados aposentados e pela Associação Mato-Grossense de Magistrados (Amam). O benefício havia sido suspenso em fevereiro de 2007 e voltou a ser pago em agosto de 2008, a partir da concessão da segurança por parte do STF. A assessoria do TJ lembra que, quando concedido a aposentados, o auxílio moradia passa a ter caráter de verba remuneratória, o que equivale a dizer que sofre incidência de Imposto de Renda.

   Atualmente o salário de um desembargador corresponde a 95% do subsídio de ministro do Supremo Tribunal Federal que equivale a R$ 22 mil. Já os juízes de Entrância Especial recebem o equivalente a 90% do subsídio mensal de desembargador. Juízes de Terceira Entrância têm, por por sua vez, o percentual de 90% do subsídio do juiz de Entrância Especial, enquanto os magistrados de Segunda Entrância "embolsam" o correspondente a 90% do vencimento do juiz de Terceira Entrância e, finalmente, os juízes de Primeira Entrância recebem 90% da remuneração daqueles que atuam na Segunda Entrância.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Paulo Borges | Domingo, 28 de Fevereiro de 2010, 17h10
    0
    0

    Guarita. Ex funcionário da SEFAZ. Por que vc não entra com um mandato de segurança contra o estado, requerendo sua aponsentadoria compulsória. Se eles podem, por que você não. E pensar que foram eles que julgaram seu processo. Que ironia do destino.

  • carlos simões | Sábado, 27 de Fevereiro de 2010, 14h02
    0
    0

    O que deveria orientar a demissão desses que se apropriaram do dinheiro público é a natureza do crime cometido. Espero que, depois de aposentados, não venham pedir carteira na OAB, pois, se não servem para ser juízes, não servem para ser advogados. Estaremos de olho e com a impugnação preparada. Te cuida Cláudio Stábile.

Valtenir atrai lideranças para o MDB

valtenir pereira 400   Mesmo sem mandato eletivo, o ex-vereador pela Capital e ex-deputado federal Valtenir Pereira (foto) continua se articulando nos bastidores, agora pelo fortalecimento do seu partido, o MDB. Ele está convencendo algumas lideranças a se filiar na legenda emedebista. Dois líderes são prefeitos...

Chefe do Escritório de ROO em Cuiabá

mario marques 400 curtinha   O prefeito de Rondonópolis, Zé do Pátio, que iniciou neste mês o 3º mandato, mantém como parte da estrutura da administração um cargo de chefe do Escritório de Representação do município na Capital. E Pátio nomeou para esta...

Prefeito cria comitê pra debater modal

emanuel pinheiro 400 curtinha   Mesmo o governador Mauro Mendes já tendo anunciado que vai implantar o BRT na Região Metropolitana, em detrimento do VLT, o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro (foto) criou um comitê de análise técnica para, segundo ele, definir o modal de transporte para a região. Emanuel...

Desembargadores recebem 6 auxílios

maria helena povoas 400   O Tribunal de Justiça de MT, presidido pela desembargadora Maria Helena Póvoas (foto), vai pagar uma série de direitos e vantagens que "engordam" substancialmente o subsídio de seus magistrados e que foram programados pelo ex-presidente Carlos Alberto para liberá-los no orçamento...

Hospital cobra R$ 2,4 mi da prefeitura

luiz carlos pereira 400 tce   O Instituto de Saúde Santa Rosa recorreu ao TCE, na esperança de encontrar respaldo para receber R$ 2,4 milhões da secretaria de Saúde da Capital. Argumenta que a prefeitura, com quem mantém contrato desde 2019, está inadimplente, pois não teria pago integralmente os...

Definido novo presidente do Sanear

hermes avila 400   O prefeito Zé do Pátio nomeou à presidência do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (Sanear) o engenheiro Hermes Ávila de Castro (foto), que tende a se efetivar no cargo. Hermes ocupa a cadeira que, desde janeiro de 2017, pertencia à Terezinha Silva de Souza,...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.