Últimas

Terça-Feira, 03 de Julho de 2007, 12h:43 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

NEGÓCIOS

Incra assenta em áreas compradas ilegalmente

    O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) está transformando em assentamentos algumas áreas compradas com dinheiro ilegal. Em Mato Grosso, a área em questão é a fazenda Dona Inácia, localizada em Rondonópolis (a 212 km ao Sul de Cuiabá). Ela teria sido comprada com recursos oriundos do maior assalto já visto no país. O furto à sede do BC, em Fortaleza, ocorreu entre os dias 5 e 6 de agosto de 2005. Foram levados, ao todo, R$ 164,8 milhões em cédulas de R$ 50 que somavam aproximadamente 3,5 toneladas.   

    Os procuradores do Incra têm acompanhado os casos de criminosos flagrados pela Justiça com a intenção de descobrir os que são proprietários de terras e requisitá-las para reforma agrária. Há negociações para o uso de fazendas compradas com dinheiro ilegal em todo o país. Também estão sob a mira do Incra as fazendas:

  • Descanso Ponte de Pedra, localizada em Paraúna (GO), registrada em nome de Rivelino de Oliveira, apontado como laranja do traficante Fernandinho Beira-Mar;
  • Fazenda Vargas, localizada no município de Valença, na região norte do Estado do Rio, com 320 hectares. Ela foi seqüestrada pela Justiça em 1992, no escândalo da sangria de recursos da Previdência chefiada pela funcionária pública Jorgina de Freitas;
  • e a Quinta Bicuda, localizada em Goiás e, descoberta em 2005. Traficantes usavam a fazenda para produzir cocaína e depois despachavam a droga para a Europa no interior de carregamentos de carne congelada. Nesta área já se encontram 69 famílias. (Com Agência Estado)

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Contrato para tocar eventos do TCE

O presidente do Tribunal de Contas do Estado, conselheiro Guilherme Maluf, fechou um contrato anual com a Infortouch Agência e Comunicação, Eventos e Produtos Alimentícios, aproveitando ata de registro de preços  do Tribunal de Justiça de MT, com adesão-carona num processo de 2019. A empresa vai faturar R$ 376,9 mil para atender demandas do TCE em toda logística de eventos, envolvendo as etapas de planejamento,...

Ação de promotor e volta de restrições

Adalberto Ferreira   O promotor de Justiça Adalberto Ferreira garante que prefeito de Juscimeira Moisés dos Santos não havia editado nenhum decreto endurecendo as regras de restrições à pandemia do coronavírus antes do MPE propor ação na Justiça. Ao falar sobre nota publicada...

Oséas agora está nas mãos de Abílio

oseas machado 400 curtinha   Oséas Machado (foto) conseguiu derrubar Abílio Júnior, a quem denunciou por quebra de decoro parlamentar, e assumiu a cadeira deste na Câmara da Capital. Agora, o cassado se articula para dar o troco. O problema é que ambos estão no PSC. Oséas quer buscar a...

Decreto "anula" o MPE em Juscimeira

moises 400 juscimeira curtinha   Em Juscimeira, o promotor de Justiça Adalberto Ferreira recorreu à Justiça de forma desnecessária. Pleiteou e conseguiu uma liminar para suspender um decreto do prefeito Moisés dos Santos que, segundo a ação, havia reduzido as medidas de isolamento social, permitindo...

Kero-Kero quer levar Abílio para Pode

wilson kero kero 400 curtinha   Na contagam regressiva do prazo para o troca-troca partidário - vence em 3 de abril para quem pretende ser candidato em outubro deste ano -, o vereador Wilson Kero-Kero (foto), do PSL e um dos opositores à gestão Emanuel Pinheiro em Cuiabá, está fortalecendo o Podemos. E se...

ECSP explica confusão com Marcrean

marcrean 400 curtinha   A Empresa Cuiabana de Saúde Pública (ECSP) emitiu nota sobre a suposta “carteirada” do vereador Marcrean Santos (foto) no HMC. Ele foi pivô de confusão e um vídeo viralizou nas redes sociais. Segundo a ECSP, o parlamentar foi até o local pedir informações...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.