Últimas

Quarta-Feira, 19 de Novembro de 2008, 10h:55 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:21

VÁRZEA GRANDE

Infarto de Murilo atrasa conclusão do OGE-2009

  A Prefeitura de Várzea Grande ainda não concluiu a elaboração do projeto de lei Orçamentária de 2009, mesmo a 42 dias de concluir o exercício deste ano e a menos de um mês do recesso da Câmara Municipal. O secretário de Fazenda de Várzea Grande, Rachid Herbert Pereira Mamed, admitiu, em entrevista ao RDNews, que a peça orçamentária está atrasada. Alega que isso ocorreu devido ao fato do prefeito reeleito Murilo Domingos (PR) ter adoecido.

   "Antes do Murilo ir para o hospital, nós (secretários) já estávamos nos reunindo com ele para definir os gastos do próximo ano", explica. O recesso parlamentar tem início geralmente entre 10 e 15 de dezembro. Mas os vereadores só podem sair de férias após votarem a Orçamento-Geral do Município, a ser executado no ano seguinte. Perguntado se a análise do projeto não seria prejudicada em função da "pressa" dos vereadores, o secretário desconversa: "se tiver que ser feito alguma alteração no projeto, será uma coisa mínima".

  Rachid explica que o orçamento final está para ser concluído, já que praticamente todos os secretários já se reuniram com o prefeito e com a secretária de Planejamento, Ester Inês Scheffer, para discutirem valores. "Setores como saúde e educação devem manter os percentuais mais altos, pois queremos dar continuidade nos projetos", avalia. Uma consideração a ser levada em conta antes de serem elaborados todos os gastos que Várzea Grande terá no próximo ano, segundo Rachid, é a crise mundial na economia. "Estamos no prenúncio de uma crise e temos que pensar nela antes de destinar os gastos. Apesar do otimismo do governo federal, sabemos que seremos atingidos pelos efeitos dessa crise. Só não temos noção de quais as proporções", revela.

   Apesar da preocupação, o secretário de Fazenda disse que a administração está previnida. "Nossa maior preocupação é com a folha de pagamento do funcionalismo público, que é de R$ 6,2 milhões bruto", destaca. Rachid disse ainda que já tem verba em caixa para o pagamento do 13º salário.

  Várzea Grande tem cerca de 6 mil funcionários públicos e o secretário pondera que ainda tem a folha de novembro, dezembro e o 13º para quitar. "Vamos pagar tudo certinho. Esses pagamentos somam um montante de mais de R$ 19 milhões, que será injetado no comércio de Várzea Grande", afirma.

   O secretário de Fazenda ainda dá uma alfinetada na gestão da vizinha Cuiabá, sob o tucano Wilson Santos. "Nós damos sempre a contrapartida do PAC, ou seja, o governo entra com uma parte e nós (prefeitura) sempre entramos com a outra, ao contrário do que acontece em Cuiabá". Perguntado se o município entra em 2009 com dinheiro sobrando em caixa, Rachid é rápido na resposta: "quando há planejamento e a gestão é boa, não sobra dinheiro, até porque se estiver é porque está deixando de ser aplicado". (Andressa Boa Sorte)

(Às 14h35) - Orçamento deve ficar pronto já na próxima semana

   Apesar de ainda estar se recuperando, o prefeito de Várzea Grande Murilo Domingos já retomou as atividades, inclusive voltando suas atenções para a conclusão do Projeto de Lei Orçamentária de 2009. A previsão é de que o documento fique pronto e seja entregue na Câmara para a apreciação dos parlamentares já na próxima semana. Em 2008 Várzea Grande "trabalhou" com um orçamento prevendo gastos que somam R$ 255,6 milhões distribuidos nas diferentes esferas e segmentos públicos.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Ester Inês Scheffer | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Na qualidade de secretária de planejamento do município de Várzea Grande, esclareço que a LOA 2009 foi entregue à CaMara Municipal em 30.09.2008, cumprindo prazo da Lei Orgânica Municipal. Deduzo que houve um mal entendido entre o jornalista e o secretário de fazenda, Sr. Rachid Mamed, que na ocasião, prestou informações relativas a programação das despesas de fim de ano e de mandato, e eventual impacto da crise internacional que se avizinha, nas mesmas. Esclareço ainda que em nenhum momento da coletiva na prefeitura houve contato entre este ou qualquer outro jornalista e a minha pessoa, responsável pela entrega das leis orçamentárias à Câmara Municipal.
    Ester Inês Scheffer
    comosairdessa@uol.com.br
    3688-8058

Apoiado por deputados bolsonaristas

jose medeiros 400 curtinha   Um dos vice-líderes do Governo Bolsonaro na Câmara, o deputado José Medeiros (foto), do Podemos, vem recebendo apoio na disputa ao Senado de vários parlamentares bolsonaristas. O chamado núcleo duro do presidente no Congresso Nacional está com Medeiros, entre eles os deputados...

Justiça barra ficha suja em Poconé

clovis martins 400   A Justiça Eleitoral barrou em Poconé o ex-prefeito Clovis Damião Martins (foto), considerado ficha suja. Está inelegível por oito anos. Filiado ao PTB, ele foi condenado pelo TCU por irregularidade insanável que configura ato doloso de improbidade administrativa. Enquanto...

3 estão fazendo pesquisa em Cuiabá

Três institutos de pesquisa entraram em campo na capital nesta semana para levantar as intenções de voto para prefeito. São eles: Malujoa Comunicações, que geralmente divulga os resultados no site Olhar Direto; a Voice Pesquisas e Comunicação, do site Midianews; e Real Time Big Data. A Voice poderá tornar públicos os números apurados da pesquisa a partir de segunda (26), enquanto os outros dois estão autorizados...

Marino enaltece Leitão para o Senado

marino franz 400 curtinha   O empresário e ex-prefeito de Lucas do Rio Verde, Marino Franz (foto), anunciou apoio a Nilson Leitão (PSDB) para o Senado. Disse que conhece o candidato tucano de longa data, desde quando este foi prefeito de Sinop e assegura que Leitão é preparado, representa muito bem a região e o...

Magali de fora em General Carneiro

magali vilela 400   A ex-prefeita de General Carneiro, Magali Vilela (foto), que se lançou novamente à disputa ao Executivo, foi barrada pela Justiça. Teve o registro indeferido, já que está inelegível por ter sido condenada à suspensão de seus direitos políticos em...

Kalil, ausência e críticas de educadores

gilmar ferreira 400 curtinha   O candidato a prefeito de Várzea Grande Kalil Baracat (MDB) não foi a um evento realizado pelo Sintep para apresentar suas propostas aos técnicos e professores da educação básica. A ausência e sem apresentar justificativa deixou professores na bronca. O sindicalista...