Últimas

Quarta-Feira, 17 de Outubro de 2007, 13h:25 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

EMBATE JURÍDICO

Infiéis saíram após 27 de março, revela Muniz

Presidente do PPS avisa que vai requerer mandatos de volta até do governador

  O presidente regional do PPS, deputado Percival Muniz, declarou que todos que deixaram a legenda socialista e migraram para o PR só entregaram a ficha de desfiliação ao partido, após 27 de março deste ano, data a partir da qual começa a valer a fidelidade partidária, conforme decisões do Supremo Tribunal Federal (no caso de parlamentares) e do Tribunal Superior Eleitoral (em relação aos cargos no Executivo e de senador).

     "Acredito que eles não estavam esperando essa decisão do TSE, até porque o PR foi fundado em agosto, por isso a maioria deles pediram a desfiliação oficial do PPS só em julho", argumenta Muniz, que está aguardando uma posição do TSE para reaver os cargos do Executivo (governador e prefeitos). Muniz avisa que o seu PPS possui suplentes capazes de  assumir as vagas. "Só queremos o que é nosso por direito", frisou o parlamentar.

   As declarações de Muniz colocam ainda mais em risco o mandato dos deputados estaduais infiéis (João Malheiros, Wagner Ramos, Roberto França, Mauro Savi, Sérgio Ricardo e Sebastião Rezende), do governador Blairo Maggi e de dezenas de prefeitos. Todos deixaram o PPS e foram para o PR, portanto, entram na lista de infiéis e sujeitos à cassação de mandato.

     Muniz avisa que, aos poucos, o PPS resgatará os mandatos daqueles fujões. "Não podemos esperar todos, pois são muitos. Vamos ficar volumosos", brinca o deputado Muniz que, também pode ser cassado, já que enfrenta um processo no Supremo por contas rejeitadas de quando era prefeito de Rondonópolis. (Pollyana Araújo)

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Thiago Soares | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Só quero dizer uma coisa! Parabéns, Percival!
    Venho acompanhando a Assembleia e gostaria de dizer que o senhor é o unico que se destaca, fazendo criticas quando necessario e elogiando quando correto! Parabéns pela sua atuação parlamentar. E parabéns ao TSE pela decisao.

PTB perdeu uns, mas ganhou outros

emanuelzinho 400   Em Várzea Grande, enquanto alguns militantes do PTB, puxados pelo secretário jaymista Silvio Fidelis foram para os braços do candidato a prefeito Kalil Baracat (MDB), que tem Hazama (DEM) de vice, militantes de outras legendas decidiram abraçar a candidatura do petebista Emanuelzinho (foto). São...

PT de Cuiabá passivo; ROO, autêntico

kleber amorim 400 curtinha   O PT de Rondonópolis se organizou melhor, mobilizou a militância, se tornando mais autêntico do que o núcleo petista de Cuiabá. Para se ter ideia, o partido, numa posição de coragem e levando preocupação ao prefeito Zé do Pátio, que tinha...

DEM é "suprapartidário" em Cuiabá

wilson santos, 400 curtinha   Para uns, o DEM de Cuiabá se tornou "suprapartidário". Para outros, um partido de aluguel. Além de não ter cabeça de chapa para prefeito, o partido do governador Mauro e dos irmãos Júlio e Jayme Campos enfrenta uma situação inusitada de concorrentes...

Diretório do Podemos-VG dissolvido

mara podemos curtinha 400   A direção estadual do Podemos, sob o deputado José Medeiros, destituiu o diretório municipal de Várzea Grande e anulou o encaminhamento para apoio a Kalil Baracat a prefeito. Agora sob comando provisório da professora Wilcimara Carnelós, a Mara (foto), que está na...

Silvio provoca debandada no PTB-VG

silvio fidelis 400 curtinha   Silvio Fidélis (foto), afilhado político de Chico Galindo e que se tornou fiel escudeiro da prefeita várzea-grande Lucimar Campos, de cuja gestão é secretário de Educação, provocou debandada geral no PTB local. Inconformado com a decisão de Emanuelzinho de...

PTB tem 25 e deve eleger 2 à Câmara

misael galvao 400 curtinha   O PTB lançou 25 nomes a vereador em Cuiabá. E a tendência é de eleger entre um e dois. As maiores apostas são os seus próprios vereadores: Misael Galvão (foto) e Adevair Cabral, respectivamente, presidente e primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara....

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.