Últimas

Sábado, 24 de Novembro de 2007, 22h:55 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

EMBATE JURÍDICO

Infiéis se antecipam; tiro pode sair pela culatra

   Enquanto alguns partidos discutem se vão ou não pedir o mandato de políticos infiéis, alguns vereadores já se antecipam e solicitam ao Tribunal Regional Eleitoral a declaração da existência de justa causa para troca de partido. É o caso dos vereadores por Sinop Valdemar Slobodzian e Mauro Garcia. Eles ingressaram com o processo por acreditarem que podem perder os mandatos a partir de provocação do diretório regional do PPS.

     Os parlamentares "fugiram" para o PMDB em setembro, ou seja, depois do período determinado pelo Tribunal Superior Eleitoral, que é 27 de março, para que quem trocou de sigla se encaixe na lista dos infiéis. O PPS ameaça 61 mandatos de vereadores de 40 municípios. Eles abandonaram a sigla. O PPS elegeu em 2004 ao todo 241 vereadores no Estado. Se a Justiça Eleitoral decidir a favor do partido, o apresentador de televisão, eleito vereador com 1.882 votos, perde a cadeira para a suplente Carmem Cristina Moreno. Delgado Tomazoni ocuparia a vaga de Mauro Garcia, que foi eleito com 1.375 votos.

   Para o advogado e consultor jurídico Lauro da Mata, a declaração pode salvar os infiéis da cassação, mas também não se pode descartar a possibilidade de uma decisão desfavorável. “Se o eleito perder a ação, o partido já terá a infidelidade comprovada, ficando mais difícil a inversão. Eu estou buscando a procedência, sou autor e não réu, portanto estarei produzindo comprovações. Aí, o tosco pode ser tosquiado”, avalia o advogado. “Não quero desanimar políticos quanto a essa ação, mas quero lembrar que o TSE tomou esta vertente para futuros casos. O Tribunal abriu uma espécie de janela legal para quem não quer ficar no partido para sempre. Mas claro, ele deve ter uma justa causa para isso”, pondera. (Simone Alves)

    Situações de justa causa enumeradas pelo TSE:

I - Incorporação ou fusão do partido
II - Criação de novo partido
III - Mudança substancial ou desvio reiterado do programa partidário
IV - Grave discriminação pessoal

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Prefeitos revoltados com Neurilan

neurilan fraga 400 curtinha   Vários prefeitos, especialmente os recém-eleitos, se mostram revoltados com novas manobras promovidas no estatuto da AMM pelo seu "eterno" presidente Neurilan Fraga (foto), que tenta, de todas as formas, se auto-beneficiar na eleição que deveria ocorrer em janeiro, mas que foi antecipada...

Candidato a reitor e 2 apoios fortes

dimorvan rui 400   O candidato de oposição a reitor do IFMT, Deiver Teixeira, recebeu dois apoios importantes. As manifestações de adesão à candidatura vieram dos professores Ruy Oliveira e Dimorvan Brescancim. Ruy foi candidato a reitor nos últimos dois pleitos e é um pesquisador...

Abílio e Medeiros rejeitam Fernanda

coronel fernanda 400 curtinha   Abílio Júnior e o deputado José Medeiros, presidente do Pode-MT e que foi derrotado para senador, querem distância da coronel Rubia Fernanda (foto) da campanha neste segundo turno em Cuiabá. Nos bastidores, comentam que não precisam da militar filiada ao Patriota e que ficou...

Com maioria na Câmara de Cáceres

eliene liberato 400 curtinha   A prefeita eleita de Cáceres Eliene Liberato (foto), que conquistou 15.881 votos (38,16% dos válidos), terá apoio da maioria dos 15 vereadores. Destes, oito garantiram cadeira pela coligação da própria Eliene, o que representa 53%. As duas maiores bancadas são do PSB de...

Gamba quer Tuti presidindo a Câmara

tuti 400 alta floresta curtinha   O prefeito eleito de Alta Floresta, Chico Gamba (PSDB), tem se articulado para eleger presidente da Câmara o vereador reeleito do seu partido, Oslen Dias dos Santos, o Tuti (foto), que obteve a segunda maior votação, com 814 votos. Na tentativa de convencer os novos integrantes da próxima...

Várzea Grande paga a folha já na 6ª

lucimar campos 400   A prefeita várzea-grandense Lucimar Campos, prestes a concluir o segundo mandato, anunciou que na sexta, a três dias de fechar o mês, conclui o pagamento da folha de novembro. E, nesta quarta (25), já libera a diferença da correção do piso federal para os professores. No total...