Últimas

Sexta-Feira, 11 de Abril de 2008, 12h:30 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:20

Artigo

Inimigos da Educação

   Mais uma vez o camaleônico deputado Alexandre César vai a imprensa e "surpreende" a população cuiabana ao tentar tornar ilegítima a greve dos profissionais da educação.O mauricinho da política mato-grossense não inovou na declaração. Basta um simples reflexo de memória para percebermos que a sua cantilena fora lugar comum nos idos de 1964,
proferido principalmente por serviçais do poder como o delegado Sergio Paranhos Fleury, o médico legista Arry Shibata, o coronel da polícia militar Erasmo Dias e o general Newton Cruz, responsável pelo estado
de sítio vivido por Brasília na década de setenta.

    Este deputadinho, esquizofrenicamente analisa os demais seres humanos a partir do seu próprio comportamento. Em 2003, ele participou da
lavagem simbólica na Assembléia Legislativa, defendendo a imediata apuração de todas as
falcatruas daquela Casa. Hoje, é um fiel escudeiro de Riva e Bosaipo. Pregou com veemência, a moralização do processo eleitoral em Matogrosso.Entretanto, como candidato a prefeito de Cuiabá envolveu-se
na sórdida prática de compra de votos, abuso do poder econômico e caixa dois. Trocou a ideologia que fingia acreditar, por uma vaga de deputado na Assembléia Legislativa. Hoje é um fiel cão de guarda do governo do latifúndio, do agronegócio e daqueles que destroem o meio ambiente deste estado.

  Quem te viu e quem te vê, heim deputado? Isto tudo porque a sua carreira política está apenas começando. Temos certeza que o tempo se encarregará de engrossar o seu currículo. A ONG "Transparência Brasil" aponta que o custo para manter os
mandatos dos 24 deputados estaduais de Mato Grosso é o 4º maior do país. Cada deputado custa aos cofres públicos R$ 6, 3 milhões por ano. Mensalmente cada deputado custa em torno de 500 mil reais. Nessa
gastança, Mato Grosso fica atrás apenas de Minas Gerais, Rio de Janeiro e Santa Catarina, respectivamente.

    Ano passado, muito se divulgou, que o orçamento da Assembléia Legislativa de Mato Grosso havia sido congelado e não houve aumento nos repasses feitos pelo governo estadual. Mas a ONG aponta que não é
bem assim e que houve variação de 14%. O orçamento de 2007 foi de R$ 132 milhões e, deste ano, R$ 151 milhões. Com um salário desse o deputado Alexandre César é a pessoa mais indicada para defender a perpetuação da miséria entre os profissionais
da educação, como fez na semana passada em Jornais da capital: "o Estado não tem condições de dar o aumento exigido pela categoria. Na verdade, o governo vai pagar o que eles estão pedindo, só que o
aumento pleiteado deve ser feito num prazo de 10 meses", disse ele.

    Se somarmos os dez meses pleiteados pelo deputado aos quatorzes meses de negociação da categoria junto ao governo, teremos um período de
dois anos e meio para termos o famigerado piso de R$ 1.050 implantados na folha da educação. Com um aliado tão descompromissado com a causa
da educação, como esse deputado, os trabalhadores não precisam mais de inimigos.

Antonio Cavalcante Filho é coordenador do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral no Estado (MCCE)

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Rei do Gado entra numa difícil disputa

mauricao 400 curtinha   O leiloeiro Maurição Tonhá (foto), chamado por muitos de "Rei do Gado", está de volta à disputa eleitoral. O pecuarista com bens avaliados em R$ 19 milhões é candidato pelo DEM a prefeito de Água Boa, muncípio já administrado por ele por dois mandatos. Em...

Ajudando a enterrar CPI do Paletó

luciana zamproni 400 curtinha   O Palácio Alencastro está convicto de que, assim como na primeira votação, o relatório da CPI do Paletó que propõe punição ao prefeito Emanuel e vai ser votado nesta terça, será arquivado pela maioria dos vereadores cuiabanos. O desfalque do...

8 candidaturas e Thelma com chances

thelma de oliveira 400 curtinha   Mesmo sem apoio de nenhum outro partido, a não ser do seu PSDB, enfrentando forte desgaste político e rejeição popular e ainda problemas de saúde, se recuperando de tratamento de câncer de mama, a prefeita Thelma de Oliveira (foto) ainda tem chances de...

Niuan de fora da suplência ao Senado

niuan ribeiro 400 curtinha   O deputado federal José Medeiros não conseguiu segurar o vice-prefeito de Cuiabá, Niuan Ribeiro (foto), como primeiro-suplente de sua chapa ao Senado. Há alguns dias, o filho do ex-vice-governador e ex-deputado Osvaldo Sobrinho vinha demonstrando desejo de pular fora, em meio a...

Jayme incomodado com Flávio em VG

jayme campos 400 curtinha   A candidatura a prefeito de Várzea Grande do empresário Flávio Frical (PSB), principal aposta da oposição, passou a incomodar a família Campos, que apoia o ex-vereador Kalil Baracat, concorrente ao Executivo pelo MDB. Em uma noite que seria de festa, em comemoração...

Acordo com Euclides partiu de Allan

allan kardec 400   Otaviano Pivetta, vice-governador licenciado por 30 dias para cuidar de problemas de saúde, disse que nada tem a ver com o tal acordo "costurado" pelo presidente regional do PDT, deputado Allan Kardec (foto), com Euclides Ribeiro, candidato a senador pelo Avante. Explica que só apresentou Euclides para Allan e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.