Últimas

Sexta-Feira, 25 de Abril de 2008, 10h:34 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:20

MEIO AMBIENTE

Inpe desmente Sema e confirma desmate em MT


Mais de 80% dos pontos de desmatamento detectados pelo satélite nos últimos 3 meses estão em MT

  O Instituto Nacional de Pesquisa Espaciais (Inpe) desmente o governo do Estado e, em apresentação em slides, revela fotos e imagens de satélites que confirmam o desmatamento ilegal em Mato Grosso. Desde quando o Ministério do Meio Ambiente divulgou a lista dos 36 municípios que mais desmatam no país, em que constam 19 cidades mato-grossenses, Maggi vem tentando reverter esta situação e questiona a metodologia adotada pelo sistema de monitoramento via satélite utilizado pelo Inpe, denominado de Deter. Ele já esteve em Brasília e entregou ao presidente Lula um relatório que desmente os números apresentados.

  O Inpe, por sua vez, sustenta a tese sobre a precisão do levantamento. Questiona as informações da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), que alega que a região de Santa Carmem é uma área de floresta queimada que sofreu exploração seletiva da madeira e afirma que não houve erro na pesquisa realizada pela instituição. Entretanto, a instituição revela uma foto que confirma a derrubada de madeira de forma ilegal.

  Maggi diz que sofre perseguição e alega fragilidade nos dados apresentados pelo Inpe. O instituto o contrapõe. Alega que se utiliza de imagens de satélites para confirmar o desmatamento. O sistema de monitoramento via satélite (Deter) utilizado pelo Inpe detecta o desmatamento em tempo real. Outro político que contesta os números apresentados pelo Inpe é o deputado Dilceu Dal Bosco (DEM), do Nortão. Ele ressalta que o Deter apenas levanta problemas na região e não houve desmatamento. Ignora, porém, o fato da equipe do Inpe ter sobrevoado a região e comprovado a degradação ambiental.

  Apesar de todos os questionamentos, o Inpe e os seus sistemas de monitoramento da Amazônia por satélite possuem o respaldo da Academia Brasileira de Ciências e serve de exemplo para outros países.

  • Saiba mais aqui, após fazer um cadastro no site do Inpe. 


Equipe do Inpe sobrevooa área defendida pela Sema como regular e revela desmate no município de Santa Carmem

  Redução

   Apesar do Inpe ter detectado uma redução de até 80% no desmate da Amazônia, Mato Grosso ainda é o líder na destruição ambiental. A diminuição está relacionada com a operação da Polícia Federal e a suspensão da concessão de financiamento para 19 municípios do de MT até que estejam com as terras recadastradas pelo Incra e o licenciamento ambiental concedido.

   Imagem do satélite revela 40 pontos de degradação concentrados na região em destaque

  Números

  Até fevereiro, 552 pontos de alerta foram detectados em toda a região da Amazônia Legal, sendo mais de 80% em MT. Nos três primeiros meses de 2008, 43 municípios aparecem na relação de desmate do Deter, entre eles Gaúcha do Norte, Nova Ubiratã, Querência, São Félix do Araguaia, Confresa, Feliz Natal, Tapurah, Paranatinga e Alto da Boa Vista. Em todos eles foram detectados mais de 10 pontos de desmate.

  O município de Marcelândia é o mais crítico. Neles foram apontados mais 13 mil hectares de terra desmatados num universo de 12 mil km². Mesmo com a redução, continua líder no desmate. O Inpe também mostra que quanto antes for informado o desmatamento, mais cedo pode atuar para deter a devastação. O instituto revela, por outro lado, que teria avisado, sem êxito, por várias vezes o Estado de MT sobre o desmatamento.

  Uma imagem do mapa de Mato Grosso tirada pelo satélite mostra que há uma concentração de 40 pontos de devastação numa área de 1.066 km, próxima aos municípios de Marcelândia, Sinop, Claúdia, União do Sul, Santa Carmem, Vera e Feliz Natal. Destes, 36 são de degradação acentuada e corte raso e 4 em fase inicial. (Alline Marques)

  Abaixo as fotos do Inpe em Sinop e Santa Carmem:

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Leonardo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O Sr. Blairo Maggi tá enrrascado novamente!

    Até quando a sociedade matogrossense, principalmente a classe política (que é constituída pelos maiores degradadores do meio ambiente) vai manter essa mentalidade medieval desenvolvimento à base de degradação ambiental? Até quando teremos que conviver com as queimadas para renovação do pasto?

    Os produtores rurais de Mato Grosso se gabam pela tecnologia empregada no campo e da alta produtividade agrícola. Não vejo tecnologia nenhuma quando se destrói tudo o que tem pela frente para poder plantar.

    Essa estória de que precisamos de mais espaço para o plantio é pura estória mesmo! Antes de aumentarmos a fronteira agrícola, devemos utilizar o espaço que já temos, não para especulação imobiliária. Além disso, o Governo Federal precisa rever os índices de produtividade, que são da década de 70, ou seja, estão mais que defasados.

    Espero chegar o dia em que um dos motivos ensejadores da desapropriação de terra para reforma agrária será o descumprimento da legislação ambiental. Será que o Brasil evoluirá a esse ponto??? Espero que sim!

    O Brasil tem que se desenvolver, com desenvolvimento sustentável, afinal, ele não vai deixar de existir amanhã, novas gerações virão após nós.

  • Uirá Escobar Alioti | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Já dizia o ditado: O pior Blairo é aquele que não quer ver.

  • Ramiro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    FALAR QUE É DE MATO GROSSO FORA DAQUI, É ABRIR ESPAÇO PARA CRITICAS E MAIS CRITICAS SOBRE A DEVASTAÇÃO AMBIENTAL.
    O GOVERNADOR E SUA TRUPE AINDA NÃO PERCEBERAM QUE ESTE É UM TEMA DE ALTA SENSIBILIDADE E RELEVÂNCIA MUNDIAL, E CONTINUAM QUERENDO ARGUMENTAR SOBRE O ÓBVIO, COLOCANDO-NOS ASSIM, EXPOSTOS AO VEXAME DE VILÕES DO PLANETA. MELHOR SERIA SE FICASSEM QUIETOS.
    A UNICA CHANCE QUE TEMOS DE PRESERVAR NOSSO ESTADO É COLOCAR NA CADEIA OS DEVASTADORES, INICIANDO PELO GOVERNADOR, DEPUTADOS DA CPI, POLÍTICOS E EX-POLITICOS PECUARISTAS, ASSIM O RESTO VAI ACREDITAR QUE O MUNDO ESTA FALANDO SÉRIO.

  • CIDADÃO DESESPERANÇADO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    E,agora jose (daldegan)a festa acabou....a floresta esta ou não esta, no chão???

  • Bruno Bastos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Romildo ajuda a gente nesta.Vc pode colaborar para o futuro de nossas florestas. E quero saber sobre o tal dos latifundiários de Nortelândia.Como está a situação.Molhando a mão do poder?

Ex-deputado demitido de assessoria

luiz soares 400   O ex-deputado Luiz Soares (foto), hoje com 63 anos, foi exonerado do cargo de assessor parlamentar do contemporâneo Wilson Santos. Ganhava quase R$ 10 mil brutos. Estava lotado no gabinete do deputado tucano havia quase dois anos. Soares é pensionista do extinto Fundo de Assistência Parlamentar, ganhando...

Arsec concede reajuste; prefeito veta

alexandro adriano arsec 400   No último dia 22, a diretoria-executiva colegiada da Agência Municipal de Regulação de Serviços Públicos Delegados de Cuiabá (Arsec), presidida por Alexandro Adriano Lisandro (foto), aprovou índice de reajuste de 2,21% nas tarifas de água e esgoto. E...

Novo ensaio do privilegiado Neurilan

neurilan fraga 400   Neurilan Fraga (foto) transformou mesmo a AMM não apenas num cabide de emprego, mas numa entidade para, em alguns casos, atender a seus interesses pessoais. Ali, investido no cargo de presidente, inclusive já pelo quarto mandato, mesmo não sendo mais prefeito, ele se articula politicamente o tempo todo....

Dobradinha no Podemos pela reeleição

claudinei 400 curtinha   Eleito deputado na onda Bolsonaro, o delegado de Polícia Claudinei de Souza Lopes (foto) resolveu deixar o PSL e vai se abrigar no Podemos. Sonha com a reeleição. Sua estratégia é trabalhar o que se chama de dobradinha eleitoral com o deputado federal José Medeiros, especialmente em...

Valtenir atrai lideranças para o MDB

valtenir pereira 400   Mesmo sem mandato eletivo, o ex-vereador pela Capital e ex-deputado federal Valtenir Pereira (foto) continua se articulando nos bastidores, agora pelo fortalecimento do seu partido, o MDB. Ele está convencendo algumas lideranças a se filiar na legenda emedebista. Dois líderes são prefeitos...

Chefe do Escritório de ROO em Cuiabá

mario marques 400 curtinha   O prefeito de Rondonópolis, Zé do Pátio, que iniciou neste mês o 3º mandato, mantém como parte da estrutura da administração um cargo de chefe do Escritório de Representação do município na Capital. E Pátio nomeou para esta...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.