Últimas

Segunda-Feira, 19 de Outubro de 2009, 09h:47 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

ESTRUTURA

Intermat cria mais 43 cargos; presidente nega "inchaço"

  O Instituto de Terras do Estado (Intermat) ampliou o quadro de pessoal, com criação de mais 43 cargos, além de outros 18 que devem ser efetivados a partir de concurso público previsto para o final deste ano, totalizando 62 anos. Da proposta já aprovada pela Assembleia Legislativa na semana passada, 25 serão contratados praticamente de imediato, revela o presidente do órgão Afonso Dalberto.

   Aos poucos, as demais vagas serão preenchidas. Dalberto nega processo de "inchaço". Assegura que são funções necessárias para atender a demanda. Ele ressaltou ainda que além das vagas criadas com aval dos deputados, o Intermat também será contemplado com 18 cargos dos 10.036 do maior concurso público do Estado. Hoje, o Intermat conta com 72 funcionários cuja folha de pagamento consome R$ 180 mil mensais.

   Afonso Dalberto explica que a abertura de novas vagas foi feita a partir de estudos técnicos de membros do Intermat e da secretaria estadual de Administração. Um dos cargos é de diretor. O subsídio varia de R$ 500 a R$ 5 mil. De acordo com avaliação do presidente, a área jurídica da instituição é a que mais necessita de quadros. "São cerca de 5 mil processos mensais que o Intermat recebe e temos apenas um advogado para cuidar de todas os trâmites. É de necessária urgência a contratação de profissionais".

    Segundo Afonso, com o emprego do Programa de Regularização Ambiental e Agrária nos Municípios, o MT Legal, a demanda para a emissão de certidões deve aumentar de 300 semanais para cerca de 2 mil. O projeto, que foi sancionado no início do ano, busca a regularização ambiental e agrária nos municípios, mas não pode ser regulamentado de imediato porque precisava ser adequado à Constituição Federal. Um dos pontos que impede a aprovação é a isenção de punição penal e administrativa ao proprietário rural que tenha desmatado antes do surgimento da nova lei e que agora queira aderir ao programa.

    Dalberto destacou ainda que a principal meta do Intituto para este ano é concretizar o projeto de digitalização dos títulos de regularização fundiária das áreas públicas do Estado, como também a regularização das áreas. "Essa é uma necessidade ímpar", enfatiza o presidente do Intermat, que destaca ainda a parceria com o Ministério das Cidades que vai permitir, por meio de convênio, a entrega de 2,3 mil casas populares. (Lisânia Ghisi)

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Orlandir CAvalcante | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Há deixem de ficar provocando este orgão chamado de intermat!!!!!
    Bom mesmo era ser funcionário deste nos anos 80.... rendia muito.... hoje é fichinha... deixem o povo entrar e trabalhar por lá!!!!!
    Não tem mais terras devolutas para negociar!!!!!!

  • ANA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    SE FOR ATRAVES DE CONCURSO PUBLICO É LEGAL.

    MAS, ESTAMOS EM ANO PRÉ ELEITORAL - MP ABRA OS OLHOS

Gamba e efeito-vice em Alta Floresta

chico gamba 400 curtinha   O agricultor Chico Gamba (foto), que concorre a prefeito de Alta Floresta pelo PSDB, estaria disposto a substituir a vice da chapa, a empresária Roseli Gomes, a Rose da Tradição (PSC), por esta enfrentar forte desgaste político, rejeição popular e até denúncia. Mas,...

PT, candidata vetada e novo ajuste

bob pt 400 curtinha   O PT em Cuiabá, comandado pelo assessor do deputado Lúdio, Elisvaldo Almeida, o Bob (foto), terá de ajustar de novo a chapa proporcional, especialmente sobre candidaturas femininas em Cuiabá. Depois que foi intimado pela Justiça a completar a cota de mulheres, sob pena de indeferimento da...

TCE vê superfaturamento em Juara

carlos sirena 400 curtinha   Em plena campanha eleitoral o prefeito de Juara, Carlos Sirena (foto), candidato à reeleição pelo DEM, está tendo que buscar explicações sobre irregularidades apontadas pelo TCE-MT em alguns casos de dispensa de licitação, especialmente nas compras de produtos para...

Doação à campanha a pedido de Jayme

jayme campos 400 curtinha   O senador Jayme Campos (foto) não tirou um centavo do bolso para colocar na campanha de Kalil Baracat, mas é o responsável pela entrada de praticamente a metade dos R$ 1,4 milhão doados ao candidato do MDB à Prefeitura de Várzea Grande. Graças à...

Ex-senadora ajuda a afundar Reinaldo

selma arruda 400   Mesmo entregue ao ostracismo político, após ser cassada neste ano da cadeira de senadora por crimes eleitorais, como caixa 2, Selma Arruda (foto) ainda acha que consegue "arrebanhar" eleitores. E foi pensando nisso que ela apareceu no curto tempo do horário eleitoral de Reinaldo Morais para pedir voto ao...

Taques agora na lista de ficha-suja

pedro taques 400 curtinha   O ex-senador e ex-governador Pedro Taques (foto) entra na lista dos fichas-sujas. Ele se inscreveu para concorrer ao Senado pelo SD, mas teve registro indeferido pelo TRE devido a uma condenação aplicada pelo próprio Tribunal pelo uso eleitoreiro da Caravana da Transformação...

MAIS LIDAS