Últimas

Terça-Feira, 13 de Março de 2007, 18h:11 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

EXECUTIVO

Jackson nega irregularidade na sua gestão

Ex-adjunto da Saúde diz que contrato com Home Car foi autorizado pelo governador Maggi 

    O administrador de empresas e ex-secretário-adjunto de Saúde do Estado, Jackson Fernando de Oliveira, novo chefe de gabinete do deputado Wagner Ramos, revela que não está sendo incriminado por ter assinado contrato com a empresa Home Car, em outubro de 2003. Explica que o Tribunal de Contas da União está fazendo levantamento e que não há indício de que tenha ocorrido superfaturamento de medicamentos.

   A decisão do TCU determina uma tomada de contas especial para que o Ministério da Saúde apure se houve sobrepreço ou superfaturamento na aquisição de medicamentos de alto custo ou excepcionais pela secretaria de Estado de Saúde. Trata-se de uma medida correta e regular. É tomada sempre quando há dúvida ou impugnação sobre a regularidade de ato administrativo praticado por gestor público envolvendo recurso público federal.

   Jackson lembra que, à época, o contrato foi autorizado pelo governador Blairo Maggi. "Não tenho medo das investigações. Sou honesto, idôneo. O contrato não foi feito da minha cabeça", destacou. Ele observa que a secretaria estava passando por um momento de dificuldades, por conta da falta de medicamentos, e também por atuação da chamada máfia da saúde. Com a aquisição de medicamentos, por meio da Home Car, enfatiza o ex-secretário-adjunto, os problemas foram superados. "Todos os medicamentos foram entregues".

     Jackson lamenta que o assunto tenha lhe trazido desgaste e até prejudicado sua carreira profissional. "Sou um técnico, um administrador de empresas, estou sempre com as portas abertas e sou amigo de todos".

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Grupo de risco em casa até 31 de maio

Em novo decreto, dentro das medidas emergenciais e temporárias de prevenção ao Covid-19, o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro determinou que servidores municipais que integram o chamado grupo de risco não devem trabalhar presencialmente nas secretarias e/ou órgãos da administração. São considerados desse grupo servidores acima de 60 anos, imunodeprimidos e/ou portadores de doenças crônicas e servidoras grávidas e...

Beco do Candeeiro só abrirá em abril

Carlina 400   A secretária municipal de Cultura, Esporte e Lazer, Carlina Jacob (foto), em visita ao Grupo Rdnews, revelou que a revitalização do Beco do  Candeeiro, que foi concluída em janeiro, será entregue à população em abril, nas comemorações dos 302 anos de...

Águas, expansão e investimentos

william figueiredo 400 aguas cuiaba curtinha   O diretor-geral da Águas Cuiabá, executivo William Figuereido (foto), disse, em visita à sede do Rdnews, quando aproveitou para conceder entrevista à tv web Rdtv, que a concessionária já distribui água para toda Cuiabá e que, em quase quatro anos...

Creci combate empresas irregulares

benedito odario 400 curtinha   O presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado, Benedito Odário (foto), aproveitou a operação desenvolvida na quinta, com apoio da Polícia Civil e da Decon, para enfatizar que não dará trégua àquelas empresas que, irregularmente,...

Cuiabá paga fevereiro aos servidores

emanuel pinheiro 400   A Prefeitura de Cuiabá quitou nesta sexta (26), último dia útil do mês, a folha de fevereiro. Desde quando assumiu o Palácio Alencastro, em janeiro de 2017, o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) tem conseguido pagar o funcionalismo dentro do mês trabalhado. Aliás, essa prioridade,...

3 deputados sob certa cordialidade

janaina riva 400 curtinha   Max Russi, Eduardo Botelho e Janaina Riva (foto), que mandam na Assembleia, demonstram entre eles um certo clima de cordialidade, mas chegaram a entrar em queda-de-braço até fechar um novo acordo político sobre a Mesa Diretora. Com a decisão do Supremo de veto a Botelho no comando do...