Últimas

Sexta-Feira, 06 de Julho de 2007, 00h:08 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

ARTICULAÇÃO

Jaime e Pagot acenam para a ruptura política

Jaime Campos e Luiz Antônio Pagot têm algo em comum e, ao mesmo tempo, perfis políticos diferentes. Para complicar essa dicotomia no cenário político, ambos se observam com desconfiança. Jaime é senador pelo DEM (antigo PFL). Pagot é seu primeiro suplente pelo PR, que nasceu da fusão do PL com o Prona. Jaime é pré-candidato a governador em 2010. Pagot tem as mesmas pretensões. Pagot aguarda a sabatina no Senado na expectativa de ter o nome aprovado para assumir a direção-geral do Dnit. Jaime é o relator do seu processo.

     Mesmo com essas aproximações, nos bastidores Jaime e Pagot se encaram como adversários políticos. Um é o espelho do Palácio Paiaguás, devido à ligação com o governador Blairo Maggi. O outro é a sombra de um passado recente disposto a reassumir o comando do Estado.

   Jaime Campos se elegeu senador no ano passado numa campanha independente, mesmo estando na chapa majoritária de Maggi, que conquistou a reeleição no primeiro turno. Em princípio, o grupo de Maggi rejeitou o nome de Jaime no arco de alianças, principalmente o deputado federal Pedro Henry (PP). O ex-pefelista foi escanteado em algumas regiões. A turma da botina não moveu uma palha pela candidatura de Jaime em Rondonópolis, onde teve o pior desempenho eleitoral, com apenas 16 mil votos. No município, reduto eleitoral do governador, o ex-pefelista perdeu para Rogério Salles (PSDB) e até para a comunista Janete Carvalho.

    Trunfo

    Agora, como relator da mensagem do presidente Lula que indica o afilhado de Maggi para o Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes (Dnit), Jaime tem a chance de mostrar lealdade e confiança ou, se tiver coragem, de fazer o mesmo corpo mole da turma da botina em 2006 em relação à sua candidatura.

     Se o nome de Pagot não passar pela sabatina, ficará o gosto amargo por muito tempo na boca de muita gente da turma da botina em relação a Jaime, mesmo o senador reiterando com declarações públicas de que articula para seu suplente chegar ao Dnit, detentor de um orçamento de R$ 12 bilhões.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • marcos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    EU NAO SEI O QUE O GOVERNADOR TEM COM ESSE DEP. PEDRO MENSALAO SANQUESSUGA NAVALHA ESSE POLITICO E DE DAR VERGONHA PARA O ESTADO DE MATO GROSSO EXCELENCIA PRESTE ATENÇAO O SENHOR E DE OUTRO NAIPE DE OUTRA LINHA NOS DE LACERDA CONHECEMOS QUEM E QUEM

  • Joao Moessa | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Jaime se elgeu senador e não governador como está na matéria Jaime/Pagot

Trentini perde de novo para Pitucha

roland trentini 400 curtinha   Na queda-de-braço nos bastidores, o ex-prefeito por três mandatos de Alto Garças, Roland Trentini (foto), perdeu de novo para o rival político histórico, o também ex-prefeito Júnior Pitucha. Ambos, que já protagonizaram disputas acirradas, tensas e...

2 maiores líderes sob crise partidária

mauro mendes 400 curtinha   Os dois maiores chefes de Executivos em MT hoje enfrentam problemas partidários internamente. O governador Mauro Mendes (foto), mesmo sendo a principal estrela do DEM no Estado, não está confortável dentro do partido por causa de conflitos com os irmãos Júlio e Jayme Campos....

MM e deputados derrotados do MDB

carlos bezerra 400 curtinha   Por coincidência, deputados do MDB que tiveram seus candidatos derrotados nas urnas estão de afagos com o governador Mauro. E até convidaram-no para deixar o DEM e migrar para o MDB, numa articulação do cacicão do partido, o federal Carlos Bezerra (foto), que puxou a corda da...

Os Maia fincam força no Legislativo

silvio maia 400   O ex-prefeito por quatro vezes de Alto Araguaia, Maia Neto, perdeu nas urnas na majoritária, mas ganhou na proporcional. De um lado, a irmã Martha Maia, seu braço-direito durante todos os mandatos, foi derrotada à prefeita por Gustavo Melo, que se reelegeu. Por outro, Maia Neto viu dois dos seus...

Reeleito, Gustavo derruba o clã Maia

gustavo melo 400   O jovem prefeito de Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), de 36 anos, manteve mesmo o "apertado" favoritismo, conforme mostrou na reta final a pesquisa do instituto Analisando, e derrotou o clã Maia. Venceu por 962 votos de diferença. Filiado ao PSB, Gustavo chegou a 4.805, enquanto Martha Maia (PP) registrou 3.840...

Nivelando para cima o debate em VG

emanuelzinho 400   Em discurso na Câmara Federal, Emanuelzinho (foto), 3º colocado a prefeito de Várzea Grande, disse ter ajudado a nivelar, por cima, o debate eleitoral, com grandeza e altivez e se mostra entusiasmado. Destaca que "política se faz com seriedade, transparência e com o coração sintonizado...