Últimas

Quarta-Feira, 27 de Fevereiro de 2008, 15h:47 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

FAMILIOCRACIA

Jaime lança 3 irmãos candidatos só neste ano

 O senador Jaime Campos (DEM), que sonha com o retorno à cadeira de governador em 2010, é um dos poucos caciques políticos que ainda insistem no velho projeto da familiocracia. Somente este ano ele deve ter três irmãos candidatos, cada um em município diferente. O ex-conselheiro aposentado do TCE, Júlio Campos, tende a ser o candidato do DEM à sucessão em Várzea Grande. O prefeito de Jangada, Dito Paulo, outro irmão de Jaime, concorrerá à reeleição. De quebra, o senador ainda conta com a irmã Márcia Campos como candidata de novo à vereadora por Cuiabá. Jaime Campos ainda tem outros políticos na família, como o primo Campos Neto (PP), deputado estadual e já em pré-campanha para deputado federal no pleito de 2010. O senador prepara ainda o filho Dudu Campos para ser o seu "herdeiro" político, lançando-o deputado estadual no próximo pleito.

   Outros caciques até conseguiram, num passado recente, "emplacar" esposas e demais membros da família em cargos eletivos. O momento agora parece ser outro, com o eleitor para crítico e resistente a essas tentativas de perpetuação de famílias no poder.

   Exemplos

   Os líderes políticos que lançaram esposas, fazendo espécie de "dobradinha" nas eleições, enfrentaram uma série de desgaste depois. O então senador Jonas Pinheiro, falecido semana passada, conseguiu eleger a esposa Celcita Pinheiro deputada federal em 2002. Já no projeto à reeleição, ela foi reprovada e ainda saiu da Câmara sob forte desgaste por ter sido denunciada como uma das envolvidas na máfia das sanguessugas - esquema de propina patrocinado pela Planam, dos Vedoins, a partir de apresentação de emendas junto ao OGU para compra superfaturada de ambulâncias às prefeituras.

   Outra que também saiu de cena sob acusação de ligação com o esquema sanguessugas foi a ex-deputada federal Teté Bezerra, esposa do ex-governador, ex-senador e hoje deputado federal Carlos Bezerra (PMDB). Ela havia sido eleita em 98, perdeu à reeleição em 2002, ficando na suplência. Com a cassação de Rogério Silva, Teté voltou à cadeira de deputada e acabou "encerrando" a carreira em 2006, também sob acusação de irregularidades, apesar de negá-las.

   O ex-governador Dante de Oliveira (já falecido) foi o principal cabo eleitoral da eleição da esposa Thelma de Oliveira (PSDB) à Câmara Federal, em 2002. Por outro lado, ele não se elegeu senador na nesma campanha eleitoral.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Adalberto Pereira Junior | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sera que o povo principalmente os funcionários publico, professores teria coragem de votar num cidadão como Julio Campos que deu uma banana em vez de um salário digno e em dias quando ficaram 8 meses sem receber salarios. Acho que juluio quer morrer no marco da istório politica por que condiçoes de administrar Varzea Grande não tem os tempo mudaram e os pucha saco ja morreram, os jovem não sabem quem foi julio no governo a ditadura ja se voi a 50anos, todos que o atende não vivem vegetam pois vivem com pé na garganta todos que acompanha estão mortos politicamente veja JANGDA, EX prefeito MARCÃO esta vivendo de esmola com dito paulo recebe uma merreca de salário para defender DITO paulo dita passa e Jangada vai vira distrito de Acorizal se continuar com esses administradores morando em Cuiabá e querem Fazer careira em Jangada por esse Dito Paulo e munito idesiso não tem nem postura de prefeito.

  • Gustavo Kunert | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Particularmente considero que esse tipo de ´"projeto politico" não atinge os resultados esperados, pelo contrario, so queima o candidato - e sua familia, por consequencia -.

  • AGNOLDO FARIAS PRATES | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    TEM UMA COISAS QUE ACABARAM E NÃO VOLTAM MAIS... SÓ O JULIO E JAIME NÃO CONSEGUEM VER.
    A TAL DE FAMILIOCRACIA, CORONELISMO, ETC., JÁ MORREU GRAÇAS A DEUS.

    MATO GROSSO EVOLUIU, NASCERAM MATOGROSSENSES NOVOS, ESTUDARAM E CONVIVEM COM PESSOAS VINDAS DE TODA PARTE DESSE IMENSO PAIS.

    JULIO, JAIME E OUTROS CAMPOS,,, VICHI... TO FORA.

    QUEREMOS AREJAMENTO, MUDANÇAS, COPISAS NOVAS.
    NÃO GANHA NEM NA JANGADA.

  • Antonio Cavalcante Filho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Longe de querer ofender quem quer que seja, ofereço aos comentadores deste blog um pequeno guia pratico para o entendimento da politicagem que se pratica abertamente em nosso país, e em particular em nosso estado.

    Não quero fazer nenhuma ofensa pessoal a ninguém, mas simplesmente interpretar com sinceridade, a essência do comportamento dos politicalões profissionais carreiristas, dos seus cúmplices e capachos.

    Parte I
    GUIA PARA ENTENDER UM MELIANTE DA POLÍTICA:

    Oligarquia: organização criminosa que assume o poder público-privado para praticar atos de corrupção e manipular o Estado no interesse maior dos meliantes filiados a uma base política prostituída de valores morais e éticos, e dos cúmplices dos seus atos espúrios.

    Estelionatário: político que através de um discurso mentiroso e fraudulento induz o povo a acreditar nas suas promessas com o intuito de obter poder e vantagens ilícitas para si e para o seu grupo, burlando a confiança depositada pelos seus eleitores que tinham a esperança de serem felizes novamente.

    Clientelismo: ação de políticos espúrios que privilegiam uma clientela dependente de favores do Estado em troca de votos, induzindo a sistemática reciprocidade eleitoreira entre o poder público e as vítimas de exclusão social, contrariando frontalmente os princípios da democracia.

    Assistencialismo: prática política que representa uma hedionda versão espúria da assistência social, que enfatiza ajuda aos pobres e aos menos favorecidos da sociedade para manipular sua falta de consciência crítica, colocando em último plano uma ação de governo que permite a eliminação de sua condição de carentes ou necessitados, transformando-os em dependentes do Estado, contrariando frontalmente os princípios da democracia, com o objetivo de transformar o país em um curral eleitoral para a perpetuação de políticos estelionatários no poder.

    Hipócrita: político que de forma leviana demonstra um sentimento, quando sente ou pensa outra coisa, e que dissimula sua condição humana de assumir sua verdadeira natureza corrupta, que é disfarçada em sentimentos ou qualidades que absolutamente não possui.

    Sub-reptício: político que obtém promessas de votos por meios ilícitos e fraudulentos, conforme agressões cometidas aos ditames dos princípios da honestidade política e que atentam frontalmente contra a ética e a moral públicas.

    Com sinceridade, digam-me vocês: essa carapuça não cabe perfeitamente na cabeça de todos esses falsos políticos oligarcas, familiocrátas e coronelista que há décadas vem se perpetuando no pode?

  • João Carlos de Oliveira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A Familia Campos acha que a sociedade e ignorante igual nos temos de tropeiro que jaime era comerciante, os tempos mudaram e a população evoluiu politicamente. Acho que esse projeto do Jaime vai intera-lo politicamente. Vai perder em Jangada por que seu irmão Dito Paulo esta com reijeição de 75%, e não consegui limpar a cidade. Mas consegui paragar suas contas com O banco BMG de Minas Gerais de 1.300.000,00 com erario publico de jangada, se eles estiverem pensando que dinheiro compra eleição estão redondamente enganados nem os seus vereadores que dão sustentação vai apoia-lo imagina o seu secretariado que não tem um gota de altonomia vivem pedido esmola para trabalharem.
    Troca o prefeito de Xigu pelo prefeto de Juscimeneira, menos pelo prefeito de Jnagada este ruim prefeito e mais corrupto de todos. Quando passo por Jangada falo comigo mesmo coitado desse povo.

  • luiz | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Acho q não tem nada de errado....só pq o Jaime é senador ninguém mais da famnília pode partir para a área da política?
    acho q vcs poderiam pensar um pouco mais...todos temos direito de ser e fazer o que quizermos...ok...
    ele não tem como impedir um irmão ou parente de ser o q quer..pensem...
    obrigado...abraços

Valtenir atrai lideranças para o MDB

valtenir pereira 400   Mesmo sem mandato eletivo, o ex-vereador pela Capital e ex-deputado federal Valtenir Pereira (foto) continua se articulando nos bastidores, agora pelo fortalecimento do seu partido, o MDB. Ele está convencendo algumas lideranças a se filiar na legenda emedebista. Dois líderes são prefeitos...

Chefe do Escritório de ROO em Cuiabá

mario marques 400 curtinha   O prefeito de Rondonópolis, Zé do Pátio, que iniciou neste mês o 3º mandato, mantém como parte da estrutura da administração um cargo de chefe do Escritório de Representação do município na Capital. E Pátio nomeou para esta...

Prefeito cria comitê pra debater modal

emanuel pinheiro 400 curtinha   Mesmo o governador Mauro Mendes já tendo anunciado que vai implantar o BRT na Região Metropolitana, em detrimento do VLT, o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro (foto) criou um comitê de análise técnica para, segundo ele, definir o modal de transporte para a região. Emanuel...

Desembargadores recebem 6 auxílios

maria helena povoas 400   O Tribunal de Justiça de MT, presidido pela desembargadora Maria Helena Póvoas (foto), vai pagar uma série de direitos e vantagens que "engordam" substancialmente o subsídio de seus magistrados e que foram programados pelo ex-presidente Carlos Alberto para liberá-los no orçamento...

Hospital cobra R$ 2,4 mi da prefeitura

luiz carlos pereira 400 tce   O Instituto de Saúde Santa Rosa recorreu ao TCE, na esperança de encontrar respaldo para receber R$ 2,4 milhões da secretaria de Saúde da Capital. Argumenta que a prefeitura, com quem mantém contrato desde 2019, está inadimplente, pois não teria pago integralmente os...

Definido novo presidente do Sanear

hermes avila 400   O prefeito Zé do Pátio nomeou à presidência do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (Sanear) o engenheiro Hermes Ávila de Castro (foto), que tende a se efetivar no cargo. Hermes ocupa a cadeira que, desde janeiro de 2017, pertencia à Terezinha Silva de Souza,...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.