Últimas

Quarta-Feira, 15 de Agosto de 2007, 07h:46 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

ARTICULAÇÃO

Jairo lança candidatura e quer ruptura com Maggi

    Aliado da senadora Serys Marly, Jairo Rocha resolveu entrar na disputa pela presidência do diretório estadual do PT e já com duas propostas polêmicas. Ele defende ruptura com o governo Blairo Maggi e propõe também que a sigla petista não faça aliança com PSDB, DEM e PP para as eleições de 2008. A eleição no PT deve ocorrer no final deste ano. Militante da Articulação de Esquerda, Jairo preside hoje o diretório de Cuiabá e, no Estadual, pretende suceder a dirigente Serys, da qual é assessor parlamentar. O clima de racha se aflorou a partir das divergências internas nas etapas municipais para escolha dos delegados com vistas ao 3º Congresso Nacional do partido, que acontece entre os dias 31 de agosto e 02 de setembro, em São Paulo.

    A campanha de oposição à administração Maggi contraria a corrente liderada pelos militantes da Unidade na Luta (ex-Campo Majoritário), como os deputados estaduais Ságuas Moraes, Alexandre Cesar e Ademir Brunetto, além do federal Carlos Abicalil e a ex-deputada Vera Araújo. Aliados de "carteirinha" do Palácio Paiaguás, todos vêm contablizando dividendos políticos. Ságuas se licenciou da Assembléia para virar secretário de Educação de Maggi. Verinha compõe a estrutura da Seduc como secretária-adjunta de Gestão de Pessoas. Contemplado com a cadeira de Ságuas na AL, Alexandre é tão defensor do governo Maggi que, em algumas situações, supera o líder do Executivo, deputado Mauro Savi (PR). Abicalil se transformou em elo do governador com o presidente Lula. Brunetto, que também entrou na disputa pelo comando do PT no Estado, é extremamente governista.

   Jairo Rocha é tido como um petista rebelde. Nos debates internos, ele pretende, por exemplo, deixar acuado o grupo de Alexandre Cesar, que presidiu o partido e deixou de herança uma dívida milionária. Trará à tona assuntos que muitos petistas chegam a se arrepiar, como as denúncias de uso de caixa 2 na campanha de Alexandre a prefeito de Cuiabá, em 2004. Polêmico, Jairo se opôs à idéia do PT oficializar aliança com o governo Maggi, no final do ano passado. Foi voto vencido.

     Sintonia

    Agora, o presidente da executiva da Capital foi incentivado por Valter Pomar da tendência Articulação de Esquerda a entrar na briga pela direção regional. Assim, construirá palanque em Mato Grosso para o companheiro Pomar, disposto a concorrer à presidência nacional do PT. Na última eleição interna, Pomar, que integra a Executiva Nacional, não foi para o segundo turno por uma diferença de 200 votos.

    Nas articulações de bastidores, Jairo busca apoio do superintendente do Incra no Estado, Leonel Wohlfahrt, da Democracia Socialista e que tem forte influência junto à militância petista da Grande Cáceres. Também busca entendimento com Zelandes Santiago, da Utopia e Vida, mesma corrente de Gilney Viana, a fim de tê-lo como aliado e demovê-lo da idéia de concorrer à presidência.

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • solange | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    vocês não brigaram tanto para participar do governo Blairo?Não houve até disputa interna prá saber quem seria o secretário de educação,se Verinha ou Ságuas?O Alexandre César não está lutando com unhas e dentes para ser o "VICE LIDER DO GOVERNO na Assembléia Legislativa?O Alexandre César defende tudo que o governo apresenta,inclusive coisas impensáveis até um tempo atrás?Senhor Jairo,quem comeu a carne vai ter que roer o osso.Não estão fazendo vistas grossas com os escândalos no meio ambiente,no Intermat,na Administração.....Deixar agora em fu~ção das eleições que se aproximam não seria oportunimo?

  • GILDA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Depois do Delubio,Marcos Valério,Waldebran Padilha,Silvinho......vocês questionam o que do governo Maggi?E os Secretarios de Educação,os cargos no governo,a aliança nas ultimas eleições,os escândalos envolvendo Alexandre César,Abicalil,Serys.....O sr.Jairo está na contramão do rumo assumido peloseu partido PT

  • João Carlos de Souza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A questão é: romper com Blairo para quê?
    O Jairo precisa cair na real e lembrar que, sem alianças não se ganha eleições e, em se ganhando eleições, é preciso governar com os aliados, dividir responsabilidades, ônus e bönus.
    A posição radical do Jairo e da meia dúzia de "companheiros" que defende a radicalização retrógrada não ajuda em nada a maioria da população a quem o PT representa e defende.
    Em vez de ficar brigando por projetos eleitorias pessoais, esse povo devia era trabalhar proativamente para que o Ságuas e a Verinha façam na educação e pela educação o que se espera deles: uma gestão competente e transformadora que garanta qualidade ao ensino público e valorização dos professores.
    O resto é balela, churumelas, picuinhas menores.

  • Valériano Seifor | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Daqui a pouco o PT estará igual ao PMDB, isto é, os grandes líderes do partido, descrentes e decepcionados, se calarão. Só os vigaristas e demagogos tomarão o lugar. Há tempo que isso está acontecendo. Cadê o grandes líderes emedebistas do passado???
    Valeriano Seifor

  • vidal | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O amigo João Carlos disse tudo, se blairo foi um grande aliado do partido dos trabalhadores, aliando-se ao projeto de reeileição do Lula e, de certa forma, rompendo até com a grande a maioria da sua classe(Produtores rurais), seria mesmo de uma covardia pelo menos não tentar ajudá-lo na administração. Paciência Jairo, não vamos a lugar nenhum sozinhos.

  • ELIFAS JOSE RIBEIRO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Depois que se chafurdou na lama é dificil limpar os "côcôs" que ficaram no corpo né seu jairo rocha? agora é só ler pela cartilha do Rei da Soja sair do barco agora é como dizia minha querida avó :"quando o barco esta afundando os (...) começam a pular.

  • ely | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    porque romper se o pt só teve apoi do Blairo

  • Anônimo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ESTE É O PT DA SERYS E DO JAIRO SEMPRE JOGANDO SUJO. PARA O BEM DE MATO GROSSO E DESESPERO DOS ALOPRADOS, BLAIRO E LULA ESTAO JUNTOS . POUCO IMPORTA SE PT E PR VAO ROMPER O QUE INTERESSA É QUE PARA MATO GROSSO ESTÁ BOM ASSIM.

  • Donizete | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    EU NAO SEI O QUE O PT. PRETENDE SEMPLE FICOU MAMANDO NO GOVERNO AGORA FICA NESSA SERA QUE EU SAI, SERA QUE EU FICO?

Chefe do Escritório de ROO em Cuiabá

mario marques 400 curtinha   O prefeito de Rondonópolis, Zé do Pátio, que iniciou neste mês o 3º mandato, mantém como parte da estrutura da administração um cargo de chefe do Escritório de Representação do município na Capital. E Pátio nomeou para esta...

Prefeito cria comitê pra debater modal

emanuel pinheiro 400 curtinha   Mesmo o governador Mauro Mendes já tendo anunciado que vai implantar o BRT na Região Metropolitana, em detrimento do VLT, o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro (foto) criou um comitê de análise técnica para, segundo ele, definir o modal de transporte para a região. Emanuel...

Desembargadores recebem 6 auxílios

maria helena povoas 400   O Tribunal de Justiça de MT, presidido pela desembargadora Maria Helena Póvoas (foto), vai pagar uma série de direitos e vantagens que "engordam" substancialmente o subsídio de seus magistrados e que foram programados pelo ex-presidente Carlos Alberto para liberá-los no orçamento...

Hospital cobra R$ 2,4 mi da prefeitura

luiz carlos pereira 400 tce   O Instituto de Saúde Santa Rosa recorreu ao TCE, na esperança de encontrar respaldo para receber R$ 2,4 milhões da secretaria de Saúde da Capital. Argumenta que a prefeitura, com quem mantém contrato desde 2019, está inadimplente, pois não teria pago integralmente os...

Definido novo presidente do Sanear

hermes avila 400   O prefeito Zé do Pátio nomeou à presidência do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (Sanear) o engenheiro Hermes Ávila de Castro (foto), que tende a se efetivar no cargo. Hermes ocupa a cadeira que, desde janeiro de 2017, pertencia à Terezinha Silva de Souza,...

Afilhado de Bezerra nomeado adjunto

clovis cardoso 400   O MDB, sob o cacique político Carlos Bezerra, "emplacou" mais um filiado histórico em cargo relevante na gestão Mauro Mendes. O advogado e ex-superintendente regional do Incra-MT, Clovis Figueiredo Cardoso (foto), foi indicado e já nomeado para o cargo de secretário-adjunto de Agricultura...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.