Últimas

Segunda-Feira, 20 de Julho de 2009, 22h:39 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

CONFRONTO

Jayme chama Pagot de macaco e diz não precisar do suplente

Clique na imagem para ampliação  O senador Jayme Campos, pré-candidato a governador pelo DEM, decretou de vez ruptura política com o seu primeiro-suplente Luiz Antonio Pagot, diretor-geral do Dnit. Em Barra do Garças, ciade-pólo do Araguaia, durante entrevista ao jornalista Ronaldo Couto, correspondente do RDNews e apresentador do Jornal da Band, da TV Serra Azul, Jayme foi instigado a comentar sobre uma charge publicada no blog-site em 3 de julho em que o afilhado político do governador Blairo Maggi aparece rasgando um cartaz do senador, cena que retrata a resistência de Pagot em aceitar o democrata como virtual candidato ao Palácio Paiaguás - confira aqui. Jayme partiu para o confronto. Disse não ter nada pessoal contra Pagot, mas percebe que este não deseja vê-lo como candidato a governador.

   Em seguida, ao tentar explicar, com citação de exemplo, como vê o perfil de Pagot na militância política, Jayme Campos observou que o diretor-geral do Dnit tenta atropelar o processo na base da imposição e dispara: "Ele (Pagot) é um macaco dentro de cristaleira cheia de cristal e quebra tudo. Não quer conversar. Parece que a prática dele é do tempo do coronel, da ditadura militar. E eu não faço política assim". Disse que Pagot "quer fazer política à força". "Política se faz conversando com o povo".

    Jayme disse que, numa possível candidatura ao governo, Pagot não estará no seu palanque e avisa que não depende do ex-secretário de Infraestrutura, Casa Civil e Educação do governo Maggi para buscar a reconquista do Palácio Paiaguás. Lembra que já foi governador (91/94) e prefeito de Várzea Grande por três mandatos e que se elegeu senador, em 2006, sem ajuda de Pagot, mesmo se tratando do primeiro-suplente de sua chapa. "A participação dele (na campanha) foi zero. Não somou nada. Aliás, fez foi puxar para baixo". (Romilson Dourado)

--------------------------------------------------------
Clique no play e veja o que declarou Jayme sobre Pagot em
entrevista ao repórter Ronaldo Couto, em Barra do Garças 

Postar um novo comentário

Comentários (24)

  • luiz | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    essas pessoas que estão dando razão para o senhador jaime campos, deve ter memoria curta. o jaime e o irmão julio campos sempre fizeram politica do jeito deles, sempre mandaram em varzea grande, quem é funcionario publico conhece o jeito de jaime governar... um imundo falando do mal lavado!!!!!

  • Tadeu | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Apesar de ser varzeagrandense não concordo com a eleição do jaime para o senado...não vejo nele expressão política. Agora, uma coisa é certo: o caro acertou em definir o pagot, ouserá cagô como macaco preso em cristaleira...Falar o que de um cara que se enaltece com o apelido de trator( pagot) e de um outro que se diz o dono da fazenda mato grosso(jaime campos).

  • antonio carlos cuiabano | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • MAIRA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Até parece que os métodos políticos de jaime não é o CORONELISMO, Varzea Grande que o diga. Governo de jaime só dá. JAIME E JAIME, E JAIME, E JAIME E JAime e mais ninguem.
    ha! esqueci dá tambem, o CAMPOS, E OS CAMPOS E OS CAMPOS EOS CAMPOS E MAIS ..... NINGUEM. JÁ VIVEMOS ESSA EXPERIÊNCIA VÁRIAS VEZES. EM VÁRZEA GRANDE E NO ESTADO TODO. RETROCESSO NUNCA MAIS . VAMOS PRA FRENTE GENTE ... VOLTAR PRA TRAZ É CARANGUEJO,...... JAIME TEM QUE SE APOSENTAR. DEIXA OPORTUNIDADES PARA OUTROS. CHEGA DE ARROGANCIA, CHEGA DE CORONELISMO, CHEGA DE CABRESTO, CHEGA DE JAIME. VAI PESCAR JAIME.

  • Paulo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    OJaime será esmagado nas urnas, A Cuiabania odeia esse Coronel.
    Todos querem que continue pessoas ligadas a iniciativa privada e que saibam administrar a frente do Palácio Paiaguas, enquanto isso acontecer nunca mais teremos salários com 06 seis meses de atraso como acontecia quando o Jaime era o Governador,
    Se for pra votar no Jaime, eu prefiro o Wilson que pleo menos paga em dia os funcionários, mas a verdade mesmo é que tem que continuar alguem do grupo do Blairo.

  • Paulo Mattos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Notem bem as qualidades de dois pretensos políticos candidatos a Governador do Estado de Mato Grosso. De princípio, ambos imensamente mal educados que, com suas frases públicas e ataques recíprocos dimensionam o despreparo de ambos e e monstram profundo desrespeitoà opinião pública. Em tempos modernos acredito que a população de Mato Grosso e do Brasil deseja uma discussão maior, que tenha objetivos claros e definidos de desenvolvimento regional, possibilitando o crescimento ainda maior da gente matogrossense, com implicações sociais nas áreas essenciais do Estado (Educação, Saúde Pública, Segurança Pública, Infra-Estrutura, Turismo, Agricultura, Pecuária, Indústrias, etc, etc).
    No entanto, Jayme e Pagot, dois indivíduos pré-históricos e perdidos no tempo e no espaço, brindam a nossa população com ofensas chulas e desrespeitosas ao povo matogrossense, e, por inconsequentes e descompromissados, não conseguem travar uma discussão sadia voltada aos interesses permanentes de nossa gente.
    São esses caras, caro Romilson Dourado (um grande abraço à Patrícia Sanches, excelente jornalista, sou fã de suas matérias) que devem ser censurados pelo RDNews quando falam, fazem e agem praticando besteiras e ofensas ao noso povo. Cartão vermelho para ambos.

  • dorival antonio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    jaime não é fechado em uma cristaleira e quebra todos o cristais o exemplo(popular) que o Vexcia esta usando esta errado é quase isso só que ocorreto é que o macaco esta em uma loja de cristais e dai ele quebra tudo ou senhor à de convir coimigo que dentro de uma cristaleira não precisa ser macaco para quebrar tudo até um piriquito quebra tudo, sua assessoria tem de melhorar seus exemplos.

  • FLORISBELO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Só falta Sr. Pagot anunciar que esta fundando um partido Politico Formado por politicos afaveis e amaveis. Seriam formados por: PAGOT, CARLOS BEZERRA, WILSON SANTOS, MAKSUES LEITE, WALACE, LUTERO PONCE, RALF LEITE, CHICA NUNES, ANTERO PAES DE BARROS, ROBERTO FRANÇA, PERCIVAL MUNIZ. Nome do partido? PIP - Partido Imbativel do PAGOT. vcs ja pensaram como esse paRido seria muito UNIDOS?

  • João Porretão | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O senador Jaime está certíssimo ao falar que o ´´trator´´ faz política na base da imposição mostrando ser uma figura sem carisma nenhum para alguém que quer ser político. A comparação com um macaco que quebra tudo está correta, porém incompleta : O senador esqueceu-se de que macaco não tem nenhuma criatividade e é teleguiado por pessoas.

  • Mara Cuiabano | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Concordo com o Senador Jaime. Esse Pagot só aprendeu a fazer política com imposição na base do Pagou-te. Em 2010 eles (botinudos) amargarão o troco que os cuiabanos e matogrossenses darão nas urnas. Vá em frente Senador Jaime juntos com os matogrossenses e cuiabanos. Não caia no conto da sereia, continue proximo do PSDB. Que seja Jaime ou Wilson os candidatos, o importante é estar juntos num projeto político para a população de Mato Grosso.

Taisir coordena campanha de Eliene

taisir karim 400 curtinha   O ex-reitor da Unemat e uma das lideranças do PSD na região Oeste, Taisir Karim (foto), que chegou a se lançar de última hora como pré-candidato a prefeito de Cáceres, mas logo em seguida recuou, será o coordenador-geral da campanha de Eliene Liberato (PSB), atual...

Inaugurados 67 km de asfalto da 020

mauro mendes 400 curtinha   O governador Mauro Mendes (foto) inaugurou nesta 5ª a pavimentação de 67,5 km da MT-020, entre Paranatinga e Canarana. Essa estrada faz parte do pacote de obras que foi retomado e já concluído nesta gestão. Foram investidos R$ 45 milhões do governo estadual. O...

Saggin critica "ditadura" e apoia Raye

paulo raye 400 curtinha   O empresário e advogado Sandro Saggin, que desistiu da candidatura a prefeito de Barra do Garças e agora apoia Paulo Raye (foto), do Pros, explica que em nenhum momento os diretórios estadual e nacional do Podemos, de cujo partido é filiado, encaminharam qualquer orientação aos...

Pode abandona Raye e pune Saggin

sandro saggin curtinha 400   Sandro Saggin (foto) amargou outra derrota em Barra do Garças. Inicialmente, seria candidato a prefeito pelo Podemos. Mas resolveu, por conta própria, levar o partido para uma coligação com partidos de esquerda que lançaram o ex-prefeito Paulo Raye, apoiado pelo PC do B, PT e Pros. A...

Ex-vereador recua para apoiar primo

divino 400 barra do bugres   Ex-vereador, ex-presidente da Câmara e empresário bem sucedido, Chico Guarnieri (PTB) não será candidato a prefeito de Barra do Bugres nas eleições deste ano. Guarnieri, que disputou a prefeitura em 2016, até ensaiou, mas recuou ao ver que o primo, pedetista Doutor Divino...

3 ex-prefeitos viram cabos eleitorais

percival muniz 400 curtinha   Dois candidatos de oposição em Rondonópolis têm ex-prefeitos como principais cabos eleitorais. O empresário Luiz Fernando, o Luizão (Republicanos), conta com apoio de Adilton Sachetti, que já comandou o município e perdeu na tentativa de reeleição, e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.